Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

Ministros rotos não acreditam no mundo

Ontem, apareceu uma lésbica da Sérvia, Ministra nesse infeliz país a publicitar a sua peculiaridade para ganhar clientes que gozam, mas não fazem filhos.

Outro, no Luxemburgo, fez o mesmo juntamente com o homem que lhe aquece o rabo, mas não faz filhos.

Uma Secretária de Estado portuguesa, sem ninguém a questionar veio dizer que batia pratos com quem não faz filhos.

Eu pergunto-me:

Como é possível Governar sem acreditar na continuidade da vida?

Com certeza que, estes rotos foram eleitos porque a maioria da população não conhecia os seus desvios sexuais.

A insistência com que agora aparecem nas redes sociais é a mesma que as prostitutas fazem pagando anúncios nos jornais para angariar clientes.

Eles e elas, ministros e Secretárias de Estado, não pagam e encontram sempre outros paneleiros e outras lésbicas para os aconchegar quando os parceiros ou parceiras mudam de linha.

Ninguém tem nada com os prazeres sexuais de cada um, mas não têm o direito de vir influenciar a juventude mostrando-lhes que este mundo não vale a pena e que fazer filhos é uma chatice.

 

Anterior “Demagogia contínua à solta no país de feiras e farturas”

C.S

publicado por regalias às 09:36
link do post | comentar | favorito (1)
|
Domingo, 17 de Setembro de 2017

Demagogia contínua à solta no país de feiras e farturas

Os políticos e os seus aprendizes não têm emenda.

Portugal está transformado numa enorme feira de vendedores de ilusões e de crassas mentiras. Vive a demagogia que desde o 25 de Abril o abocanhou.

Os políticos, no início desta jornada, que leva 43 anos, prometeram o paraíso. Portugal está num Inferno.

Gestores que ganham sete mil euros ao dia e trabalhadores que recebem sete mil euros ao ano.

Gestores cuja senha de presença, três ou quatro horas de conversa, recebem cinco mil euros pelo paleio.

E o povo? O povo olha espantado para o que acontece e nem forças tem para desmontar os sátrapas.

A demagogia engole o povo. Enche-o de promessas para depois de eleições, para o ano, para sem nunca à tarde.

Oiçam os politicalhos. Um oferece hospitais, outro oferece salários a perder de vista, mas ninguém dá o que não tem.

Portugal é um país ingovernável. Os que têm mais, querem mais. Pouco se importam com os que têm muito menos.

E o exemplo vem de cima. Quando se lê sobre a fortuna do Mário Soares, o pai da democracia da treta, que arrecadou, e aquela que ainda está escondida,atinge  largos milhões, todos compreendem porque eles querem a Democracia.

A Democracia é boa, mas esta não presta. Só beneficia 19 ou 20% dos portugueses. E estes não querem largar nada. Protegem-se uns aos outros. Encarregam-se de iludir o povo; vender-lhe esperança e ilusões.

Oiçam os candidatos às autárquicas: aqueles que não fazem a mínima ideia do que é dirigir uma freguesia e os outros, os das grandes cidades. Todos prometem, todos são uns mãos largas, cheias de nada.

A demagogia entrou no país das farturas.

 

Anterior “O alvo a abater são os EUA”

C.S

publicado por regalias às 18:14
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 16 de Setembro de 2017

O alvo a abater são os EUA

Este ataque terrorista de Londres, mais me convence que o alvo a abater são os EUA.

Estes atentados não passam de ensaios para desviar atenções e concertar agressões nos EUA.

Apesar de toda a sua força e potencial bélico, os EUA passaram a ser extremamente vulneráveis depois da era digital ter subvertido todas as convenções.

Os ataques irracionais e criminosos ao Iraque, à Líbia, à Síria por Bush e Obama e por países que os apoiaram, como foi o caso do Reino Unido e da França fez despoletar tudo o que está a acontecer.

A Coreia do Norte ao apostar frontalmente na morte, diz aos EUA que tira o pão da boca para vingar os povos humilhados.

Não compreender isto é não entender que a raiva e o ódio começam a explodir.

Os coreanos preferem morrer, juntamente com os algozes que atacaram o Iraque, a Líbia e a Síria, e provocar a hecatombe mundial.

Trump teve o azar de receber a herança de Bush e de Obama e agora está de pés e mãos amarrados, sem saber se deve seguir os conselhos de assassinos inconscientes e desmiolados; atacar já e arriscar a resposta preparada ou engolir a afronta para não provocar a catástrofe universal.

Julgo que os ataques de grupos terroristas aos EUA devem começar um pouco antes de 2018, por volta do Natal.

Os EUA têm de aumentar os níveis de segurança com tudo o que são meios de vigilância para que não sofram da mesma inquietação que o Reino Unido, a França, a Bélgica, a Alemanha e Espanha.

Os EUA devem entender que o mundo cansou da sua arrogância e violência.

Apesar de possuírem armas sofisticadíssimas e estarem armados até aos dentes, eles podem partir a qualquer momento, com estes ataques furtivos, traiçoeiros e sempre inesperados.

 

Anterior “A Rússia interfere em 27 países. E os EUA, em quantos?”

C.S

publicado por regalias às 04:14
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 9 de Setembro de 2017

A Rússia interfere em 27 países. E os EUA, em quantos?

Os EUA como não podem vencer os furacões continuam a chiar tudo o que lhes vem à cabeça.

A Rússia como os EUA, e estes em muitíssimo maior escala, sempre procuraram através dos seus meios de propaganda influenciar os outros países e mostrar o que de melhor possuem.

Os EUA apresentam-se como os vendedores do último grito em material de guerra e de morte. A Rússia, mais comedida dá a conhecer o progresso no campo da ciência e da agricultura.

Em 1959,trabalhava no Consulado de Portugal em Paris e não perdia um filme da URSS sobre as novas descobertas. Pela primeira vez vi limpa neves que engoliam gelo e vomitavam água a uma velocidade espantosa.

O saudoso Vice-Cônsul João Carvalho da Silva não deixou de me avisar que aquele interesse pelo cinema da União Soviética me podia causar problemas. Para compreender o mundo nada podia travar a minha necessidade de conhecimento.

Antes do 25 de Abril fui à RDA. Gostei imenso. A Organização, a limpeza eram iguais aos de uma Holanda, Suíça, Dinamarca. Só havia um pequeno senão. Sempre que tentava entrar no campo político, todos os sorrisos desapareciam. O medo estampava-lhes na cara e eu perdia de imediato a amizade e a delicadeza.

Gostei do país, gostei das pessoas, não gostei do medo.

Já em Portugal, com este vício de aprender e escrever para melhor entender o mundo, tentei aproveitar o bom da Democracia e do Comunismo e criar um novo sistema político que beneficiasse todas as pessoas, de maneira a dar-lhes maior sentido de responsabilidade.

Veio o catastrófico 25 de Abril. No Estado Novo sempre tinha escrito o que pensava. Com toda a liberdade apregoada pela demagógica Democracia fui processado e levado a Tribunal por, num artigo de jornal, ter avisado os militares que estavam a ser enrolados pelos políticos. Eram vários anos de cadeia.

No Estado Novo tinha feito muito pior, mas os Coronéis e majores da Censura, limitavam-se a cortar os artigos sem nunca me incomodar.

Onde quero chegar? À propaganda. A Comunicação Social atira-se à Rússia porque ela tenta interferir em 27 países.

E os EUA, em quantos interferem? Estes preferem destruir, humilhar, matar as populações como fizeram no Iraque, na Líbia e na Síria. Vamos ver como reagem à mudança da moeda da Venezuela para a China.

O terrorismo que a Europa sofre é culpa de quem, dos EUA ou da Rússia?

 

Anterior “Memorial de Peniche celebra fascismo que nunca existiu”

C.S

publicado por regalias às 07:03
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 8 de Setembro de 2017

Memorial de Peniche celebra fascismo que nunca existiu

Bem podem os sociais-fascistas comunistas insistir no antifascismo primário que já ninguém os acredita.

Só gente rude e inculta engole todas as patranhas que os instalados beneficiários de uma Revolução, autorizada por Marcello Caetano e aceite pelo povo, ainda continua a afirmar que o Estado Novo era fascista.

A resposta foi dada quando da eleição do Professor Oliveira Salazar, como o maior Português de sempre.

Os sociais-fascistas, se pudessem, tinham-se metido terra dentro.

A estupidez e a ignorância alicerçada na propaganda, na permissividade e nos videirinhos que vivem à custa da despesa pública, como não estão para se chatear, fazem todas as vontades aos recalcitrantes.

Ninguém está contra os nomes dos presos que estiveram em Peniche.

Para serem coerentes, os dependentes antifascistas da verdade, deviam também exigir colocar no memorial os mais de seis mil presos a seguir ao 25 de Abril acusados de nada. A parvalheira é abissal. Julgam os outros tão servis e burros como eles.

Por muito que queiram esconder estes 43 anos de roubos, assassinatos e grande corrupção não é possível.

O Estado Novo era bem mais democrático que todas estas democracias de fachada para engolirem os trabalhadores e mantê-los aparvalhados.

O exemplo está na Democrática América ou na Democrática Coreia do Norte e nos democráticos comunistas portugueses.

Aqui, os Governos Camarários pactuam com a estupidez em vez de esclarecerem os mentecaptos que berram contra eles próprios.

O não levar avante a construção de um empreendimento turístico no forte de Peniche é de uma cretinice de todo o tamanho.

A região perde uma fonte de rendimento considerável e estas aventesmas que se arvoram em antifascistas de sargeta, mais uma vez ajudam a afundar a economia e a dificultar a vida aos que ganham 557 euros mês.

Voltaram à asneira. A Autoeuropa perdeu cinco milhões em dois dias.

Ficam contentes: vence a Democracia. Morte ao trabalho e à inteligência.

 

Anterior “As potências do mal arfam ao som rouco da guerra”

C.S

publicado por regalias às 03:01
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 5 de Setembro de 2017

As potências do mal arfam ao som rouco da guerra

Acredito que no corpo humano habitam dois espíritos contraditórios.

Um bom, muitas vezes ingénuo, e outro agarotado, quase maligno, que aproveita as distrações do ser humano para o enredar em toda a classe de problemas.

O rufar dos insultos, das provocações, das ameaças e das vontades em desencadear uma guerra, muito mais violenta e dolorosa do que as estúpidas e infames guerras dos EUA contra o Iraque, a Líbia e a Síria.

Segundo a Embaixadora Americana na ONU, a Coreia do Norte está a pedir uma Guerra e a senhora uma ida ao psiquiatra.

A Coreia do Norte, China e Rússia já levantaram o material para o encontro mortal com os EUA, Inglaterra, França e, possivelmente, as potências nucleares associadas, mas com pouca vontade de aí meter os pés.

O problema para a Europa, principalmente para a França e Inglaterra é saber o que fazer se a Rússia se envolve no conflito. A Rússia está farta das perigosas garotices e imposições americanas.

Se a Inglaterra volta os mísseis contra a Rússia, de repente vê cair todas as pontes sobre o Tamisa, o Big-Ben, os palácios reais e as perucas dos guardas que os defendem.

Se ataca a Coreia do Norte, leva com a China em cima.

A França, das bravatas, encontrará de novo um outro General Pétain que a salvará da destruição. No final, o benfeitor é condenado por traição à Pátria por não deixar incinerar, nas aras da loucura, milhões de Franceses.

Desta vez, o espírito do mal é capaz de estar em vantagem. A Europa e o resto do mundo podem ter o Inverno mais abrasador de sempre.

A inteligência e a estupidez humana são imprevisíveis e incomensuráveis.

 

Anterior “Portugal está saturado de vendedores de balelas”

C.S

publicado por regalias às 01:49
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Setembro de 2017

Portugal está saturado de vendedores de balelas

A demagogia tem levado os trabalhadores a situações de miséria e de total descrédito por causa dos Partidos políticos.

Foram enganados com a canção da Democracia e da Liberdade desde o maquiavélico 25 de Abril, que todos pensaram ser um acontecimento natural e evolutivo da política portuguesa. Pelo contrário, foi um movimento de vândalos, acabados de chegar do estrangeiro, que enlearam os militares, enganaram os populares e transformaram Portugal num centro de libertinagem, de vadios, de demagogos e de corruptos que fatalmente irá terminar em tragédia.

Manipuladores da palavra, tornaram-se profissionais do engano. Do engano mais descarado e abjeto quando negam, com toda a desfaçatez aquilo que acabam de fazer.

Dois pequenos exemplos: quando o Jerónimo afirma que o Partido Comunista nada fez para influenciar a greve dos trabalhadores da Autoeuropa ao dizer que foram os trabalhadores que a votaram. Mas foram influenciados, dirigidos, e intimados pelos piquetes de greve da CGTP.

Os políticos acenam com 6 euros de aumento por mês nas pensões quando eles se aumentam largas centenas ou milhares.

O Jerónimo vem oferecer mais. Oferece aquilo que sabe que não pode dar. Ele e o PC não passam de paus mandados ao serviço do PS.

Prestem atenção aos aumentos que vão seguir-se de Ministros, Secretários de Estado, Deputados, Presidentes de Câmara, Diretores-gerais e todos os que lambem a gamela do Estado.

Comparem esses aumentos, aos 557 euros que recebe um trabalhador.

Reparem como os Partidos da Extrema-esquerda acham que passar de 557 para 580 é um grande aumento.

Preparam o gado que pastoreiam, iludem e humilham, sem tento na língua e vergonha na cara. Esta trupe tem sugado o povo e o Estado sem nunca prescindir das regalias.

A demagogia cobre-lhes o regougar das mentiras e das diversões como as viagens pagas a membros do Governo; trigo miúdo para esconder peixe graúdo.

Almeida Santos e seus comparsas na Assembleia da República fizeram pior. Alguém lhes tocou?

São todos democratas ao espalhar a demagogia que confunde e afunda os trabalhadores e faz prever um futuro bem negro para Portugal e para os filhos dos trabalhadores sujeitos à miséria do ordenado mínimo. Sustentam a família a grandes barrigadas de fome e vergonha.

O país está saturado destes vendedores de balelas.

 

Anterior “Os novos escravos são vítimas da sua fraca cultura”

C.S

publicado por regalias às 01:57
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 1 de Setembro de 2017

Os novos escravos são vítimas da sua fraca cultura

Esta greve na Autoeuropa deixou-me triste e revoltado.

Quando penso no Estado Novo e nos sacrifícios que todo o povo fez para recuperar um País, totalmente destruído pela bandalheira democrática vivida na Primeira República, é doloroso assistir à insistência do Partido Comunista em voltar a um período de greves que tem mantido Portugal em estado de quase morte lenta e que arvorando-se em arauto dos trabalhadores e na sua defesa, os tem arrastado sempre para o atoleiro onde, poucos meses depois do 25 de Abril, entraram e nunca mais saíram.

Portugal podia ser um dos países mais felizes da Europa. É dos mais tristes e menos crentes no futuro. Quando o futuro lhe foi aberto pela Europa que lhe tem desculpado os erros e ajudado a mostrar uma prosperidade de fachada.

As greves e os fracos políticos que demagogicamente governam fazendo a vontade aos ignorantes, têm sabido governar-se porque governando mal para contentar as exigências dos néscios, acabam sempre por os prejudicar enganando-os com aumentos de 6 euros, enquanto eles se aumentam escandalosamente como ainda há dias vimos um que por uma senha de presença de quatro ou cinco horas de conversa recebe cinco mil euros.

Foi a CGTP com as suas estúpidas greves que criou os escravos que continua a dominar com paleio para enganar idiotas.

Não há nenhum país que tenha sobrevivido às greves.

Salazar considerava a greve como o maior crime contra o povo porque o engana e inibe de estudar para ser mais facilmente manipulável.

O trabalhador que faz greve é escravo da ignorância, da sua fraca cultura que desemboca na estupidez e lhe garante um salário de fome.

A Autoeuropa conseguiu dar-lhes outro estatuto, fê-los respirar os ares da prosperidade. Mas o Partido Comunista prefere que exijam banalidades que os irão prejudicar.

Agora que a CGTP do PC viu na Autoeuropa uma oportunidade de aí entrar, vai fazer tudo para arregimentar mais umas centenas de escravos que continuarão enganados até às próximas eleições.

Desgraçados trabalhadores! Desgraçado país! Que infames massacram.

 

Anterior “A natureza da bestialidade na Autoeuropa”

C.S

publicado por regalias às 07:19
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 30 de Agosto de 2017

A natureza da bestialidade sindical na Autoeuropa

Os Sindicatos e os seus piquetes de greve forçam os trabalhadores mais incapazes a entrarem na miséria para que os Partidos da extrema-esquerda sobrevivam a eleições.

É o que acontece com os trabalhadores da Autoeuropa, tratados como lixo pelos seus camaradas sindicalistas que deste modo recusam a organização empresarial que luta pelo bem dos trabalhadores assegurando-lhes trabalho e melhores salários com um pequeno esforço suplementar.

Os Sindicatos portugueses não passam de seitas de terror organizado, com pele de cordeiro e intenções canalhas. Têm prejudicado sempre os trabalhadores e ajudado os burlões.

Portugal saiu da Primeira República quase desfeito. Foi salvo com muito sacrifício, trabalho, poupança e honestidade.

O 25 de Abril, que ninguém contestou, apresentou-se como o modelo da Democracia e Liberdade. Aquilo que aconteceu foi a destruição da família, a libertinagem desenfreada e o aproveitamento da incompetência.

Três classes desgraçaram Portugal:

Militares semianalfabetos apoiaram as primeiras ocupações de herdades, cerco de Comícios, roubos e saques como o da Embaixada de Espanha.

Políticos que montaram os ignorantes e difundiram a mentira e o engano encheram os bolsos, dizendo sempre sim a todas as reivindicações, por mais disparatadas e lesivas do interesse dos trabalhadores e de Portugal.

Sindicatos que através da escória violenta fazem greves que impedem o desenvolvimento de Portugal.

Com esta canalha a minar a Autoeuropa, os Sindicatos voltam a mostrar as suas intenções. Jogam no quanto pior melhor para que sindicalistas, a alto soldo nos Sindicatos e Partidos, mantenham a sua sobrevivência.

A infâmia desta gente não tem explicação. Portugal está perdido.

 

Anterior “Portugal, país de palermas inconscientes e apressados”

C.S

publicado por regalias às 07:09
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 29 de Agosto de 2017

Portugal, país de palermas inconscientes e apressados

O povo Português, o povo do trabalho e do sacrifício encontra-se no estado lastimoso em que sobrevive por culpa das aventesmas que, nestes últimos 43 anos, governaram o país.

Desde os quatro Governos comunistas de Vasco Gonçalves até aos dias de hoje, com raras exceções, Portugal foi governado ao sabor do engano e da ignorância.

Engano pelos Governantes que seguiram à letra o estribilho “é proibido proibir”.

A liberdade total deu na libertinagem abrangente que engoliu o povo, destruiu a classe média e criou a subclasse de oportunistas e lambe cricas que destruiu a família e continua a destruir Portugal.

Costa tem tido todas as oportunidades para dar a volta a esta desgraça. Com medo de perder apoios não se demarca dos ignorantes que forçam os Governantes a não desvalorizar as liberdades que devem resguardar a privacidade que faz distinguir o ser humano dos animais irracionais.

Quando a infeliz Graça Ferreira se expõe ao ridículo para mostrar a sua tendência lésbica e a Deputada Rubina vem exaltar a mulher e afirmar que precisamos de mais exemplos é o caminho para a sórdida degradação de um país de tontos que teima em desaparecer.

A escória da elite contamina o povo em vez de o elevar.

Portugal não consegue sair do charco em que caiu desde o 25 de Abril porque a maioria dos Governantes não tem classe, é inconsciente e age apressado por simpatia ou idiotia.

A confirmar a derrapagem, a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género vem, apressadamente falar em discriminação por causa dos livros para rapazes e meninas e a retirada dos mesmos dos escaparates das livrarias.

O Marcelo começa a ficar baralhado. Ele é, de facto, o homem em quem os portugueses depositam a esperança. Mas também ele dá uma no cravo e outra na ferradura, julgando assim equilibrar o barco.

São muitos anos de bandalheira e podridão. À recuperação económica é urgentíssimo recuperar a dignidade da pessoa humana.

Valha-nos santa Quitéria que é a santa dos tolos.

 

Anterior “Terrorismo Americano vomita ataque à Venezuela”

C.S

publicado por regalias às 06:28
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

18
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Ministros rotos não acred...

. Demagogia contínua à solt...

. O alvo a abater são os EU...

. A Rússia interfere em 27 ...

. Memorial de Peniche celeb...

. As potências do mal arfam...

. Portugal está saturado de...

. Os novos escravos são vít...

. A natureza da bestialidad...

. Portugal, país de palerma...

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds