Sábado, 31 de Janeiro de 2009

Os mastigadores de "notícias"

Toda a gente percebeu que, quando Cavaco Silva disse que o caso Freeport era um assunto de Estado, ele cometeu uma pequena gaffe, mas o mastigador de notícias imediatamente a aproveitou para a fazer repercutir na janela do Sapo e agora em algumas rádios.

Se quiséssemos enxovalhar estes seguidores mastigadores de tolices podíamos levantar o labéu de quanto paga o sol, à beira da falência, a estes que lhe fazem a publicidade.

E é assim que vai a desacreditada Comunicação Social.

C.S

 

publicado por regalias às 14:05
link do post | comentar | favorito
|

Sol de pouca duração

Os portugueses têm muitos defeitos, mas não são traidores nem gostam que os estrangeiros critiquem aquilo que só a nós diz respeito.

Quando um jornal, para se salvar da falência, lança mão de todos os estratagemas, mesmo dos mais ínvios, para vender mais papel, nunca terá vida longa.

Se todo o assunto fosse entre portugueses aceitava-se esta sangria desatada para encontrar culpados, mas são ingleses e nós conhecemo-los bastante bem. Utilizam a cabeça e todos os estratagemas para, se a operação não resultar, deixar pistas que lhes podem trazer outros dividendos.

Escrever que um indivíduo inglês mencionava uma reunião importante, em tal data, para resolver o problema, quando essa data coíncidia com o Conselho de Ministros é o mesmo que adivinhar que dois e dois são quatro.

Este sol é um espertalhouco com grande capacidade para perder leitores.

C.S

publicado por regalias às 09:23
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2009

O descrédito

Ontem insurgi-me contra os ingleses. Claro que há sempre algo que não esquecemos e que nos salta à memória quando nos pensamos atacados. Sei agora que aquilo que eles disseram contra o Primeiro-Ministro Português, afinal foi frase portuguesa. Daqui me penitencio.

Os jornais e revistas portuguesas, com a ânsia de vender papel acabam por vender enganos que eu e outros sofremos. Resultado: deixei de comprar revistas e jornais sensacionalistas e estou a pensar desligar-me das TVS. Vou governar-me com a Internet porque o descrédito da Comunicação Social é enorme. Até a TV do Estado manda gente à Grã-Bretanha explorar o acontecimento e alargar a mentira.

Esta gente ganha muito mais do que vale. Mas julga-se que vale muito porque lhe disseram que a Comunicação Social era o quarto poder. Era, quando se podia acreditar nela, agora vale tanto como um ovo podre.

C.S

publicado por regalias às 13:36
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2009

A salvação dos Lordes Britânicos e da rainha

Na tentativa de salvar suas excelências, os Lordes Britânicos e sua excelsa magestade, a hipócrita Albion resolveu, mais uma vez apontar armas ao velho aliado e atacar o Primeiro-Ministro português na tentativa de esconder e fazer esquecer os quatro corruptos lordes ingleses que trocam favores por libras. Aproveitam também a embalagem para ressarcir a rainha pelo mau investimento que fez no Outlet de Alcochete.

Os ignorantes filhos da Albion não sabem que Alcochete é terra de toiros, toiradas e peixe do que há de melhor no mundo.

Como não percebem de touros e de touradas levaram umas estocadas, foram farpeados, estão melindrados.

Os britânicos só valem pelos canhões. Nesta coisa de lutas de pulso ficou-lhes no goto os Magriços e as cacetadas.

Querem salvar os lordes e sua magestade? Façam como os da Somália. Voltem ao corso de que foram os grandes mestres e com grandes proveitos.

Portugal e o Primeiro-Ministro deviam merecer-lhes respeito, a menos que queiram receber o troco com juros acrescentados de recordações esquecidas.

C.S

publicado por regalias às 08:43
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 25 de Janeiro de 2009

Que mais nos sucederá?

Depois das catástrofes económico-financeiras, dos despedimentos em massa, e de até um país estar em falência técnica e os seus trezentos e pouco mil habitantes começarem a ficar loucos; a atacar imigrantes e a recorrerem ao suícidio para não resolverem coisa nenhuma, agora o tempo resolveu mostrar quem manda e manda chuva e vento de maneira violenta.

Que mais nos sucederá?

C.S

publicado por regalias às 11:53
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009

País complicado

A democracia está na moda. Ainda bem. Mas democracia não quer dizer que o Governo seja obrigado a ouvir todo o disparate e a dar-lhe seguimento. Se é assim então é melhor deixar de ter Governo; cada um faz o que quer e ainda se poupam largos milhões de euros.

Vem este arrazoado a propósito dos alunos surdos, que para sua melhoria de ensino, se juntaram do 1º ao 4º anos nos agrupamentos de escolas de Paranhos e Nicolau Nazoni.

Mesmo um ignorante compreende a enorme vantagem desta solução. Mas isto não é assim tão linear. Ignorantes não compreendem mesmo e lançam sempre a pecha que é discriminação.

Discriminação seria se não os ensinassem e se nos intervalos das aulas não os deixassem brincar e estar em contacto com os outros colegas.

Que país complicado, de gente pequena, bronca e disposta a tanto puxar pela democracia que ela ou rasga ou país se torna um país rasca e sem rei nem roque.

C.S

publicado por regalias às 14:15
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Janeiro de 2009

Tomem juízo

O PSD, o resto da oposição e mais cinco canastrões resolveram caçar votos e colocaram-se ao lado de sindicatos dominados pelo PCP, votando contra o Processo de Avaliação de Professores, para causar graves problemas ao Governo, sabendo que isso irá trazer graves consequências para o País.

A inconsciência é tal, que estes sujeitos sabem, que enquanto enfrentarem o Governo tudo vai bem, mas esquecem-se dos pais dos alunos que, enfurecidos pelas faltas dos professores e pela confusão que houve no primeiro período, podem partir para atitudes inesperadas e gravosas.

O PSD perdeu toda a credibilidade e devia ter mais contenção depois das faltas dos seus deputados e da rejeição da sua primeira proposta de não Avaliação.

Sabendo as dificuldades por que o País passa, forte e coerente tem sido o Governo que não cede à demagogia para salvar o povo, onde dois milhões são desgraçadamente pobres.

Estes deputados votam agora contra a Avaliação dos professores com medo de um dia também eles serem avaliados. Nesse momento veremos que dois terços não são mais que verbos de encher; os restantes decidem a seu belo proveito.

Ninguém acredita nos políticos. É pena, pois o povo tem-lhes facilitado a vida e enchido os bolsos.

Não esqueçam; professores e políticos, que a fome e o desespero são maus conselheiros. O momento é péssimo, não só em Portugal como em todo o mundo.

Tomem juízo. Não estiquem demasiado a corda.

C.S

publicado por regalias às 10:51
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


22
23

25
27
28
29
30


.posts recentes

. Estupidez não tem limites...

. Terrorismo aumenta na Eur...

. Castanheira de Pera, poem...

. Drones, o voo da próxima ...

. Prevenção e prudência pal...

. Greves. Bruxelas dá sinal...

. Cristiano Ronaldo, a dign...

. Felizmente há Marcelo

. Turistas e aprendizagem d...

. Valorsul e Amarsul são li...

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds