Quarta-feira, 28 de Setembro de 2011

Carrilho "descarrilhou"

Carrilho só tem uma coisa boa. De seu tem a náusea, o narcisismo e o voluntarismo que o faz ser incoerente. Chega a ser desonesto quando engana este povo ignorante, ingénuo e Maria vai com as outras.

Os anos de Primeiro-Ministro de Cavaco Silva foram os únicos em que Portugal progrediu a um ritmo superior ao de toda a Europa.

Se o senhor Carrilho quer fazer algo por este Portugal moribundo não confunda mais a opinião pública.

Carrilho é um homem inteligente, culto e conhece bem os jogos que o verbo pode musicar.

Carrilho, deixe-se de facilidades e de banalidades. O Governo e o Presidente já têm suficientes dores de cabeça para receber ataques de cernelha.

Não seja vulgar. Você tem cabedal para dar e vender, mas, de vez em quando, foge-lhe o pé. Seja coerente, inteligente e correcto.

Voltou ao namoro com o PS? Isso já deu o que tinha a dar. Eles não querem gente inteligente, preferem os domáveis e assim-assim.

Se é só para dar nas vistas, vá a uma festa com a Barbara. Você tem uma mulher bonita e simpática. Use as suas capacidades para ajudar e não para confundir. Lute pelo que pretende. Se não sabe como resolver a sua ânsia de protagonismo tem de se distrair e enfrentar os paparazzi passeando com a família.

Manuel Maria, deixe o Presidente em paz, ele tem mais que fazer e você só ganha um ou dois minutos de atenção.

Carrilho, não descarrilhe.

C.S

publicado por regalias às 16:42
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Setembro de 2011

Revolução líbia? Não. Invasão, e morte de árabes

O descaramento das Nações Unidas ao aplaudir a "revolução líbia" é semelhante ao de Al Capone quando declarou a sua inocência pelos crimes cometidos.

Todo o mundo sabe que não houve qualquer revolução ou algo parecido com um levantamento popular. Houve sim um pequeno movimento contestatário, muito menor do que houve em Londres ainda há pouco.

Na Líbia, esse movimento foi aproveitado por Sarkozy, Cameron e Obama para invadirem um país soberano e chacinarem dezenas de milhar de árabes com a finalidade de ocupar território e sugar ao máximo todas as riquezas da Líbia sem se importarem com o monstruoso crime que causou e continua a causar o sofrimento a milhões de árabes e aos imigrantes que aí se encontravam a trabalhar.

Podem, os amigos do alheio, gritar de satisfação ao tentar enganar o mundo, que a mentira da "revolução" é tão grande como a sua bestialidade e insensatez.

Se os três monstros de fealdade e maldade continuarem a saga e os bombardeamentos sucessivos, a Europa não escapará à vindicta, assim como os ingénuos e crédulos americanos.

Por causa de três inconscientes, e do coro de videirinhos que agora bate palmas, será o povo trabalhador e que, confiante, lhes entregou os mandatos não para assassinar, invadir, destruir outros países, que irá pagar, com língua de palmo, as palmas destes imbecis, e dos subservientes unidos, mas gananciosos que só vêem o lucro imediato e não as consequências futuras.

O mundo voltou a sofrer de esquizofrenia momentânea.

Os Hitleres ressuscitados batem palmas pelo funeral dos árabes.

Duvido que a alegria dure muitos anos.

C.S  

publicado por regalias às 07:23
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 18 de Setembro de 2011

Os tiranetes deste mundo

Há pouco ouvi, no programa "Visão Global" da "Antena Um", o embaixador José Cutileiro chamar tiranete a Kadhafi e aldrabão ao Presidente do Irão.

O "Visão Global" é um programa que oiço sempre que posso. É bem feito, demagogia pouca ou nenhuma, com excepção de hoje, e com assuntos de interesse.

José Cutileiro é um homem culto, viajado e explica-se bem sem cair no facilitismo. Mas hoje, ao homem deu-lhe para asneirar.

Ao falar de Kadhafi e depois de lhe chamar tiranete, José Cutileiro reconhece que fez prosperar o país e que ajudou todos os seus colegas africanos ao contrário dos outros tiranetes que só pensaram neles.

Diz José Cutileiro que isso era porque ele queria dar nas vistas. O José só vê de um olho. O olho do embaixador, sempre a bem com os vencedores.

O salário na Líbia, per capita era de 14 900 dólares, os hospitais e escolas gratuitos, o progresso e bem-estar do país era evidente. A ideia da União Africana era o salto para esses países. Mas o José Cutileiro, embaixador, não acredita. Prefere o africano ignorante e gemente, subindo a pulso as benesses da vida.

José Cutileiro diz que, sem a intervenção dos carrascos Líbios, a palavra é minha, Kadhafi teria feito um massacre enorme. Isto baseado em 1200 opositores que ele já tinha eliminado há uns anos atrás. Ó José Cutileiro, comentador residente, bem pago pela "Antena Um": então os invasores, os tiranos e a NATO, já mataram mais de cem mil, fizeram deslocar mais de um milhão de inocentes, destruíram as infra-estruturas de um país, roubam-lhes o petróleo, fazem da Líbia um protectorado que os líbios pagarão com o suor do corpo, e você acredita que Kadhafi seria pior do que os assassinos que enchem de bombas e morte, as cidades e aldeias da Líbia?

A "Visão Global", de hoje, valeu pela inteligência da Márcia Rodrigues e de Mahmoud Ahmadinejad, Presidente do Irão.

O rapaz que anda pela Líbia, a fazer pela vida, ainda vai dar em político. Ai, vai, vai, ou ele não se chame Zé Manel e não tenha, como o Cutileiro, um só olho.

C.S

publicado por regalias às 14:23
link do post | comentar | favorito
|

NATO, escola de facínoras e de assassinos de árabes

Com a justificação de proteger 500, 1000 ou 2000 opositores a Kadhafi, a NATO transformou-se na organização mais abjecta do Planeta, émula das organizações nazis e das limpezas étnicas em larga escala.

Kadhafi serve-lhe de desculpa para matar árabes, tal como o repugnante Bush fez com o Iraque e Hitler com os ciganos e os judeus.

A NATO já matou, a sangue frio, mais de cem mil árabes indefesos e pôs em debandada mais de um milhão de mulheres e crianças árabes.

O mundo está louco? Vale tudo por uns poços de petróleo?

Como podem, três escroques e um assassino, chefe da NATO, notoriamente atrasados mentais, em nome de uma causa humanitária inventada, destruir um país próspero e matar o povo?

Ninguém vê que as consequências, mais cedo ou mais tarde, mas em tempo breve, serão desastrosas para todo o mundo?

Que monstros assassinos são estes militares da NATO que fazem tremer de medo a China e a Rússia?

Toda a gente sabe que a minoria rebelde, apesar de fortemente armada pela NATO e transportada, para atacar os seus irmãos de raça, não consegue qualquer sucesso antes que a NATO lhes limpe o terreno com ataques indiscriminados e devastadores que matam crianças e aterrorizam os mais jovens.

A "protectora e humanitária NATO" lançou-se em fúria contra Sirte, mais uma cidade mártir. As bombas já destruíram hotéis, hospitais e casas particulares. Os mortos contam-se às centenas. Os feridos são um número indefinido.

Afinal quem são os rebeldes? São os menos de 2000 opositores a Kadhafi ou é esta crapulosa NATO que é altamente paga para matar e para facilitar a extorsão?

Sarkozy, Cameron e Obama cometem o maior genocídio do século XXI só por uns poços de petróleo e pelo pagamento da reconstrução, à ocidental, de tudo quanto foi destruído.

Sarkozy, Cameron e Obama sabem que Kadhafi nunca aceitará ficar sob o domínio desta gente desprezível. É por isso que eles o perseguem. Para que ninguém lhes conteste as vis acções.

A história é simples e própria de facínoras mentecaptos: Sarkozy para pagar um empréstimo de Kadhafi pediu ajuda aos outros dois coitados e por alguns milhões de dívida resolveu destruir um país e incinerar biliões e biliões de dólares juntamente com os mortos árabes.

Estranho modo de negociar. Infelizes árabes.

A NATO nunca mais será a NATO. Ela transformou-se numa escola de assassinos profissionais.

Os povos não acreditam em canalhas, em ladrões e em assassinos.

Sarkozy, Cameron e Obama não prestam. Eles não valem a vida de um único árabe.

C.S

publicado por regalias às 07:06
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 16 de Setembro de 2011

Burlões roubam, dizimam e espezinham árabes

O mundo ocidental perdeu toda a credibilidade. A vigarice, o compadrio, a mentira despudorada cobrem todas as suas acções.

A China, a Rússia, o Brasil e a Índia são as potências que os povos olham com alguma esperança.

Sarkozy, Cameron e Obama, tal como o asqueroso Bush, lançaram lama sobre os seus povos e milhares de mortíferas bombas sobre árabes indefesos.

Se há criminosos, Kadhafi, em comparação com os monstros de destruição, do descaramento e senhores da grande burla, como são Sarkozy, Cameron, Obama e como foi Bush de quem seguiram o exemplo e a impunidade quando destruiu o Iraque e matou quase um milhão de árabes, Kadhafi é, certamente, muito mais honesto.

Kadhafi levantou uma nação livre e próspera. Soube distribuir riqueza e a descentralização do país. Kadhafi só pode ser admirado pelos árabes, por muitos defeitos que tenha.

A Líbia vai ser o pé de Aquiles da Europa. Oxalá que eu me engane.

Podem todas as instâncias internacionais, vendidas ao ocidente, clamarem contra Kadhafi por causa de ele tentar sufocar um pequeno tumulto, mas esquecendo, deliberadamente, o genocídio cometido pelo Sarkozy, pelo Cameron e pelo Obama, que o mundo nem é parvo nem é cego.

Sarkozy, Cameron, Obama e o assassino dinamarquês Anders Rasmussen não só aterrorizaram mulheres e crianças, como despejaram sobre o povo centenas de milhares de bombas.

Os assassinos fomentaram a guerra, incitaram à discórdia e transformaram a Líbia, como já tinham feito ao Iraque, num país miserável quando antes era rico.

Estes três introduziram assassinos militares, a coberto da NATO, e armaram, uma minoria rebelde, com o que há de mais sofisticado em armamento.

Três burlões e centenas de Organizações internacionais, que eram honestas, vivem agora, como chacais, à espera da capitulação total árabe.

Não vai ser fácil. O mundo não se deixa enganar pelos burlões da política que invadiram a Líbia, sem qualquer razão, minimamente válida, para que tal acontecesse com esta fúria e com esta maldade.

Os três inimputáveis burlões, Sarkozy, Cameron e Obama, causaram a destruição de um país próspero.

Sarkozy, Cameron e Obama dizimam e espezinham a dignidade e a honra de todas as nações árabes.

C.S

publicado por regalias às 07:01
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 10 de Setembro de 2011

O crime de Sarkozy, Cameron, Obama e Bush

Aquilo que está a acontecer no Egipto vem provar que os meus avisos sobre os crimes praticados contra a Líbia e contra o Iraque poderiam ter consequências muitíssimo graves a nível mundial.

Para os árabes, morrer pela sua terra ou pelas suas convicções, é uma bênção, é um dever sagrado é a maior de todas as felicidades.

Sarkozy, Cameron e Obama ao invadirem, matarem e destruírem a Líbia cometeram um crime vergonhoso e infame, mesmo que coberto pelos políticos dos países que tiveram de embarcar no escândalo e no genocídio do povo árabe.

Sarkozy é um garoto impulsivo e ganancioso, Cameron, como judeu, odeia os árabes, e Obama, árabe bastardo, é um ingénuo que deve estar arrependidíssimo do morticínio árabe.

Esta explosão de ódio que aconteceu ontem contra a embaixada de Israel no Cairo terá de colocar de sobreaviso todos os judeus do mundo e todos os ocidentais com maior visibilidade.

Os egípcios que atacaram a embaixada de Israel não são políticos. O ódio cega-os. Não se importam dos submarinos nucleares, nem dos bombardeiros, nem dos Mirage, nem dos mísseis. Para eles morrer às centenas, desde que matem dois ou três, já é muito bom.

A invasão árabe da Europa pelos fugitivos do norte de África provocada pelo Sarkozy, Cameron e Obama, irá, caso estes assaltos aos países árabes continuem, provocar uma onda de assassinatos em massa e a destabilização das sociedades.

Bush, o homem mais odiado em todo o mundo, não serviu de exemplo reflexivo ao pusilânime Sarkozy, ao Cameron e ao Obama.

Sarkozy só avançou com a besteira porque o Cameron e o Obama acreditaram no garoto sorridente, inconsciente e maldoso. Sarkozy é um tímido e um cobarde.

Estes três, como políticos não prestam. Puseram em perigo os países que governam e o mundo que reage por mimetismo.

Tenho muitos amigos Franceses, Ingleses e Americanos. Árabes não tenho nenhum. Mas será a favor dos árabes que me baterei até que o entendimento e o respeito entre os povos seja universal.

C.S

publicado por regalias às 09:20
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

14
15
16

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Trump na boca dos repugna...

. João Soares preferia a de...

. Bush, Obama e outros imbe...

. Democracia desculpa corru...

. Trampadisenteria contra o...

. Antena1, Línguas, Ensino ...

. União Europeia e as sançõ...

. CDS, no futebol dá toques...

. Autoeuropa: pica a cevada...

. Os loucos irresponsáveis ...

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds