Sábado, 28 de Julho de 2012

Os brancos e os vermelhos em Portugal

A verde é vermelha comunista. E tal como os comunistas portugueses tudo nela é mentira de esforço a favor de Portugal. A verde vermelha, esganiçada, feiosa e ululante é uma fazedora de jeitos ao PC e trejeitos ao BE, os Partidos antiportugueses que temos de sustentar no Parlamento porque a democracia obriga a proteger todos os animais.

Todos votaram contra o Prof. Hermano Saraiva. Votariam a favor do resto de criminosos regimes comunistas. Que patriotas, estes pantomineiros!

São brancos e vermelhos os que existem em São Bento. A verde não conta na cor, que é fraude.

A redução de Deputados é urgente. Mas tanto os brancos como os vermelhos, defensores dos trouxas que lhes dão mama, recusam a limpeza.

Nem o PSD nem o PS querem chatices. Este é o país do não-te-rales que isto passa. São todos muito democratas. Mandam que o povo pague enquanto tiver um cabelo para entregar.

Vem isto a propósito daquela rapariga branca, a Isabel, que se absteve no voto de pesar ao Professor Hermano Saraiva. Até podia ter votado contra, o efeito era o mesmo, ou saído do hemiciclo para não votar, que o pai Adriano Moreira compreendia. Saraiva teve algumas discordâncias com Adriano. O pai fez saltar o Prof. da cadeira. Este não gostou da atitude. Um de Trás-os-Montes, outro da Beira, dois de antes quebrar que torcer. Tornaram-se inimigos. A Isabel votou pelo pai contra o defunto.

A direita, vestida à socialista, luta por dinheiro e princípios. A esquerda luta por dinheiro e destruição sem princípios.

Adriano fez saltar Hermano como Freitas fez saltar Narana para garantir a reforma. O dinheiro, sempre o dinheiro de quem tem dinheiro e quer mais dinheiro.

Estes brancos e vermelhos valem zero.

Os brancos e vermelhos são a desgraça deste país de fingidos que vota em anedotas parlamentares, que chamam Ministros para lhes fazer perder tempo quando eles não conhecem o conteúdo da matéria a discutir, como aconteceu há dias com o Ministro da Saúde ou com o erro das Freguesias em Lisboa.

Duzentos e trinta Deputados. Quatrocentos e sessenta olhos vidrados na fortuna que recebem todos os meses.

Como terminará a desgraça? Em drama, ou em tragédia?

C.S

publicado por regalias às 06:00
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Julho de 2012

Os sindicatos da bestialidade em Portugal

Em qualquer país civilizado e democrático, os energúmenos que saltem sobre os carros e chamem filhos de puta aos ministros, são identificados e levados a tribunal. Aqui o Governo está à espera que lhe aconteça o mesmo que ao Sidónio e ao António Granjo para ter honras de funerais nacionais.

O que é demais cheira mal, diz o povo. Democracia sim, laxismo não.

Foi a escória comunista da CGTP mais os arrivistas que chegaram a Portugal que levaram este País à bancarrota e ao desespero em que se encontra.

O celerado Cunhal albergou no Partido Comunista toda a ralé que sempre fugiu do trabalho e preferia copos e fados.

Cunhal soube aproveitar os "artistas" da Comunicação Social, os fadistas e cantadores oportunistas, os atores a dar para o lado contrário, e todos os chulos do Cais do Sodré para destruir o País gritando fascismo, ditadura e liberdade.

Os únicos fascistas, que eu me lembre que existiram e continuam a existir em Portugal são os comunistas cujo epígono mor está espelhado na cara do Comunista fascista Jerónimo de Sousa que se dá ao desplante de acirrar a alcateia que continua a secretariar até ser substituído pela Alda.

O Jerónimo mais os outros Deputados, que chupam ao povo milhares de euros por mês, são incapazes de prescindirem de dois terços do exagero que recebem para assim mostrar que o "altruísmo" deste nefando Partido Comunista", não é tão mau como o pintam.

Estes comunistoides e a bestialidade do sindicato que lhes dá a cobertura ou mudam radicalmente de atitudes ou sujeitam-se que ao saltarem para cima dos carros, o povo perca a cabeça e lhes salte em cima já que o Governo continua a não ter tomates para manter a ordem.

C.S

publicado por regalias às 06:05
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Julho de 2012

Crime contra a humanidade na Líbia impede solução Síria

O genocídio do povo Líbio, cometido por três abortos humanizados por acidente, impede que o caso Sírio continue sem solução.

Vladimir Putin e Hu Jintao foram miseravelmente enganados pelo Conselho de Segurança. O massacre Líbio feito pelos militares assassinos da NATO foi um dos maiores horrores cometidos por gente sem escrúpulos e a comando de mentecaptos que foram colocados por gente inconsciente à frente de Nações que não mereciam ficar misturadas nos crimes praticados.

O ataque contra a Síria está a ser preparado com a mesma desfaçatez e crueldade. Diz-se às Forças de Intervenção que saiam do terreno, acusa-se o Governo, que se defende dos terroristas a soldo de mercenários, e de repente, aviões tripulados ou não irão descobrir os esconderijos governamentais e incinerá-los como fizeram aos Líbios.

A finalidade destes infames humanistas é destruir o Irão, ao fazer-lhe o cerco e colocar aí forças que mantenham a Rússia e a China em respeito.

Dito isto, desta maneira simples, até parece improvável que a Rússia e a China contra-ataquem para não sacrificarem os seus próprios povos. É com isto que contam os dois insensatos que restam do primeiro trio de assassinos.

A Comunicação Social tem dado largas ao apoio concedido aos incendiários dos povos Árabes. Fez isto, asquerosamente, com a Líbia. Está a fazer o mesmo com a Síria. É a grande conivente com os novos salteadores e assassinos do ser humano. 

O mundo está entregue à bicharada. Será que desta vez ficará alguém para fazer o enterro?

C.S

publicado por regalias às 05:56
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 18 de Julho de 2012

Mário Soares, o ditador da desfaçatez

"A população está a reclamar um novo Governo" diz o Mário que sabe de bancarrotas e de todas as batotas para que o povo coma bolotas e ele encha a pança com viagens e outros banquetes à custa dos inocentes que acreditaram neste salvador da liberdade que semeou a fome e a miséria.

Quem é que ouve o Mário, o Almeida Santos e os outros libertadores da mesma igualha agarrarem nos milhões que escondem e os disponibilizem ao Governo para acabar com TROIKAS e com esfomeados?

Morrem ricos, estes libertadores da mentira, e serão odiados para todo o sempre, estes governantes dos seus interesses e conselheiros da mentira e desespero.

Mário é um conservador nato. Ele exige que se mantenha o DR.

Enquanto o Almeida não lhe explicar que a Europa prefere as competências às aparências, o Soares que foi sempre de aparências e espetáculo pago com o dinheiro que hoje falta em Portugal é pelo DR da ignorância e da preguiça.

O Mário aprendeu tudo com o pai despadrado, que no Colégio Moderno exibia com orgulho a Bandeira da Mocidade Portuguesa, uma Organização para a juventude que o Mário e os seus comparsas de Governo proibiram e destruíram sem a substituir. Agora quem quiser usufruir das mesmas modalidades, que antes eram gratuitas, tem de despender milhares de euros.

Grande Mário, que protege os ricos e as elites e engoda o Zé pacóvio!

Este Mário do povo, que reclama um novo Governo, é o mesmo que desgovernou durante duas décadas e meia,

bem medidas, Portugal.

É preciso desfaçatez e falta de senso, ó Mário. Que belo ditador do erro e do engano, você saiu. Que lábia!

C.S

publicado por regalias às 05:58
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 17 de Julho de 2012

Bispo louco e de barriga cheia

Se isto fosse uma democracia a sério, quando um Bispo apelidasse de corrupto todo um Governo e o qualifica de Gang, este Bispo branco e de barriga cheia tinha de provar as acusações com a apresentação de factos concretos.

Este Torgal sabe-se imune às sanções. Está protegido pelos rotos e pela Santa Madre Igreja.

O gajo, como dizia um amigo meu, que o conhece desde o tempo da escola, conseguiu com a lábia religiosa, ganhar milhares e espalhar a insânia para que ninguém lhe peça contas e lhe pergunte quanto reparte com os pobrezinhos que, ele, pinoca delicodoce, diz defender sem que para isso pratique a caridade por atos concretos.

As televisões e os jornais aproveitam estes truões mitrados para distrair o povo e aumentar as audiências.

É certo que o país está cheio de palhaços, mas palhaço Bispo é espécime mais rara.

Há um em Portugal, o Torgal, e mais um ou dois com vontade de agarrar na pandeireta e pinotear na praça pública.

O Vaticano pode limpar as mãos à parede com este Bispo amestrado e desbocado. Julgo que o homúnculo, com a pressa de mostrar trabalho, vai deitar a Santa por água abaixo.

Razão tinha Marcelo Caetano que, em carta enviada do exílio, acusava também os tonsurados pela situação a que o País chegou, dizendo: "...pela manobra da Igreja preocupada em não perder algum comboio vindouro..."

O político não se enganou. A Igreja manda os seus batedores apalpar terreno e se puder papa tudo o que estiver ao seu alcance com a graça de Deus que fica com a fama, e os Bispinhos com o proveito e com a cama.

Desgraçado País este, que foi terra de Santa Maria, e agora é pasto de Bispos loucos e de barriga cheia.

C.S

publicado por regalias às 05:58
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Julho de 2012

O Ministro Relvas e os imbecis

Desde o 25 de Abril que o ensino em Portugal não passa de uma bandalheira onde vale tudo.

Quando a Europa sugere equivalências a troco de competências e diz como isso é feito nos países ricos e desenvolvidos, Mariano Gago coloca em Lei a orientação recebida.

Mas em Portugal prefere-se um licenciado incompetente a um licenciado pelo valor e capacidades demonstradas.

É o país do faz-de-conta, da rebaldaria, da bandalheira, do engano, da demagogia frontal do Louçã, à demagogia subliminar, corrosiva e velhaca de um Marcelo que aponta seraficamente outros, ou para os afastar do caminho do lugar que ele pretende na Presidência da República, caso do Marques Mendes, ou para distrair o povo com um Jardim festivaleiro, que goza com o pagode e quer recuperar anos perdidos de faculdade pelo trabalho agora apresentado.

O Ministro Relvas que tem mais do que curriculum pelo trabalho apresentado serve para fazer esquecer a avaliação dos Doutorados à pressão, as avaliações de médicos e de professores, a RTP e o canal quase vendido, as Juntas de Freguesia e tudo aquilo que a Comunicação Social, conluiada com todas as abóboras chochas e endinheiradas pretenda que não se faça para que tudo continue na mesma e os Governos sejam governados pelas mãos invisíveis que ditam o que bem entendem.

Só Salazar travou estes Bocassas e por isso lhe chamaram Ditador, sabendo que o Ditador assumido foi o simpático General Carmona, colocado ali pelos seus colegas militares.

Nunca o malabarista do Professor Marcelo, sabedor e conhecedor do assunto o veio declarar. Todos se calaram porque o Chefe do Governo é sempre o alvo a abater. É aquilo que querem fazer a Passos Coelho. Começam por querer eliminar o Relvas, que é osso duro de roer, e depois papam o Passos que é mais macio e mais doce de boca.

Os imbecis têm ideias manipuláveis e realizáveis que nem eles próprios entendem, mas que resultam sempre a favor da preguiça, do braço no ar, de mais uns subsídios para cinema, para o teatro e sempre com ela fisgada de que enquanto o pau vai e vem folgam as costas.´

Só que a conta vai sempre parar ao burro que os carrega.

C.S

publicado por regalias às 05:58
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 7 de Julho de 2012

A cumplicidade dos M de Comunicação Social

Miguel Relvas serve de chamariz para vender jornais, revistas, ouvir rádios, ver televisões e em todos estes meios de Comunicação Social se repete, se insiste e se alimenta a calhandrice portuguesa sem qualquer distinção entre qualquer um destes órgãos.

Tal como a vadiagem, os Meios de Comunicação optam pelo mais fácil.

Estamos no país do entretém, do engano, do esconde-esconde.

Em vez de falarem de assuntos sérios, de chamar a corpo de notícia tudo quanto se pode fazer para sairmos da situação em que nos encontramos, estes papagaios de papel e de paleio requentado preferem esconder o que eles próprios fazem, quanto ganham os seus administradores, de onde lhes vêm os capitais. Já que desejam fazer coscuvilhice podem aproveitar o muito dos meandros em que estão envolvidos para entreter o pagode e vender o produto.

Perdemos tempos com ninharias para esconder a verdade e o cerne de tudo quanto tem acontecido depois do 25 de Abril de 1974.

A Comunicação Social foi cúmplice da desgraça em que Portugal caiu. Apontou sempre o fútil, o acessório e protegeu a canalhada que destruiu, roubou, estragou e subiu a lugares onde nunca devia ter entrado.

Portugal continua um país minado por uma esquerda acéfala e protegida por esquerdistas de meia tijela, que são esquerdistas para dizer que estão na moda e direitistas para sacar, neste saco roto, tudo quanto puderem sacar.

O atraso deste país, com p pequeno, deve-se em grande parte aos meios de Comunicação Social que, desde o 25 de Abril têm privilegiado os mexericos e as intrigas para entreter um povo ignorante, o qual, com estas importantíssimas notícias de mexericos, nunca passará da cepa torta.

C.S

publicado por regalias às 06:10
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12


22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. EUA andam à procura de sa...

. Moção de Censura, suicídi...

. Andam a brincar com o fog...

. P.R reforça a confiança e...

. O fogo é como o terrorism...

. Fogo nas facilidades, na ...

. Futebol. Maus professores...

. Mário Centeno dá baile na...

. Os jovens que estudam fic...

. Portugal perdeu o rumo, v...

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds