Segunda-feira, 9 de Outubro de 2017

Fogo num país que arde lentamente

Desde há 43 anos que o país é consumido pelo fogo do engano, da corrupção descarada sem freios, e do fogo no sentido literal do termo que é ateado por imbecis que não têm outro meio de vingar as suas desgraças do que pegar fogo às desgraças alheias.

A arraia-miúda não acredita em ninguém e exige que lhe digam como foram, são e vão ser distribuídos os dinheiros que pagam os mortos e as courelas ardidas.

De imediato tudo foi esclarecido.

O mesmo não acontece com os milhões dos políticos e seus amigos.

Quando há tempos um oligarca foi julgado por um desvio de mais de 300 milhões de euros, o juiz não o condenou a um só euro porque disse que sabia que ele tinha roubado, mas que não conseguia encontrar provas.

O homem inchado, e que já foi Ministro, é compadre de outro grande senhor. Um é do PSD, o outro do PS.

Está escrito nos astros, como esta Democracia de liberdade, libertinagem e riquezas, não passa de um chorrilho de mentiras e vilanias de políticos, amigos e companhia.

Salazar, como Ministro das Finanças, equilibrou o Orçamento que a Democrática Primeira República tinha sempre mantido no vazadouro público, a que as greves e golpes de Estado tinham levado. Estes já contam 43 anos de Orçamentos com défices abissais e dívidas a caminhar para os 300 mil milhões de euros.

O país arde lentamente. O calor não ajuda à crença.

Oxalá me engane, mas esta paz podre começa a cheirar mal.

 

Anterior “Chinês vai ser a língua do futuro”

C.S

publicado por regalias às 07:33
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Os jovens têm de saber ti...

. Saber ouvir, saber pensar...

. Exército Europeu para aca...

. O Panteão e os Pantaleões...

. Os bacanais dos Bispos em...

. Um país de pataratas e a ...

. Salvar Portugal: divulgar...

. Aprender naturalmente, se...

. Robots, bem-vindos a Port...

. Os 80% dos médicos que fi...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds