Quinta-feira, 27 de Julho de 2017

Salazar, o Homem mais inteligente e honesto de Portugal

Passam hoje 47 anos que Salazar faleceu.

Chamado em 1928 para o Governo da Ditadura Militar, foi quatro anos Ministro das Finanças e 36 Presidente do Conselho (Primeiro Ministro).

Com a saída da Constituição de 1933, o Governo da Ditadura Militar passa a Estado Novo.

Novo porque se atualiza, melhora à medida que avança no tempo.

Partindo da miséria e sem dinheiro, motivo pelo qual a Ditadura Militar o chamou para o Governo, Salazar subordina o dinheiro ao trabalho. Explica por que o faz e como o faz.

Sem rádios e sem televisões, Salazar, através dos jornais dá conta do que pensa fazer para reverter a miséria em prosperidade através do trabalho, da ordem e da determinação de todos os portugueses.

Estas ideias estão todas nos seus discursos. Os resultados são reais. A partir de 1950 até 1974, o crescimento de Portugal foi mais de 6% ao ano, o maior de toda a Europa.

Para Salazar, contrariamente ao propalado por Soares e Cunhal, a liberdade é fundamental. Recusa o liberalismo, o populismo, o marxismo e o totalitarismo por serem incompatíveis com o desenvolvimento humano.

Aos plutocratas define-os em “Problemas da Organização Corporativa”:

“O plutocrata não é nem o grande industrial nem o financeiro: é uma espécie híbrida, intermediária entre a economia e as finanças; é a “flor do mal” do pior capitalismo.

Mais adiante acrescenta: “não conhece os direitos do trabalho, as exigências da moral, as leis da humanidade.”

Quase a finalizar: “O plutocrata age no meio económico e no meio político sempre pelo mesmo processo – corrompendo.”

Este é o verdadeiro Salazar, aquele que pode ser confrontado com a sua obra, o seu exemplo, a sua honestidade.

Portugal com Salazar saiu da miséria em que estava atolado, tornou-se um Estado saudável, feliz, próspero, a caminho do bem-estar que a estupidez e a cupidez política, militar e a dos oportunistas transformou em caos, dívida enorme e miséria ao desfazer a família através da libertinagem, ao permitir roubos, esconder assassinatos e proteger corruptos depois do 25 de Abril.

Salazar viverá sempre na memória dos Portugueses.

 

Anterior “A riqueza da Democracia e os malefícios da Demagogia”

C.S

publicado por regalias às 05:52
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Os jovens têm de saber ti...

. Saber ouvir, saber pensar...

. Exército Europeu para aca...

. O Panteão e os Pantaleões...

. Os bacanais dos Bispos em...

. Um país de pataratas e a ...

. Salvar Portugal: divulgar...

. Aprender naturalmente, se...

. Robots, bem-vindos a Port...

. Os 80% dos médicos que fi...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds