Terça-feira, 23 de Outubro de 2018

Greve do descaramento de enfermeiros cangalheiros

Estes grevistas, verdadeiros vírus da morte por não a evitarem, como disso foi exemplo a recusa ao não socorrerem as vítimas da Legionella no Concelho de Vila Franca de Xira.

Neste momento, os descarados pedem que as pessoas, suas possíveis vítimas lhes ofereçam 300 mil euros para ficarem de corpo ao alto, enquanto os burros que vão na conversa tenham o caminho do cemitério totalmente franqueado.

Os grevistas abriram uma Crowdfunding. A raiz da palavra Crow significa corvo.

Pois estes Corvos do esbulho e da morte, que no mínimo recebem dois ordenados mínimos, recusam-se a esperar que os Governos tenham o suficiente para acudir ao descontrolo que desde há 44 anos tomou conta do país, esbanjando dinheiro, dando-o de maneira totalmente acéfala.

Agora, falta para tudo. As greves agravaram a situação.

Todos os oportunistas e chantagistas se aproveitaram da “Pesada Herança” que Marcello Caetano pensou que aguentaria dez anos de desvario, mas, passado um ano de Governo do louco comunista Vasco Gonçalves, estava no fundo. Nos Governos do Soares colapsou na totalidade. Mas ele e outros iguais a ele morreram podres de cheiro, vómitos e riqueza.

Como diz um amigo meu, “lavar a cabeça a burros perde-se o sabão e o tempo”.

Fiquemos então à espera dos beneméritos da estupidez e do crime pago.

Tudo é possível. Enquanto o país não rebentar, a festa dos insensatos, contínua.

 

Anterior “Comissão Europeia oferece viagens de um mês a jovens”

C.S

publicado por regalias às 11:07
link do post | comentar | favorito
Sábado, 20 de Outubro de 2018

Comissão Europeia oferece viagens de um mês a jovens

O programa “Discover UE” da Comissão Europeia tem 12 mil passes gratuitos para viajar durante um mês pelos países da União Europeia.

Para te candidatares tens de ter 18 anos de idade a 31 de Dezembro de 2018 e poderes viajar durante um máximo de 30 dias entre 15 de Abril e 31 de Dezembro de 2019.

Para saberes mais vais ao Portal Europeu da Juventude. A seguir esperas pelo resultado de avaliação das candidaturas.

Os que forem aceites vão conhecer os resultados, em Janeiro de 2019, para poderem viajar de Interrail grátis no programa “Discover UE”.

Desta informação que reporto de muito útil para o teu conhecimento e desenvolvimento, caso estejas interessado trata de saber mais.

O Comissário Europeu para a Educação, Cultura, Juventude e Desporto é Tibor Navracsics.

Há pouco mais ou menos quarenta anos, uma das minhas filhas aproveitou uma destas viagens pela Europa em Interrail.

No meu tempo, não existiam estas benesses, mas havia outros meios para quem queria viajar sem pedir aos pais que despendessem dinheiro.

Na altura o escudo era muito forte. Tínhamos essa vantagem, mas dinheiro é dinheiro e havia um incentivo geral: “Salazar manda produzir e poupar” que, tanto pobres como ricos seguiam sem discutir.

Quando tive vontade de conhecer todos os povos da Europa e as suas vivências telefonei para algumas Embaixadas a saber se nos seus países havia Campos de Trabalho para jovens.

Estive em vários, mas aqueles de que mais gostei foram os do Reino Unido. Trabalhava uma semana e o dinheiro dava-me para percorrer a Inglaterra durante duas. Quando o dinheiro principiava a escassear voltava a um Campo de trabalho onde tinha comida e dormida e eles indicavam onde eu podia mostrar as minhas capacidades de trabalhador.

Havia jovens de diferentes países. Camaradagem, cinco estrelas.

Recordo o do último ano e a amizade que fiz com três indianos e dois espanhóis. Os indianos tinham o hábito de fazerem caril. Os espanhóis eram convivas habituais, quando cheguei ao campo fui com eles.

Estranhei a panela com muito caril e só seis batatas. O cheiro ao caril era intenso. A cada um foi dada uma batata. Eles começaram a comer com um bocadinho de batata e duas ou três colheradas de caril que sorviam. Eu olhava desconfiado e receoso. Os espanhóis começaram a gozar-me. Quando me ofenderam nos brios chamando-me mariconço, meti uma colherada à boca. As lágrimas explodiram.

Todos riram, mas levei a batata até ao fim com umas oito ou nove colheradas de caril que ainda hoje recordo.

Um dos indianos, magríssimo e arrependido pela brincadeira convidava-me sempre para jogar ténis de mesa. Ele fazia os possíveis por perder, eu fazia o mesmo e ele acabava por ganhar.

No fim batia no peito, como um verdadeiro Tarzan e dizia ufano, mas com a modéstia de um professor “eat curry it makes you stronger.” Come caril, isso torna-te mais forte.

 

Anterior “Depois dos voadores, os automóveis sem condutor”

C.S

publicado por regalias às 06:14
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

Depois dos voadores, os automóveis sem condutor

O ser humano vai obter neste século XXI tudo quanto quiser.

Em Portugal já começaram os primeiros testes com automóveis sem condutor. Quem tiver dinheiro e não tiver carta de condução já tem o problema resolvido. Compra o veículo e para se deslocar basta entrar na máquina, colocar o cinto e dizer onde pretende ir.

O veículo arranca suavemente e só pára no local determinado.

Os automóveis voadores também estão para breve.

O ser humano só não é totalmente feliz porque é um insatisfeito.

Compreender a bestialidade do homem é mais difícil do que encontrar Deus. A mulher é bem superior.

Julgo mesmo que este mundo só escapará ao desaparecimento se a mulher tomar as rédeas destes inconscientes, altamente inteligentes, mas desprovidos de sensatez.

As monstruosidades que comete contra o seu semelhante, as guerras de ferocidade imensa, a incapacidade dos países se governarem a bem dos seus povos é incompreensível.

Temos tudo e não valemos nada.

Perdemo-nos em discussões inúteis em vez de assertar agulhas.

Agora o grande problema são as formas de Governo, sabendo que todas são boas quando os governantes são honestos.

Os avanços da Direita em países como a Áustria sempre deram bons resultados, mas na China a Esquerda arrancou da miséria biliões de seres. Hoje dá cartas ao mundo Democrático e estático, incapaz de evoluir nas suas falhas que o tornam vulnerável nas políticas internas e muito mais nas políticas externas.

Deslumbrado pelo que sucede, sinto-me profundamente preocupado pelo que acontece e não devia acontecer.

Para mal dos meus pecados a idade já não me vai deixar usufruir o que de muito bom está a suceder no mundo.

Pela primeira vez na vida sinto que ela vale a pena ser vivida.

Oxalá as novas gerações saibam compreender o valor, o amor e o prazer da fraternidade universal para saborearem finalmente, a felicidade.

 

Anterior “Chusma de indignados portugueses quer ordem no Brasil”

C.S

publicado por regalias às 06:13
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

Chusma de indignados portugueses quer ordem no Brasil

Lê-se e não se acredita, uma chusma de indignados impenitentes continua com o sarro do 25 de Abril e da primeira Legislatura portuguesa onde os votos contra países estrangeiros eram o prato do dia.

A única coisa que deles ressaltava era cuspo, água e luz. Nenhum país estrangeiro mudou a sua conduta pelos votos ali produzidos.

Passados estes anos, esta trupe de gente senil, de artistas de muitos ofícios e de políticos resolveram juntar-se ao inimaginável cantor Sérgio Godinho, ao Loff e ao Alegre. Foram arregimentados para combater no Brasil o Bolsonaro e defenderem o Haddad.

Um está numa extrema e o outro está na outra. O mais curial era que metessem a viola no saco e esperassem os resultados.

Entre a Extrema-Direita e a Extrema-Esquerda preferem a Extrema-Esquerda. Pesados os resultados, esta última tem, à sua conta, uns bons milhões de mortos a mais que a primeira.

É lógico que os Portugueses querem o melhor para o Brasil, por isso não devem meter o bedelho onde não são chamados.

O que está a acontecer no Brasil e por quase todo o lado é fruto de uma Democracia permissiva que tem aberto as pernas a todos os disparates e, de que, uma elite gananciosa e insensível se tem aproveitado.

Em Portugal há umas boas dezenas de políticos que sugam, todos os anos, mais de 7,17 milhões de euros em subvenções vitalícias que, por alguns meses ou poucos anos de trabalho, recebem entre os dois mil e os 14 mil euros mensais; alguns vão aos 17 mil.

A ganância dos que espremem a Democracia é a causa das suas próprias fraquezas.

Por muito que lhes custe, a única Democracia que estava mais adequada ao sistema equitativo, era a Democracia Orgânica adotada por Salazar durante o Estado Novo. Pensava o indivíduo como um todo, inserido em grupos sociais, económicos e morais.

A diferença entre os homens das leis, os médicos, professores e os homens do trabalho, integrados nos sindicados, não era abismal como acontece hoje.

 

Anterior “Seguro Sanches substituído por um demagogo”

C.S

publicado por regalias às 05:14
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018

Seguro Sanches substituído por um demagogo

Por mais que os portugueses queiram que isto se endireite, com Esquerda, Direita, Extrema-Esquerda ou Extrema-Direita, andamos há 44 anos às arrecuas e assim não chegamos a lado nenhum.

O Costa, apesar do Golpe que aplicou ao António José Seguro, do padrinho Marcelo e da magnanimidade do Povo Português, que nunca o maltratou, tal como fez ao Sampaio, amesquinhado no Príncipe Real e ao Soares que apanhou umas chapadas na Marinha Grande; todos preferem que o Costa Governe bem.

Mas o Costa, de vez em quando, derrapa.

Esta de meter um demagogo como Secretário de Estado da Energia não lembra ao mais distraído.

Jorge Seguro Sanches estava a fazer um lugar invejável e credível. Era voz corrente que não tardaria a chegar a Ministro. O Costa, com medo que este Seguro, lhe fizesse o mesmo que ele fez ao Tozé, despachou-o.

Os Seguros são da Beira e os Beirões não costumam trair aqueles para quem trabalham, sejam eles primos ou amigos.

Podia-lhe contar uma história Parlamentar, a propósito de Nobre da Costa, mas não conto. Pergunte ao Eanes o que lhe fez um colega seu, socialista, mas antes Presidente do CDS. Eu conto-lhe uma brejeirice.

No tempo dos seus camaradas Cunhal, Vasco Gonçalves e Soares, quando Portugal era conhecido em todo o mundo por ser um manicómio em autogestão, os americanos enviaram dois psicólogos coscuvilhar esta casa de Orates.

Passados cinco meses, regressados à base, apresentaram o relatório.

Em três linhas e cinco palavras revelavam a causa do falhanço dos comunas:

“É uma questão de sexo”.

Os Congressistas furiosos pelo dinheiro gasto chamaram os especialistas para explicarem melhor a frase.

Eles responderam com toda a simplicidade: “durante todos os meses que andámos pelo país, a única frase que ouvíamos era:

Isto nunca mais se endireita”.

 

Anterior “Só há um trabalhador em Portugal. Adivinhem quem é”

C.S

publicado por regalias às 06:04
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Outubro de 2018

Só há um trabalhador em Portugal. Adivinhe quem é

O meu amigo Baptista, depois de lhe enviar um simples desafio de escrita, respondeu com o texto que vai em terceiro plano.

No segundo recordo este trabalhador empedernido e companheiros.

O Baptista era um falador incansável. Para minha desgraça sentava-se na carteira à minha frente. Por mais que lhe pedisse para se calar, ele não conseguia. Sempre que o Professor estivesse noutra onda, virava-se a meia banda e tinha sempre algo para dizer. Eu batia-lhe na careca reluzente. Ele nunca desistiu. Estávamos no quarto ano, hoje oitavo, do Liceu Nun’Álvares, em Castelo Branco. Eu não conseguia estudar em casa, as aulas eram a minha fonte de salvação e conhecimento. O Joaquim Vaz Antunes, o Victor Guterres, o Carlos Moura Pinheiro, o Gameiro, o José Galvão, o José Fevereiro, o Orlindo etc., não me largavam. Só não chumbámos nesse ano porque a Tia Anica nos salvou ao defender a igualdade entre pares de cábulas. A história é simples. O pai do Pardal era amigo do Reitor e este exigiu que passasse. A Tia Anica, professora de Ciências Naturais, opôs-se. Se passava o Pardal, todos os outros passavam. Escapámos. Todos tinham medo à tia Anica. O Vaz Antunes tinha 8 negas e um 16 a Ciências. Eu era um infeliz, apanhava-me sempre com algumas colegas fora do Liceu. Na aula a seguir, depois de me esticar, vinha sempre a mesma ladainha: “senhor C.S, senhor C.S, não se pode amar a dois Senhores ao mesmo tempo”. Pois o Baptista perante a recusa de recordar e publicar ESSES tempos da terrível e mentirosa Ditadura inventada por comunistas, ainda me enviou o texto consentâneo com ESTES tempos:

“Sabem uma coisa? Ando muito cansado…E comecei a interrogar-me sobre qual a razão de andar sempre tão cansado…Passei por várias etapas: a certa altura pensei que era da poluição ambiental…depois achei que era do “stress”…Até pensei que era da má alimentação que faço…ou que era falta de vitaminas…Enfim, pensei em todas as razões que se possam imaginar.

Até que acabei por dar com a verdadeira resposta…

Já sei por que é que ando sempre tão cansado!...

A população deste país é de 10 milhões de habitantes.

4 milhões estão aposentados.

Isso deixa 6 milhões para fazerem o trabalho.

Há 2,5 milhões de estudantes, pelo que sobram 3,5 milhões para fazerem o trabalho.

Destes, 500.000 fazem parte do Governo.

Ficam 3 milhões para trabalharem.

150.000 formam a Polícia, o Exército, a Força Aérea e a Marinha.

Isto deixa todo o trabalho para 2.850.000.

1.650.000 pessoas trabalham para o Estado. Caímos para 1.200.000.

Há 120.000 pessoas nos hospitais.

Descemos para 1.080.000 para fazerem todo o trabalho.

Há 130.000 pessoas inválidas.

Restam 950.000 para fazerem todo o trabalho.

Há 180.000 nas prisões.

Sobram 770.000 para trabalhar.

Há 160.000 ciganos que vivem da Natureza.

Isto só deixa 610.000 em condições de trabalharem.

Segundo o último recenseamento há 609.998 pessoas desocupadas ou na vadiagem.

Logo só há duas pessoas para fazerem o trabalho.

TU e EU.

…E, como tu estás aí sentado a brincares com a net, logicamente, eu tenho de andar muito cansado!"

Vejam bem do que o Baptista se havia de lembrar! Neste país já não se pode brincar. Até o Baptista se lamenta. Mas para fazer contas não há pai. Ou não tivesse sido ele, Inspetor das ditas.

Se o Centeno te encontra estás feito ao bife.

 

Anterior “A surpresa do Costa e o enterro do Partido Socialista”

C.S

publicado por regalias às 06:44
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018

As surpresas do Costa e o enterro do Partido Socialista

Quem conhece bem o Costa é o Portugalex. Aos irresistíveis ninguém os engana.

A muitos portugueses, o Costa caiu no goto pela maneira como embarrilou o Seguro e a estranhíssima maneira como papou o Portas e comeu as papas na cabeça ao Passos.

Num país triste devido à péssima situação financeira em que se encontra e à libertinagem em que assentam os seus valores, rir com as habilidades do Costa foi um desopilar agradável, mesmo sabendo que o riso iria sair muito caro.

Mas enquanto o pau vai e vem folgam as costas e os Costas.

O Costa, segundo um amigo meu, sempre conivente com os meandros do poder, é um comunista disfarçado que apoia tudo quanto puder para destabilizar o país, fraturando surpreendentemente as consciências.

Protetor de Lésbicos e Lésbicas com a distribuição de casas a uns e aprovação de pagamentos às outras.

A última vez foram 50 mil euros para a confraria dos casais do mesmo sexo. O país é rico, só tem dois milhões de pobres.

Centeno nem soube. Caso contrário nicles.

Agora, o Costa, das mãos largas, ajuda as carentes viscerais, coloca no Ministério da Cultura uma Secretária que se assumiu, sem ninguém lhe perguntar, como lésbica profissional. O António é um democrata e um precipitado.

O Bloco de Esquerda não podia ficar mais contente. Uma delas entrou no Governo pela porta grande.

Obrigado António. O Partido Comunista, por um lado e o Partido das Blocas pelo outro prometem-te um lindo enterro.

Mariana Mortágua vai escrever a Missa de Réquiem do Partido Socialista.

 

Anterior “Povo português está farto da democracia de miséria”

C.S

publicado por regalias às 05:48
link do post | comentar | favorito
Domingo, 14 de Outubro de 2018

Povo Português está farto da Democracia de miséria

Um jornal, sem público, escreve: “Ryanair desrespeitou a Democracia”.

A asserção é verdadeira. Está alicerçada na lei portuguesa.

Mas a Lei também proíbe matar alguém à fome ou empurrar o povo para a miséria. É mentira? 

A fome impede que pessoas bem formadas evitem a criação de postos de trabalho.

Não é com demagogos que ganham muito mais do que o normal para alguém viver decentemente que o povo sobrevive.

Os trabalhadores da Ryanair ganham mais do que os trabalhadores indiferenciados e aceitaram um contrato com regras. Ninguém os obrigou a inscrever-se num emprego onde querem impor regras.

A verdade é que muitos não se querem sacrificar uns tempos até que o país tenha capacidade para absorver todos os trabalhadores que são forçados a trabalhar em companhias estrangeiras que lhes desagradam.

O problema nem é a Democracia de fancaria e miséria que esta gente apregoa como o sal da terra. O problema são as greves, a corrupção e os inocentes que levantam a bandeirada para ter dinheiro ao fim do mês.

O país está muito mal. É o sétimo mais pobre do mundo, no entanto os mais bem pagos fazem greves, trabalham quando lhes apetece e exigem a Democracia que lhes dão a eles tudo e aos outros quase nada.

A Ryanair, com a Autoeuropa entregam todos os anos centenas de milhões de euros para os cofres do Centeno e que ele tenta segurar para investir.

Não consegue. Tudo se esvai por ignorância, demagogia e malvadez.

Mas defendem-se as greves para defender os trabalhadores das Providências cautelares, que hão de levar, daqui para fora, a Autoeuropa como levaram todo o complexo industrial automobilístico da Azambuja.

Que fizeram os beatíficos jornais? Nada.

Democracia sim, mas com honestidade e trabalho que transforma todos os países, com menos capacidades que Portugal e onde os trabalhadores vivem bem e felizes, sem precisarem de recorrer ao beatério da insensatez e da demagogia.

 

Anterior “Marcello Caetano já deu várias voltas no inferno”

C.S

publicado por regalias às 07:36
link do post | comentar | favorito
Sábado, 13 de Outubro de 2018

Marcello Caetano já deu várias voltas no inferno

Marcello Caetano nunca imaginou, quando permitiu que as Forças Armadas tomassem conta do Poder, que Spínola se demitisse e o País entrasse em desorientação total.

No Convento do Carmo, Marcello Caetano foi várias vezes incitado a sair dali com toda a segurança ou então permitir que o Quartel pusesse rapidamente fim à força militar que estava em frente daquela fortaleza inexpugnável.

Marcello manteve-se irredutível. Queria entregar o Governo a Spínola e a mais ninguém. Se ele não viesse receber o Poder, poderia pensar noutra solução.

Spínola, ele próprio, ainda o tentou convencer a mudar de ideias e a parar o Movimento. Marcello recusou. Há militares, ainda vivos e que estavam no Quartel do Carmo quando dos acontecimentos, que sabem isto.

Hoje Marcello, arrependido, dá voltas no inferno, o túmulo onde repousa.

Conheci Salgueiro Maia em casa de Hermínio Martinho quando aí levei Lucas Pires a pedido de Ramalho Eanes, para um assunto que aqui não vem ao caso. Eanes e Martinho, estão vivos, podem confirmar o encontro.

Nessa noite, Salgueiro Maia foi muito violento para com os militares.

Estive mais duas vezes com Salgueiro Maia. Ele andava desesperado com o que estava a suceder ao país. O roubo de armas pelos “heroicos” militares do 25 de Abril, lacaios do Partido Comunista, era conhecido dos Comandantes e nunca castigados os autores. O país estava armadilhado. O 25 de Novembro só adiou o pior momento. Ramalho Eanes afirmou na altura que, se o Golpe tivesse falhado, ele seria fuzilado.

A saída tardia do Azeredo mostra, na verdade, que ele quis dar tempo aos militares para desfazer todas as provas que os incriminassem.

Não foi só um que roubou as armas em Tancos. Era impossível carregar todo o material. A ingenuidade do povo não pode ser levada ao extremo da estupidez.

O ex-Ministro não encontrou outra maneira de os proteger.

Edmundo Pedro quando foi preso por ter sido apanhado com armas quase pôs a boca no trombone. O negro e imundo mundo dos “heróis” vai no adro.

Tenhamos paciência e prudência, a desgraça ainda não acabou.

 

Anterior “Quem governa Portugal são os Grevistas e os Sindicatos”

C.S

publicado por regalias às 07:10
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 12 de Outubro de 2018

Quem Governa Portugal são os grevistas e os Sindicatos

Portugal é um país considerado pobre. Entre 70 países analisados, Portugal encontra-se no sétimo lugar dos países muito pobres.

Mas para Políticos, Sindicatos, oportunistas corruptos e parvos somos um país rico…em cretinice e sacanagem.

A Demagogia e o descaramento sobra-lhes em verborreia e falta de vergonha.

Não é possível, depois do que aconteceu no PREC, entre 1974-1975, em que foram cometidas todas as vilanias: roubos, a começar pela mudança do nome à Ponte Salazar para 25 de Abril, roubos de armas por militares, seguido do roubo de mais de um milhão de terrenos em herdades; Nacionalização de bancos, Seguradoras, grandes indústrias, assalto à Embaixada de Espanha; prisão de centenas de pessoas nunca julgadas, mas presas durante largos meses, saneamento de professores universitários. A seguir ao PREC consumaram-se 18 assassinatos de gente inocente, três bancarrotas, a última em 2011 quando a TROICA tomou conta de Portugal. Passos teve de lhe fazer todas as vontades, caso contrário não havia pão para malucos.

Mas a CGTP, a mando do Partido Comunista continuou a influenciar Governos e a inspirar greves que têm arrasado Portugal.

Isto não é um país a sério. Este é o reino da porcalhota.

Todas as vezes que médicos e enfermeiros fazem greves temo sempre que alguns miúdos nos cuidados pediátricos ou pacientes de cancro morram e a família parta para a violência.

Os inconscientes cometem erros graves contra toda a população e contra eles próprios.

Para acabar com esta inclassificável balbúrdia, a caminho da total podridão política, André Ventura já se apresenta como o salvador. E como a Democracia de fancaria lhe permite dizer e fazer o que quiser já se ouve falar do Ventura como o Messias.

Para um país tão pobre de carácter e tão miserável, do que estão à espera?

 

Anterior “Entrevistas sem sentido e palavras inflamáveis”

C.S

publicado por regalias às 06:48
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9


21
22
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Greve do descaramento de ...

. Comissão Europeia oferece...

. Depois dos voadores, os a...

. Chusma de indignados port...

. Seguro Sanches substituíd...

. Só há um trabalhador em P...

. As surpresas do Costa e o...

. Povo Português está farto...

. Marcello Caetano já deu v...

. Quem Governa Portugal são...

.arquivos

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds