Quarta-feira, 31 de Outubro de 2012

O frágil e desprezível ser humano

Desde o multimilionário Almeida às bestas falantes Galambinas quando o desespero da mentira os faz vomitar as nojeiras que todo o seu ser alberga resolvem atacar, cobarde e infamemente, Salazar.

Estas bestas falantes tentam tapar, com uma capa séria, todas as patifarias cometidas contra o povo português.

Compare-se a fortuna colossal de um Almeida, de um Soares, de um Alegre e de todos quanto sugam o povo português, incluindo o Galamba e os deputados que o acompanham no desvario, com aquilo que Salazar recebeu por entrega total a Portugal e ao povo português e ver-se-á imediatamente a qualidade abjeta destes bolçadores de nojentos impropérios contra um dos Homens mais inteligentes e mais honestos que Portugal teve até hoje.

Os portugueses mostraram aos políticos o respeito e a admiração por Salazar ao elegerem-no o maior Português de todos os tempos no Concurso "Os grandes Portugueses" da RTP, e por mais que, a lambisgoia de serviço e outras deformadas de corpo e mentalidade semelhantes, se esforçassem por desvalorizar, amesquinhar e desviar as atenções de Salazar foi ele o escolhido porque o povo, mesmo pisado e enganado, sabe agradecer a quem lhe fez bem e o protegeu.

Hoje, aqueles que deviam defender o povo são os que o trituram, o comem e o enganam com Galambas e outros que tais, que vivem faustosamente à conta do Orçamento sem se importarem com o povo, que vive na miséria, e com os milhares de desempregados.

A percentagem de desempregados que os Galambas, os Almeidas, os Soares, os Honórios e outros do mesmo jaez ajudaram a criar ronda os 19 por cento. No tempo de Salazar, o desemprego era residual e não ultrapassava o 1 ou 2 por cento. Esta é a diferença entre os bácoros falantes e os homens honestos, amantes do seu País e do povo a quem entregaram tudo. 

Pensei escrever sobre o frágil e desprezível ser humano que infeta este minúsculo planeta, e mostrar como um simples furacão, de nome Sandy, pode arrasar a Nação mais poderosa e mais arrogante do mundo ao ceifar dezenas de vidas, ao aterrorizar mais de sessenta milhões de outras e ao causar estragos no valor de todas as bombas nucleares armazenadas para acabar com a loucura humana.

Não valemos nada no mundo. E a porcaria da maioria dos políticos portugueses, que desgovernaram este país, desde o 25 de Abril ainda valem menos.

Toda a qualidade de vida adquirida não foi mais do que o sucedâneo da evolução natural do tempo, das ajudas da União Europeia, e do suporte das centenas de toneladas de ouro que Salazar e Caetano souberam preservar para um tempo de crise.

Esta gentalha, estes escroques da inteligência que falam contra Salazar para esconder a sua insuficiência tiram-me do sério e obrigam-me a desmontar as suas manigâncias sempre que oiço ou leio todo o eco das suas camufladas canalhices.

C.S

publicado por regalias às 06:03
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Nascimento, reis e cresci...

. Sociais Fascistas à beira...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Radicais Livres, quase se...

.arquivos

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub