Segunda-feira, 18 de Março de 2013

Iraque, Líbia e crimes na Síria

Ouvi a “Visão Global” na Antena 1. Ao comentarem o que está a acontecer na Síria não consegui desligar os crimes praticados no Iraque e na Líbia por países considerados civilizados e hipocritamente acérrimos defensores dos Direitos Humanos.

Não foi isso que aconteceu, tanto no Iraque onde a coberto de uma execrável mentira, o país berço do mundo foi invadido, humilhado e atulhado de mortos por verdadeiros criminosos, que não procuravam armas de destruição maciça, porque tinham a certeza que não existiam, mas para garantirem o roubo dos poços do ouro negro.

Deixaram no Iraque o caos, a desordem, a destruição e a morte consubstanciada na ignorância e no fanatismo religioso que opõe Xiitas a Sunitas.

Os cleros árabes fazem o haraquíri muçulmano ao incentivarem estas guerras intestinas para manter o seu próprio poder sem cuidarem se Deus é um, dois, três ou meia dúzia.

Não satisfeitos com o crime cometido, americanos e ingleses acirrados por um palhaço francês, pigmeu criminoso, de corpo, alma e honestidade lançaram-se sobre a Líbia como chacais esfaimados e impudentes.

Na Líbia foram testar armas poderosíssimas e destruir um país próspero só para garantir os poços de petróleo.

Os crimes foram os mais hediondos que se possam imaginar. Mulheres, crianças e jovens foram deixadas morrer nas rotas da fuga pelo mar. O país ficou destroçado, mas a Comunicação Social, ao contrário do que agora está a fazer com a Síria, manteve-se quase sempre em silêncio ou distorcia os acontecimentos. Quando intervinha era para apoiar os criminosos, nunca as vítimas.

Na altura escrevi que o que estava a suceder ia ter como consequência o desmascarar destes salteadores e que a Rússia e a China não permitiriam a invasão de outros países.

Tanto a China como a Rússia compreenderam as intenções, destes beneméritos do engano, vigaristas infames e especialistas do roubo que garantem o fornecimento de bens essenciais sem se importarem de matar, esventrar e destruir o ser humano.

A seguir virá o Irão. Para o fazer vão armar mais os dissidentes Sírios para que o conflito atinja tais proporções que no Irão possam ser atacadas as centrais nucleares. Na Rússia e na China só lá não entrarão se não puderem.

Segui sempre o que aconteceu na Líbia através de jornais russos e não compreendi como eles não foram mais firmes na oposição aos massacres.

Sobre a Síria não tenho seguido os acontecimentos. Portugal ocupa e preocupa o meu pensamento.

Lamento o que acontece na Síria. Mas quase poderia jurar que esta desgraça começou e é alimentada pelos criminosos que destruíram o Iraque e a Líbia.

C.S

publicado por regalias às 06:48
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. No País dos loucos salvem...

. Profissionalismo, a admir...

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

. Portugal, políticos, poli...

. Portugal nas mãos de Cost...

. Cavaco e os pindéricos co...

. Legislativas foram uma de...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds