Terça-feira, 20 de Agosto de 2013

Fogo queima a imaginação

Os portugueses têm de utilizar a imaginação para ultrapassar a crise.

Imaginação não é o que falta. Oiça-se o Jorge Jesus explicar as causas de qualquer derrota. O Sócrates ou o Passos não fariam melhor.

Se ouvirmos o chefe dos atletas que foram à Rússia, também ninguém o leva preso.

Dizer que todas as más prestações foram razoáveis e esperadas passa de ingenuidade a insensatez!

Vamos aos verdadeiros atletas.

Se há coisas que os portugueses têm são pernas. Carlos Lopes arrebatou ouro em Los Angeles. Rosa Mota fez o mesmo nos Olímpicos de Seoul.                                                                                           

Querem ser atletas? Treinem todos os dias. Não houve um ministro que aconselhou a ida para o estrangeiro para minimizar a crise? Os atletas podem fazer-lhe a vontade: saem de Lisboa e apontam o azimute para Estocolmo. Fazem quarenta quilómetros por dia. Passados 90 dias chegam ao destino. Para descansar arranjam emprego. Quando já têm o suficiente para as despesas regressam ao local de partida, outra vez a butes. Afinam os tempos, arranjam patrocinadores porque a Federação paga mal e ficam com uma pedalada que ninguém mais os bate.

Usain Bolt - Shelly – Ann Fraser- Pryce correm todos os dias. Por isso são campeões.

Nós, de garganta somos bons. Só não prestamos quando queremos encanar a perna à rã.

Até nas canções batemos no fundo. Bem se esforça um locutor matinal, que regouga, em levar um tipo que não sabe cantar a analisar as canções dos outros. É uma célula morta que mata o lugar onde trabalha.

Brincamos com aquilo que melhor temos: o fogo da imaginação.

Mas há gente para louvar. Na vila de Penamacor, os fogos não passam de fogueiras porque o Presidente da Câmara Municipal tem todos os anos um conjunto de atalaias que, sem gastarem calçado, estão nos pontos altos da terra, e, com binóculos, vigiam constantemente as centenas de hectares de terreno à sua volta.

Aquilo que, em escrita leve, tentei dizer é que a imaginação tanto resolve coisas simples como as outras mais complicadas. Basta querer. Dá muito gozo resolver aquilo que parece impossível.

Todos temos de ser muito melhores nestes ramos onde as pernas, os braços, a garganta e os olhos podem ser de tal modo espevitados que só não ganha medalhas, campeonatos ou evitamos os fogos, se em vez da imaginação para as desculpas, utilizarmos a imaginação para as vitórias.

Temos de impedir que o país soçobre. A TROIKA tem-nos cozido em lume brando. Não podemos deixar que arda por incapacidade, desleixo, desinteresse e estejamos à espera que o Governo, que não pode com uma gata pelo rabo, o faça por nós.

C.S

publicado por regalias às 06:11
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Incompetência ou falta de...

. Isto não é um mundo de ge...

. Esplendor de Portugal atr...

. Catalunha é mais poderosa...

. No País dos loucos salvem...

. Profissionalismo, a admir...

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds