Sábado, 24 de Agosto de 2013

O homem é um animal condenado à luxúria

As frequentes violações de mulheres na Índia estão a tornar-se banais e imparáveis. Todos os 20 minutos há uma violação por animais que atuam em bando e cheios de luxúria.

Agora foi uma fotojornalista, antes foi uma estudante, depois uma freira, duas meninas de 13 anos, outra jovem de 23 anos que acabou por falecer. É uma infâmia que este primata tem dificuldade em sacudir.

O homem é um animal imprevisível. Não me excluo. Sei o que me passa pela cabeça.

Ontem, ao ouvir uma lição de Biologia através da Internet, na Khan Academy, o professor, ao falar de um assunto diferente concluía: “como humanos não somos perfeitos”, acrescentei, para mim, nem santos.

O homem, em determinados momentos, tem grandes dificuldades em controlar a voracidade sexual. Eu dou a desculpa que somos empurrados pela Natureza para procriar e ter quem trate dela. E, cegos de vício: truca.

Depois procuro companhia: D. João V, o Príncipe Carlos, Eduardo VIII, Bill Clinton, Strauss-Kahn, etc. etc. etc.

D. João V teve várias amantes, de entre as quais sobressaem as freiras. Os meninos de Palhavã, foram reconhecidos pelo rei. Viveram, onde hoje é a embaixada de Espanha, em Palhavã.

Sobre este apetite, a rainha queixou-se ao confessor. Este garantiu à rainha que lhe iria passar um raspanete. O rei ouviu, calou e ordenou ao cozinheiro para, a partir daquele momento, dar ao confessor, a todas as refeições, galinha. Ao princípio tudo correu bem, mas depois de quatro meses de galinha, o confessor queixou-se ao rei que o cozinheiro só lhe dava galinha, ao que D. João V lhe respondeu: vê, nem sempre galinha nem sempre rainha. E virou-lhe as costas.

O príncipe Carlos foi outro exagerado. Primeiro, com muitas mulheres casadas. Quando casa com Diana, uma mulher bonita, elegante, simpática, continua a não resistir à fealdade que canta. Troca a beleza da jovem Diana por Camilla Parker-Bowles, mulher casada, depois divorciada, mas amada. O Carlos sai ao tio Eduardo VIII, outro mulherengo, que trocou o trono para casar com Wallis Simpson, mulher de vários maridos e muitos amantes. O sexo foi mais apetitoso do que governar milhões de ingleses e ter o maior Império do mundo.

Bill Clinton, um homem inteligentíssimo, não resistia a essas sereias de saias. Antes do grande escândalo, já tinha sido acusado de assédio sexual a Gennifer Flowers, mas escapou. Quando foi eleito Presidente dos estados Unidos volta a não resistir, mesmo sabendo o risco que corria. Foi apanhado com Monica Lewinsky, estagiária da Casa Branca. Clinton passou a maior vergonha que um homem pode suportar, mas perdoaram-lhe porque os Estados Unidos nunca tinham sido tão bem governados. Mais tarde Clinton teve um ataque de coração e passou mal. Estou convencido que foi por travar os impulsos…da natureza.

O ex-Presidente do FMI e candidato à Presidência da França vai àquilo que aparece. Uma camareira viu ali o seu futuro, denunciou o que tinha feito com ele. Cortou-lhe uma brilhante carreira política e de fogoso amante.

Tudo por culpa da natureza.

Os portugueses sempre agradeceram este “castigo” a que a Natureza condenou o homem.

Em 1511, Afonso de Albuquerque, ao serviço do Rei D. Manuel I, conhecendo os seus próprios instintos de bom selvagem, e com um filho bastardo, a quem deixou a Casa dos Bicos em Lisboa, onde hoje está a Fundação José Saramago, incentiva os casamentos mistos, em Goa. Desde esse momento, por todo o Império Português, as uniões e os casamentos passaram a ser naturais.

De todos os povos colonizadores, os portugueses foram sempre os mais amados.

A mistura do sangue português com o das outras raças orgulha-nos imenso. Sempre o fizemos por amor e…por causa da natureza.

C.S

publicado por regalias às 05:44
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. No País dos loucos salvem...

. Profissionalismo, a admir...

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

. Portugal, políticos, poli...

. Portugal nas mãos de Cost...

. Cavaco e os pindéricos co...

. Legislativas foram uma de...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds