Sábado, 28 de Setembro de 2013

Jerónimo esconde as culpas e culpa Cavaco

No meio da confusão geral e das acusações que os políticos fazem uns aos outros, o Partido Comunista, pela voz dos secretários-gerais e dos farroupilhas que os rodeiam, aproveitam para esconder todos os erros que cometeram após o 25 de Abril.

Julgando, dessa maneira, levar a cabo os seus intentos insistem que as dificuldades por que o povo está a passar são devidas às políticas de Cavaco, enquanto Primeiro-ministro, por ter acabado com a frota de pesca e substituído umas culturas por outras em troca dos dinheiros recebidos de Bruxelas. Isto, em parte, é verdade. Mas o cancro que tem comido Portugal e os portugueses é de vírus comunista.

Desde que o facínora Cunhal chegou ao País, Portugal desmoronou-se através da traição e da infâmia desse vampiro que incendiou os piores instintos do povo ignaro, que destruiu todo o tecido produtivo, ocupou herdades, fechou fábricas, acusou os patrões pelo sucedido e pelo desemprego que subiu todos os dias.

O monstro, ao proceder assim, conseguiu focalizar os portugueses nestes problemas caseiros para poder entregar as colónias de Angola e Moçambique à União Soviética com o conluio de Melo Antunes e o apoio de Mário Soares e Almeida Santos tal como afirma o General Spínola que acusa os seus camaradas de armas e os políticos de terem cometido grave crime de traição à Pátria.

Os comunistas cometeram um crime hediondo. Isto está tudo documentado, não só no livro “Foi Assim” de Zita Seabra, da editora ALETHEIA, como em jornais portugueses e estrangeiros e vários suportes informáticos.

Mas o Jerónimo é comunista. Negará sempre o que o bando fez.

O Jerónimo tornou-se um mistificador profissional.

O comunismo português não passa de um dejeto fétido, que não conseguirá destruir mais porque o país já vive na lama por causa dos comunistas que enganaram militares, ludibriaram o povo e continuam a enganar os camaradas ignorantes e subservientes.

Os comunistas continuam a incentivar a preguiça e o fraco rendimento dos trabalhadores, o que provoca o encerramento de fábricas e despedimentos. Dessa maneira conseguem manter a contestação social.

Estes comunistas, parados no tempo, ainda seguem o sistema soviético que o Xico da CUF relata num dos seus livros.

Quando chegou à União Soviética foi trabalhar para uma fábrica, passados alguns dias viu que os camaradas lhe mostravam má cara. Como não os compreendia, empenhou-se no trabalho. Piorou a situação. Ele rendia mais do que 3 camaradas. O sistema era fazer o menos possível…até que em 1989 o muro caiu.

O que aconteceu aos comunistas que ficaram agarrados à ideia das manhãs que cantam? São os mais pobres e os mais infelizes.

É para aí que o Jerónimo, o Comité Central e os Deputados comunistas querem atirar os camaradas que vivem nas ilusões da ignorância?

Podem-no fazer, se essa for a teimosia e a falta de conhecimento desses desgraçados, o que ele não pode é envolver o Presidente da República nessa estratégia só com a finalidade de cobrir a traição do camarada Cunhal ao seu próprio país.

C.S

publicado por regalias às 05:50
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Sociais Fascistas à beira...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

.arquivos

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub