Quinta-feira, 24 de Outubro de 2013

Paneleiros apresentam o seu produto nas escolas

O jornal “Sol” foi à Escola Secundária de Palmela relatar paneleirices.

Não sei se o jornal se especializou no tema porque deixei de o ler desde 2006 quando na revista “Tabu” trouxe uma larga, horrível e desagradável reportagem sobre o asqueroso paneleiro Carlos Castro, morto a golpes de saca-rolhas pelo jovem Seabra.

Hoje soube deste assunto porque saiu na Internet. Ao lê-lo vi que os jovens só conhecem estes indivíduos por paneleiros e maricas, por esse motivo titulei o Blogue “paneleiros apresentam o seu produto nas escolas”.

Nunca me fez impressão, cada um escolher a sua inclinação sexual, mas sou frontalmente contra a exposição mediática desta gente que, mais cedo ou mais tarde, compreenderá que perdeu admiradores e amigos por se mostrar ufano de ser rabisseco.

Aquele que quer ser como os paneleiros sem vergonha, em vez de fazer uma vida normal, acabará sempre por ser conhecido como alguém que leva no cu, que não é fiável.

Eu não sabia, mas as Escolas, que tanto se queixam de falta de tempo para as disciplinas obrigatórias, permitem que aulas curriculares como Biologia e Oficina de Artes sejam substituídas pelo projeto Educação LGBT, da rede Ex aequo, que assim tem a certeza que o vírus anal se espalhará com mais facilidade por onde eles passarem.

Todos sabemos como os jovens são curiosos. Não medem os riscos e querem experimentar. Acontece o mesmo que aconteceu com a droga. Miúdos extraordinários são hoje autênticos farrapos humanos, desejosos de sair da tortura que todos os dias sofrem, mas não conseguem.

Com os paneleiros sucede o mesmo, se ficam conhecidos, nunca mais conseguem libertar-se.

Caso não tenha havido exposição mediática, muitos casam com pessoas de sexo diferente e esquecem o assunto.

É também por esse motivo que não posso deixar de me insurgir contra os Deputados que perante a gravíssima situação que o país atravessa insistem em apresentar no Parlamento o projeto de co adoção que só pequenos monstros de fealdade e frustrados pretendam impor a crianças vulneráveis e que não sabem onde vão cair. Aquilo que eles querem é carinho, brincadeira e que não lhes falte comer. Só quando crescem e os colegas na escola os começam a gozar é que eles se apercebem que algo está errado.

Na verdade, por melhor boa vontade e honestidade que esta gente que vive em união de facto, sendo do mesmo sexo, tenha para com a criança, ela vai sofrer um trauma tremendo e dificilmente recuperará o equilíbrio psicológico.

A este propósito não resisto a contar a história do miúdo que vai para uma praia de nudistas com o pai. Ao vê-lo despido, olha-o com espanto e diz:

- Papá, que grande pila que tu tens!

Ao que o pai, meio distraído, responde:

- Quando vires a da tua mãe ainda ficas mais admirado.

Temos um país a desfazer-se em greves e em merda. Raios partam os Deputados e a ignorância do povo.

C.S

publicado por regalias às 05:32
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. António Costa, o Navegado...

. A ignorância mata a vida

. Radicais Livres ou Radica...

. Árbitros desmascarados pe...

. Extinguir o SEF seria um ...

. Portugalês salvou o futeb...

. Sporting e o Conselho da ...

. Se difícil é o caminho, m...

. As desigualdades entre os...

. As greves que Salazar não...

.arquivos

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub