Segunda-feira, 28 de Outubro de 2013

É preciso ser muito ignorante para ser comunista

Salazar proibiu o comunismo, não por ser contra a União Soviética, mas porque a sua ação perturbava a ordem no país. O grande prejudicado seria o povo trabalhador que tinha saído do caos da Primeira República roto, esfomeado, miserável e sem quaisquer direitos.

Salazar não aderiu ao Pacto Antikomintern contra o comunismo e contra a URSS.

Salazar sentiu na pele o que era ser filho do povo e as dificuldades a que isso o condenaria.

Ele, para enganar a vida desgraçada a que estava destinado nos finais da Monarquia e durante a Primeira República (1910-1926), com greves e revoluções diárias teve de entrar no Seminário de Viseu para fugir à fome e à ignorância. Ao fim de oito anos sai do Seminário e durante dois anos trabalha para ter meios para entrar na faculdade de Direito, tendo concluído o curso com 19 valores. A partir deste momento a sua inteligência, ponderação, saber e honestidade fazem o resto.

Quando se dá a Revolução de 28 de Maio de 1926 é convidado para entrar no Governo de Ditadura Militar. Ele não aceita. Em 1928 vão buscá-lo a Coimbra e entregam-lhe a pasta de Ministro das Finanças que devido ao caos financeiro e à miséria que assolava o país era impossível de gerir.

Ao fim de um ano as contas apresentam saldo positivo e o país começa a equilibrar. Em 1932 é convidado para Presidente do Conselho (Primeiro-ministro).

Em 1933, a Constituição identifica as traves mestras do Estado Novo, a continuação da República, mas com a certeza que o povo seria protegido contra todos aqueles que o quisessem enganar.

O artigo 8º é claro nas liberdades e garantias para todo o povo Português. Só não o usou quem não quis.

Salazar escreve o que pensa sobre a Ditadura em “O Estado Novo Português na evolução da Política Europeia”:

“… A Constituição aprovada em plebiscito popular repele, como inconciliável com os seus objetivos, tudo o que direta ou indiretamente proviesse desse sistema totalitário…”

Agora não podem pedir a nenhum governante que deixe destruir o seu próprio país, quando é o povo e só o povo trabalhador que é o grande sacrificado, acrescento eu.

É isto o que os comunistas ainda não compreenderam, porque a seita de Deputados Comunistas, mais o Comité, mais os Sindicatos lhes fizeram e continuam a fazer a lavagem ao cérebro. Ainda não entenderam que só uma minoria se aproveita do sacrifício daqueles que fazem greves e tiram o pão da boca para ir berrar e parar transportes e outros serviços essenciais em que o único prejudicado é o próprio povo.

Quanto mais ignorante for o povo, mais o Partido Comunista lhes promete porque sabe que nunca lhe irá dar coisíssima nenhuma, mesmo que chegasse ao Governo. Cunhal esteve lá. Que fez?

Quando o coitado do Jerónimo fala contra o capitalismo, o infeliz não sabe que Salazar já o tinha desmontado ao dizer de forma clara: “O plutocrata não é pois, nem o grande industrial nem o financeiro: é uma espécie hibrida, intermediária entre a economia e a finança; é a ‘flor do mal’ do pior capitalismo”.

É preciso ser-se muito ignorante para ser comunista, para acreditar em todas as patranhas que o Jerónimo é obrigado a dizer, embora eu esteja convencido que já deita comunismo pelos olhos e está desejoso de fazer o que a Zita Seabra, o Vital Moreira, o José Magalhães, o Pina Moura e muitos outros fizeram; largar a Escola da efabulação, da ignorância e da mentira mais torpe, e que continua a não ter pejo de enganar o povo simples e ingénuo, com uma mão cheia de nada.

C.S

publicado por regalias às 05:39
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. António Costa, o Navegado...

. A ignorância mata a vida

. Radicais Livres ou Radica...

. Árbitros desmascarados pe...

. Extinguir o SEF seria um ...

. Portugalês salvou o futeb...

. Sporting e o Conselho da ...

. Se difícil é o caminho, m...

. As desigualdades entre os...

. As greves que Salazar não...

.arquivos

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub