Terça-feira, 29 de Outubro de 2013

Machado Santos e a Primeira República

Machado Santos, o fundador da Primeira República em 5 de Outubro de 1910 é assassinado em Outubro de 1921.

O massacre não poupou o homem a quem os portugueses devem a República. Dos camaradas de armas, um, o Almirante Cândido dos Reis suicida-se porque pensa que o golpe estava condenado ao insucesso e o Sá Cardoso, mais o capitão Pala desertam. Fica Machado Santos que vence os Monárquicos porque estes não lhe dão combate a sério. Mesmo assim o homem estava disposto a vender cara a vida. Acabou por ser assassinado anos mais tarde a golpes de baioneta por um cabo. Com ele morrem o Primeiro – ministro António Granjo, Freitas da Silva, Carlos da Maia e Botelho de Vasconcelos, eméritos paladinos da República.

A Primeira República (1910-1926) tinha começado mal. Os Governantes prometeram tudo o que lhes veio à cabeça, como hoje acontece com a oposição, e como não conseguiram cumprir, as greves, os assaltos aos estabelecimentos, o enfrentamento das Forças da Ordem, a morte dos juízes foram uma constante que em 1919 se agudizou de maneira trágica.

O Governo era chefiado por Alfredo Sá Carlos, do Partido Democrático, mas isso não o impede de avisar os Ferroviários que não iria permitir nem a continuação das greves, elas já iam em dois meses, e em sabotagens.

Como os Ferroviários não temem as ameaças. Fizeram pior. Como são obrigados a pôr os comboios em marcha, primeiro, rebentam umas bombas na estação do Rossio, depois enfrentam a guarda no Entroncamento, a seguir descarrilam comboios, e teimaram em paralisar o país.

Democraticamente, o Governo obrigou a circulação dos comboios, com a guarda de armas aperradas apontadas aos maquinistas, e sempre com um vagão aberto cheio de grevistas, à frente da máquina, para que acabassem as sabotagens. E acabaram.

Em 1920 é Fundada a Sociedade das Nações e que, em 1926, ao lhe ser pedida ajuda para um empréstimo a Portugal porque dinheiro não havia há muito tempo e o desemprego e a fome eram flagelos autênticos. A benemérita Sociedade das Nações disse que emprestava o dinheiro, desde que ela dissesse como se devia gastar e cá viesse monitorizar tudo, tal como faz hoje a troika. A Ditadura Militar não aceitou, andou dois anos a mudar de Ministros das Finanças, a encanar a perna à rã, a acabar com a valentia dos Generais que não tinham sido convidados para o Governo, até que foram buscar em 1928, o Professor Oliveira Salazar. Portugal tomou rumo e o povo começou a poder comer, pelo menos uma vez por dia, até que ao fim de um ano o país começou a normalizar.

Mas voltemos atrás.

Os Governos não eram como os de hoje, que se agarram ao queijo e nunca mais o largam. Ganham pouco, mas é certo. Para o povo pode faltar. Para estes não.

Mas naquele ano de 1920 os Governos caíam como tordos. Não aqueciam o lugar. Era uma república, como dizia o povo, querendo significar com isso que era a confusão. O termo ficou "julgas que isto é uma república?"

E em 1921, a canalha, como Afonso Costa apelidava o povo, incitada pelos políticos, que diziam cobras e lagartos, uns dos outros, perdeu a tramontana foi à procura do herói da Rotunda, do Machado Santos, e matou o pai da República.

C.S

publicado por regalias às 06:51
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. António Costa, o Navegado...

. A ignorância mata a vida

. Radicais Livres ou Radica...

. Árbitros desmascarados pe...

. Extinguir o SEF seria um ...

. Portugalês salvou o futeb...

. Sporting e o Conselho da ...

. Se difícil é o caminho, m...

. As desigualdades entre os...

. As greves que Salazar não...

.arquivos

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub