Quinta-feira, 1 de Maio de 2014

Jovens podem garantir o futuro de Portugal

Desde sempre vivi em democracia e em liberdade. Nem pensava o que era a democracia até chegar o 25 de Abril.

Vivi sempre em democracia porque não pisava nem me deixava pisar. Sempre disse e escrevi o que entendi.

Quem sente a falta das coisas é mais porque as teme do que pela pressão que elas exercem. O medo do que não aconteceu mas pode acontecer faz o descontentamento dos medrosos.

A Antena1, a RTP e o Parlamento Europeu lançaram o desafio aos jovens para falarem sobre “O futuro da Democracia em Portugal e na Europa”.

Escolheram os quatro melhores trabalhos e levam-nos ao Parlamento Europeu. Foi uma boa iniciativa.

O último trabalho apresentado ontem às 15h10 na Fac.de Economia de Coimbra teve como patrono Guilherme de Oliveira Martins que lembrou os “fatores democráticos na existência de Portugal ao recordar a crise de 1383-1385 quando o trono foi declarado vago”.

Reforçou a ideia: Liberdade e Democracia são desafios sempre constantes.

Os portugueses intrinsecamente são isso mesmo: vivem a liberdade e a democracia como a entendem.

Em 1383-1385 foi isso que aconteceu. O Povo tomou nas suas mãos a vontade de escolher quem entendeu.

A Mariana Maia de Oliveira que venceu o prémio não pode compreender bem o passado com todo o barulho da propaganda ao 25 de Abril.

Não contrariando muito o que disse, bastou-me uma pequena frase solta para ver como a juventude é facilmente enganada. Afirmou que era proibido haver ajuntamentos de mais de três pessoas. Eu também ouvi isso, uma única vez, quando tinha os meus 17 ou 18 anos, mas sempre vi reuniões de muita gente sem ninguém ser incomodado. Isso deveu-se a algum motim, foi pronunciada a frase, a oposição por correspondência, divulgou-a.

Outro Prémio foi dado a João Ferraz e Gil Maia, em 28 de Abril. O patrono foi Ramalho Eanes.

João Ferraz falou do amplo conceito de Democracia, educação, política e justiça. O saber comparado e Partidos.

João Maia falou sobre o exemplo moral.

Ramalho Eanes, depois de se ter Doutorado ficou outro no campo do pensamento, comentou os trabalhos: "o país que somos e o País que queremos".

No dia 24 de Abril, Pedro Ramos, aluno do secundário falou sobre o valor da educação, a falha dos Partidos, a desinformação, os eufemismos empregues e a lucidez que tem de ser aplicada a tudo.

Jorge Sampaio não comentou, fez perguntas e o jovem saiu-se muito bem.

O Primeiro que ouvi em 22 de Abril é um jovem excecional, a quem auguro uma carreira brilhante.

Com 17 anos e no 12º ano tem um poder de análise e de raciocínio fabulosos. Quem criticou o que disse foi a maestrina Joana Carneiro, outro caso raro de inteligência, naturalidade e saber.

Valeram a pena estas horas, que em dias diferentes ouvi a Antena1.

Eu que tantas vezes me revolto contra a Antena1 e os incendiários instalados no micro, que fazem e dizem barbaridades inacreditáveis e ainda lhes pagam, desta vez tenho que lhe dar os parabéns por ter descoberto valores que podem garantir o futuro de Portugal.

C.S

publicado por regalias às 06:28
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

. Portugal, políticos, poli...

. Portugal nas mãos de Cost...

. Cavaco e os pindéricos co...

. Legislativas foram uma de...

. Diarreia mental de batráq...

. Votação, Câmaras, competê...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds