Domingo, 14 de Janeiro de 2018

Rui Rio pode ser a última esperança

O ar do Norte, puro e frontal, traz um fogacho de esperança a este país que vai morrendo aos poucos por culpa da ignorância que tomou conta de quase todos os setores de Portugal.

Rui Rio, sem esconder os seus propósitos, sabe que o País lhe ficará eternamente agradecido se o conseguir desviar do atoleiro em que caiu, dando, primeiro ajuda a este Governo que navega desconfiado da falsa esquerda a que teve de se entregar para ocupar o barco.

Rui Rio, longe de atacar tudo o que for bom e saudável para o país, dará o seu melhor sempre que lhe for pedido ou veja que o rumo está certo.

Os homens do Norte são assim. Não têm clubes de amigos para se protegerem mutuamente. Amigos sim, relapsos nunca.

Foi pois com enorme satisfação que vi Rui Rio vencer esta eleição que o coloca como Presidente do Partido Social Democrata.

O PSD nunca foi um Partido fácil. Teve sempre um escol de pessoas muito válidas: Sá Carneiro, Mota Pinto, Menéres Pimentel, Ângelo Correia, Mota Amaral, Magalhães Mota, Amândio de Azevedo, Marques Mendes, Pacheco Pereira, Gonçalves Sapinho, Cunha Leal, além de outros que agora não recordo.

As discussões e os arrufos, entre tantas cabeças de pensamento enfraqueceram um Partido que tinha tudo para agregar os portugueses.

Foi assim que apareceu a ASDI, que dividiu o PPD-PSD ao meio.

Isto faz-me lembrar o pai do Deputado Cunha Leal, também ele chamado Cunha Leal, que saltava de Partido para Partido, sempre à procura do lugar onde melhor pudesse brilhar.

Julgo que foi o jornal satírico, “Sempre Fixe” que a este propósito escreveu a seguinte quadra:

“Dizem os do Governo

Mais os da Oposição

O Cunha pode ser Cunha

Mas leal isso é que não.”

Quando Salazar entrou para o Governo em 1928 e em 1933 faz sair a Constituição, Cunha Leal enviava-lhe os livros que escrevia com o pedido que os lesse e que a Censura não os molestasse. Salazar respondia-lhe que, quanto à Censura podia estar descansado, agora quanto a ler o que ele escrevia, isso não lhe podia prometer pois o tempo era pouco para tratar dos assuntos urgentes que o País carecia.

Rui Rio ao dar este passo sabe também que trabalho não lhe faltará. Ajude lá o Costa no que puder. Com o BE e o PCP, nos ombros, dificilmente o povo terá confiança no homem, a menos que faça um trabalho excecional e os parceiros tomem juízo.

Rui Rio, os portugueses acreditam em si, o senhor é a esperança de Portugal.

 

Anterior “Professores, alunos e Mário Centeno”

C.S

publicado por regalias às 08:47
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13
14
15
17
18
19

21
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. A orquestra da infâmia e ...

. Na lixeira onde vivemos r...

. A Ditadura portuguesa na ...

. Soares e Leite, entre o g...

. Lifestyle do Observador; ...

. Donald Trump no ponto de ...

. Zhou Qunfei, louvor e adm...

. A morte saiu à rua nas aç...

. Carlos Xistra, um problem...

. Manada; o sexo e o homem,...

.arquivos

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds