Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018

O revolucionário Jerónimo e a cachopice do da UGT

Se não fosse dramático, a rondar o trágico, estes 43 anos de greves, incompetência, ameaças e parvalheira continuada, dariam muito gozo.

Mas é de Portugal de que falamos, a quem tentam roubar a alma.

Saindo de uma amostra revolucionária, que Marcello Caetano autorizou pensando dar-lhe dignidade e proteção, sucedeu o contrário.

A bestialidade Cunhalística, eivada de cobardia e infâmia, imediatamente encontrou os estúpidos oportunistas; Vasco Gonçalves, Melo Antunes, Rosa Coutinho e toda a servidão de bastardos ignorantes que atiraram com o país para a lama. Transformaram a liberdade em libertinagem e o País do Estado Novo e do futuro transformado no país das bancarrotas, da corrupção, dos roubos e dos assassinatos cometidos pela seita das FP25 cujo chefe foi o mesmo Otelo do COPOM.

O que se tem passado, se não fosse tão grave, seria motivo para uma peça de teatro, uma tragicomédia, levada ao mundo para se compreenderem os malefícios da inépcia e da malvadez de gente nojenta que preferiram o dinheiro ao bem-estar de Portugal e dos Portugueses.

Ao ouvir ontem o Jerónimo, com ar de gozo, dizer que ficou surpreendido com a disponibilidade REVOLUCIONÁRIA do Carlos Silva, da UGT, afirmar que a UGT poderia forçar a greve na função Pública, mais uma vez o desespero e a tristeza entram em mim ao ver que a alarvidade mental, em assuntos que já deviam estar ultrapassados, continua a existir.

Carlos Silva, já antes tinha vindo com uma farroncada por causa da Autoeuropa, onde o PCP tenta minar as bases da segurança. Agora fala em greves sabendo que foram principalmente as greves que forçaram a dívida enorme onde Portugal se afunda e que continua a manter mais de dois milhões e meio de pobres.

As greves foram a bandeira do facínora Cunhal para arrastar Portugal para as dificuldades onde se encontra.

Cunhal sabia perfeitamente que na URSS, de onde veio, as greves eram proibidas e altamente punidas.

Sugiro que o Jerónimo e o Silva leiam “La Chute Finale” de Emmanuel Todd. Leiam o capítulo II “O proletariado sob a sua Ditadura” para acabarem com o engano que já não engana ninguém e que acabará com o PCP, tal como se tem visto pelos resultados das últimas eleições.

Faço mais uma sugestão. Se querem ser verdadeiros líderes políticos oiçam pelo menos “A Visão Global” e a “Conversa Capital” todos os domingos depois do Noticiário do meio-dia. Comecem por ir à Internet e ouvir o programa de ontem na Antena 1.

 

Anterior “A seita Judaica insiste em destruir a Síria”

C.S

publicado por regalias às 16:37
link do post | comentar | favorito

A seita judaica insiste em destruir a Síria

Os judeus falam em violação da soberania israelita, quando as suas violações do espaço aéreo Libanês é constante e o espaço e território Sírio é violado, atacado, e o Daesh e os opositores de Bashar al-Assad são municiados frequentemente.

O descaramento da seita judaica não tem limites.

A infâmia e a pulhice judaica causa vómitos até a quem os admira pela sua inteligência, mas não aceita os seus atos e as suas infames mentiras.

As incursões israelitas na Síria são regulares, como afirma o jornal francês Le monde.

Israel quer a paz regouga a seita judaica, mas continua a incentivar e a armar a guerra, como provam as entregas de armas ao Daesh e aos idiotas opositores de Bashar al-Assad, sabendo que serão as próximas vítimas da seita dos loucos, que os moderados israelitas também não conseguem travar, sabendo que chegará o dia em que todos serão sacrificados num holocausto provocado pelos canalhas que se pensam protegidos pelos Americanos.

Os judeus violam todos os espaços aéreos com a impunidade de quem se pensa seguro.

Os guerreiros do crime e da sua própria morte provocam o destino para desaparecerem da face da terra que emporcalham com as suas atitudes depois de terem sido protegidos por quase todos os povos com pena dos coitadinhos.

Um grande amigo meu, judeu de quatro costados, já me afirmou, várias vezes, que os judeus são uma raça maldita:

“Não conseguindo despir a pele” e, nunca rejeitando o clã, ele lamenta a sorte que o destino lhe destinou.

 

Anterior “O petróleo do Algarve é o turismo”

C.S

publicado por regalias às 06:48
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
15
16

19
20
23

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. No meio da salsicharia po...

. É desumano que os países ...

. Melania, inteligência e s...

. Crime contra a humanidade...

. Já que ninguém me ouve, o...

. O elogio da indigência pa...

. Catarina Martins, 5 arrob...

. Trabalhar pelo prazer de ...

. Um país de velhos e de ca...

. Costa, salve os trabalhad...

.arquivos

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds