Sábado, 31 de Março de 2018

Isto não é um país a sério. Assemelha-se a uma sargeta

O martírio instalou-se há 44 anos. Não fosse a pesada herança, as esmolas de alguns países e os biliões descarregados da União Europeia, os tontos, como diria, o meu prezado amigo José Pires Ramos, comiam pedras.

Os comunistas, desde o início desta palhaçada revolucionária, tomaram conta do país nos II, III, IV e V Governos do General louco, Vasco Gonçalves, 1974-1975. Portugal nunca mais tomou rumo.

Os Governos bem tentam distribuir a ilusão. Ninguém os acredita.

Somos um país de anarquistas, sem freio. Não somos um país a sério. Cada um insiste em fazer o que entende, mesmo que isso prejudique os outros.

Museus, comboios e aviões fazem greves quando lhes apetece. Os trabalhadores ganham três, quatro, dez vezes mais do que o ordenado mínimo. Os outros não lhes interessam. Eles querem ainda ganhar mais.

Os comunistas, que nunca deram nada a ninguém, dizem sempre que estão ao lado deles. Daqueles que ganham o suficiente para viver bem. Não, os outros, os desgraçados que passam fome, e cara alegre.

O português é tão orgulhoso que esconde o sofrimento.

Dois milhões e seiscentos mil pobres. Mais de quinhentos mil desempregados.

O antigo regime tinha praticamente eliminado a pobreza e não havia desempregados quando a surpreendente revolução se concretizou.

O democrata Marcello Caetano pensou que dando corda ao Golpe, Portugal poderia ficar melhor. Aconteceu o contrário.

Querem os Governantes resolver o imbróglio? Deixem os grevistas em casa. Mandem-lhes o salário segundo o que estipula a lei e substituam-nos por alguns milhares de Ucranianos.

Este país precisa de sangue novo e inteligente. É certo que regressamos ao século XIII quando tivemos que ir buscar gente à Flandres, à Bretanha e ao Norte da Europa para povoarmos o país, mas não caímos na sargeta.

Tenhamos a coragem de envergonhar os sem-vergonha que continuam a viver à babugem, fingindo que trabalham, sem se preocuparem com a situação dramática em que se encontra Portugal.

 

Anterior “E se o espião russo fosse o portador do veneno?”

C.S

publicado por regalias às 11:20
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 30 de Março de 2018

E se o espião russo fosse o portador do Veneno?

Tudo me leva a crer que o espião Russo foi vítima do seu próprio veneno.

Divergindo da opinião dos ingleses e dos seus folclóricos parceiros que, mesmo sem provas, apontaram o dedo aos Russos, eu posso provar por hipóteses fundamentadas, que o espião foi vítima de um acidente provocado pelo próprio ou pela filha. Eles são testemunhas fundamentais.

Em que me baseio?

Na recuperação da filha, já está fora de perigo, e de ele próprio ainda não ter morrido, apesar do veneno ser tiro e queda.

Algo correu mal entre pai, filha e veneno. Sergei Skripal ao tentar evitar os efeitos, protegendo a filha Iulia, foi o que mais sofreu.

Como chegou o veneno? Transportado por Iulia que ao entregar a mala ao pai, este despoletou a saída do mesmo.

O resto da história só a filha poderá contar, se os Ingleses não a calarem para sempre. Até ao desfecho do enredo fico fazendo força para que ambos se salvem e esta incrível crise acabe rapidamente para que o mundo, em vez do veneno Russo, não acabe em foguetório nuclear Americano, Inglês, Francês, Russo sem poupar os Chineses, Indianos, Paquistaneses e todos os seres vivos que olhando ou colaborando ficarão reduzidos ao átomo inicial sem honra nem glória.

A estupidez humana é infinita.

 

Anterior “Voo rastejante dos tripulantes oportunistas da Ryanair”

C.S

publicado por regalias às 08:53
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 29 de Março de 2018

Voo rastejante dos tripulantes oportunistas da Ryanair

Ignorância, estupidez, oportunismo são a causa da maioria dos atos falhados de muitos imbecis que pensando que se benzem partem o nariz.

Toda a gente sabe que os contratos com as Companhias estrangeiras, caso não haja outras determinações em contrário, entre as partes, são sempre vinculados no país de origem.

Os espertalhões rastejantes, aqueles a que normalmente se chamam oportunistas resolvem sempre tudo a favor das suas conveniências sejam quais forem os contratos celebrados.

Preferem os dias de festas e de romarias para irem abanar o capacete descurando o trabalho contratado.

A Ryanair tem toda a razão para não ceder aos Tripulantes de Cabine que assim procedem.

Embora preocupada com os passageiros, prejudicados por esta atitude, a Ryanair iria abrir um precedente, se cedesse a reivindicações, em todos os países para onde voa e onde naturalmente contrata os seus naturais, mas mantendo as regras gerais.

Infelizmente, em Portugal, depois de 44 anos de forrobodó, miséria e incúria, muitos ainda continuam a pensar que cada um pode fazer o que lhe vem à cabeça.

Se a partir de 2018 o povoléu continuar a comer demagogia e boa vida, bem podem os Governantes continuar a apagar fogos. Há sempre incendiários a pensar que, quanto pior estiver Portugal, melhor para eles.

 

Anterior “Garotada política coloca em perigo a paz”

C.S

publicado por regalias às 10:12
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 28 de Março de 2018

Garotada política coloca em perigo a paz

Sem apresentarem uma única prova contra os Russos, os Ingleses congregaram a fancaria política Europeia numa solidariedade de incompetentes.

Tal como aconteceu em 2003 quando o beato tardio Tony Blair, e George W. Bush juraram a pés juntos que os Iraquianos tinham armas químicas, centenas de milhares de inocentes iraquianos foram mortos por causa de uma mentira infame.

O país foi destruído.

O vandalismo continuou na Líbia com Obama, Cameron e Sarkozy.

Não satisfeitos com a mortandade atiraram-se contra a Síria perante o espanto de um mundo incrédulo perante tanta barbaridade de países, ditos civilizados, e “defensores” dos Direitos humanos.

A estupidez da matilha é tanto mais grave que os terroristas, que eles próprios formaram, não descansarão enquanto não vingarem, em solo Europeu, tudo quanto fizeram aos povos árabes.

A Europa vai passar pela humilhação de pedir ajuda à Rússia para se livrar dos terroristas que não só visarão o povo, mas a garotada de Governantes que ainda não compreenderam que uma coisa é solidariedade outra é estupidez, amiguismo e leviandade.

 

Anterior “A frustração do inexplicável Rangel”

C.S

publicado por regalias às 10:49
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 27 de Março de 2018

A frustração do inexplicável Rangel

Os livros sobre espionagem e a capacidade imaginativa dos espiões sempre fizeram parte das leituras preferidas dos jovens.

Hoje em dia a espionagem da Primeira-Ministra Inglesa, Theresa May, é de folclore, de palhaçada, de engano. Todos os Europeus são obrigados a comer a papa insonsa da May, como se aquilo que serve ao frustrado eurodeputado, mas altamente pago, o inexplicável Rangel, tenha de servir a Portugal.

A subserviência ao isimpático Reino Unido vem de longe e abarca todas as áreas. Em 1972 ou 73 uma aluna particular, a Ana Madureira, que continua cheia de genica e bem-disposta, teve uma nota baixa a Inglês, no exame da prova escrita, no Liceu de Santarém por, na pergunta sobre qual o seu pequeno-almoço em Londres, ela ter respondido: uma caneca de café com leite e pão com manteiga e marmelada. Pedi de imediato a revisão da prova e demonstrei que ela podia ter comido o que quisesse em vez dos ovos com bacon. A Ana passou de ano.

O Rangel e outros semelhantes mastigam tudo o que lhe apresentam sem se preocupar com a veracidade das afirmações, ou o paladar de cada um. São conhecidos por videirinhos. Estão sempre a bem com Deus e com o Diabo. Aquele que lhes garantir mais conforto é o escolhido.

Augusto Santos Silva, diplomaticamente, recusou correr a foguetes.

A tentativa de enfurecer Putin não colhe. Ele é um Estadista não é um malabarista que tenta arranjar problemas para encher os cofres de sua majestade.

Não entender estas simplicidades é inexplicável.

 

Anterior “Veneno Inglês igual às mentiras para atacar o Iraque”

C.S

publicado por regalias às 11:42
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 26 de Março de 2018

Veneno Inglês igual às mentiras para atacar o Iraque

Ouve-se e não se acredita. A Grã-Bretanha, sem apresentar quaisquer provas fiáveis sobre o envenenamento do espião russo, arrasta, tal como o fez em 2003, quando da invasão do Iraque, um conjunto de inseguros que não respeitando as informações dos técnicos enviados ao Iraque, não só prosseguiram a invasão, como um deles apareceu morto.

Depois seguiu-se a invasão da Líbia e a hecatombe Síria, tendo sempre a orquestra de sua Majestade alimentado as invasões e fornecido o veneno.

A estupidez, a cegueira e o servilismo de alguns políticos europeus é por demais evidente.

Estupidez porque a Europa ainda não compreendeu que, com estas inqualificáveis atitudes, só consegue unir, ainda mais, a Rússia e a China. Os dois colossos não precisam da Europa, nem dos Estados Unidos, nem dos serviçais Australianos para nada.

Rússia e China são um mundo desenvolvido e sensato que não tremem por mais que esta gente inconsequente tente a provocação.

A Europa devia estar sim preocupada com a escalada terrorista, incitada precisamente pela insanidade Inglesa, Americana e Francesa que ao provocarem a instabilidade no Médio Oriente e no Norte de África vão ter problemas durante as próximas décadas, caso não resolvam a infâmia sobre os árabes e devolvam os milhares de refugiados aos locais de origem.

Esconder a mortandade provocada nos países árabes com episódios de espiões, que têm consciência do risco da profissão e sabem que são ossos do ofício é de uma estupidez monumental que descredibiliza qualquer político.

 

Anterior “Por culpa dos politiqueiros morrem os polícias”

C.S

publicado por regalias às 17:27
link do post | comentar | favorito
Sábado, 24 de Março de 2018

Por culpa dos politiqueiros morrem os polícias

Depois de terem transformado militares em assassinos, os politiqueiros das últimas gerações encaminham-se para cilindrar a Segurança dos povos lançando a Guarda Civil e os Polícias para o centro dos vulcões incitando-os a imitar os Militares da NATO que procederam como carniceiros às ordens do branco Bush no Iraque e do preto Obama na Líbia, sinal que preto e branco são provenientes do mesmo esterco.

ARNAUD BELTRAME, verdadeiro símbolo de paz e de entendimento entre as populações e os povos, com o seu gesto quis, por um lado, salvar vidas em perigo e por outro alertar os políticos para as suas políticas erradas quando são os próprios a desencadear e a provocar as guerras como aconteceu no Iraque, na Líbia e na Síria, das quais têm resultado os lamentáveis atos terroristas que a Europa está a sofrer.

Quem seguir os acontecimentos em França verificará que a polícia francesa tem sido enxovalhada, pontapeada, incendiada e tem respondido com uma singularidade difícil de acreditar: tenta acalmar os jovens mais exaltados e mostrar que a ordem beneficia toda a gente.

Mas como pode, esta juventude, sossegar quando os seus países de origem são destruídos e mortos os seus familiares?

Os incapazes politiqueiros Europeus, há falta de saber Governar os próprios países, descobrem os erros nos outros, como agora está a suceder com a Rússia que acusam de tudo e de mais alguma coisa para esconder as suas incapacidades.

Os politiqueiros europeus não passam de meros vendedores do patrão Americano, de quem recebem uma percentagem pelo armamento que se preparam para espalhar por todos os países da Europa para se defenderem da Rússia que os olha com pena e compaixão.

Honra e glória a ARNAUD BELTRAME que deu a vida pelo bem do povo e alertou para o bom senso de todos os políticos do mundo.

 

Anterior “Marcelo tem vergonha. Portugueses morrem de vergonha”

C.S

publicado por regalias às 08:38
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 22 de Março de 2018

Marcelo tem vergonha. Portugueses morrem de vergonha

Marcello Caetano foi bem mais democrata do que todas as aves de arribação que chegaram depois do 25 de Abril, para que a descolonização se fizesse sem traumas e o País continuasse a senda do progresso e bem-estar que por todo o lado era evidente.

Marcello Caetano entregou o País com "Governantes respeitados, administração eficiente e honesta, todas as contas em dia, economia em desenvolvimento, grandes reformas como a da Previdência social e da Educação em curso, finanças sãs com Orçamento equilibrado, tesouraria abastecida, dívida Pública mínima, reservas cambiais de ouro de primeira ordem.”

A vergonha do Presidente Marcelo Rebelo de Sousa, como a de todos os portugueses conscientes começa mal Soares e Cunhal puseram os pés em Portugal.

Em poucas semanas enredaram militares e políticos. Spínola e Palma Carlos entregam o Governo a um louco; Vasco Gonçalves que, em dois anos de PREC, afundou o país permitindo em nome da Demagogia Democrática do roubo, das prisões infames e do caos instalado, Portugal ter perdido o rumo.

Depois de 44 anos de atabalhoadas Governações, milhares de greves incitadas por atrasados mentais, biliões de escudos e euros, totalmente perdidos, Portugal vive na mais execranda das misérias, tapada com a fachada do progresso.

Marcelo não pode só ter vergonha. Tem de forçar imediatamente a regeneração do país ao denunciar os erros que Sindicatos e Partidos apregoam como soluções válidas para os próprios e nunca para o povo.

Democracia é a verdade e nunca esta água chilra vomitada sobre o povo e sobre a Nação Portuguesa.

 

Anterior “Anselmo Borges é grande demais para país tão pequeno”

C.S

publicado por regalias às 09:41
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 20 de Março de 2018

Anselmo Borges é grande demais para país tão pequeno

Os portugueses sabem fazer bem. Não o fazem porque não estão para se chatear. É erro grave.

Iludir a verdade com a mentira para atingir objetivos execrandos e assim se instalarem no poder à custa do prejuízo de milhões também não leva a lado nenhum. A morte leva-os podres de ricos, mas o suco que deles escorre fica a cheirar mal durante séculos.

Conheci, homens excecionais que foram verdadeiros desastres depois do 25 de Abril.

Ontem ao ouvir o programa “A Vida”, entre as 23h20 e as 23h55 de Inês Meneses e Anselmo Borges verifiquei como é grande o conhecimento de um Homem, cujo valor intelectual ultrapassa qualquer outro cidadão Europeu, mas cuja naturalidade se perde no meio desta gente que vive de aparências.

O programa que está no ar há vários meses, às segundas-feiras, e no horário supra não tem motivado multidões. A gente ignara deste país, depois do 25 de Abril deixou de ser motivada. A democracia prefere os néscios amestrados.

O Professor Anselmo Borges assistiu, (ouviu) por acaso, o Processo Disciplinar que o Professor Freitas do Amaral me fez depois da votação contra o Primeiro-Ministro Nobre da Costa. Anselmo Borges ficou sentado, à minha espera, num dos bancos do corredor encostados à sala do CDS. Eram 23h35. Disse-lhe que demorava 5 minutos: entrava por uma porta e saía pela outra. Qual o meu espanto quando soube que a reunião visava o amotinado. A partir daquele momento e até às cinco e quarenta a minha defesa ouvia-se cá fora. As frases não eram nada agradáveis. O Freitas foi buscar lã...

Anselmo Borges ouviu tudo, embora com altos e baixos. Na viagem de regresso à terra dos Templários, eu ia calado e triste. Gostava do Freitas por ser um homem muito inteligente, reprovava-lhe a arrogância; quase desejava ter sido eu o  derrotado. A história está contada em livro e em outro blogue. Dos 42 Deputados, daquela Primeira Legislatura, muitos estão vivos. Quando nos encontramos recordam a derrota do Freitas e a sua atitude.

Tive de contar ao Professor Anselmo Borges, sob confissão, que nunca relataria a ninguém o que lhe ia dizer. Na verdade, durante anos, e enquanto mantive o segredo, ninguém tocou no assunto, nem estranharam que o Freitas estivesse meses sem aparecer no Parlamento.

Sobre Anselmo Borges, a quem admiro a subtileza da inteligência, o saber profundo de assuntos tão díspares e tão importantes para se entender o mundo, fui sempre lendo o que escreve.

Quando o ouvi pela primeira vez na Antena1, com a Inês Meneses, fiquei ainda mais seduzido. A jovem sabe puxar o fio das conversas. Todas elas são um deslumbramento.

Quando puder oiça-o com atenção. Vai ver que não se arrepende.

Considero Anselmo Borges um filósofo brilhante e um dos maiores pensadores deste século.

Portugal devia estudar mais, fazer mais para o merecer.

 

Anterior “Ronco degradante de mulher na Antena 1”

C.S

publicado por regalias às 11:27
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 19 de Março de 2018

Ronco degradante da mulher na Antena 1

Abocanhada pelo Partido Comunista e consolidada a posição durante o PREC e os II,III,IV e V Governos do Vasco Gonçalves, a Emissora Nacional, rádio de profissionais impolutos passou pouco depois a Antena 1 e a servir o socialismo balofo dos tempos da estupidez, do roubo, do caos, das drogas da loucura. Cultivou o servilismo e a degradação da mulher.

Em vez do País ser nivelado por alto passou a rastejar. Aquilo que podia ter sido só uma época de desleixo e incultura foi-se mantendo com os restos de basbaques comunistas.

Na tentativa de combater o “Portugalex” e depois dos dez anos celebrados com a apresentação de um dos mais rascas palradores da Antena 1. Foi um verdadeiro fracasso. Mas o sujeito vai a todas. Até apareceu neste último campeonato de canções com a vitória do “Jardim”.

Como o homem, depois do clamoroso sucesso da canção, desapareceu, eu voltei a ouvir os programas da manhã da Antena1.

Espanto dos espantos, a mulher do ronco, sobre quem já há meses eu tinha chamado a atenção, voltou a aparecer.

Não tenho nada contra a rapariga, nem faço ideia se é gorda ou magra. Ela é uma serviçal que debita o que os outros escrevem.

A Antena 1 não pode disseminar a ignorância, a baixeza que leva a pensar no ronco do porco, na sujeira onde ele fossa.

A mulher é um ser que nunca deve ser confundido com atitudes menos dignas.

Com o ronco da porquinha na Antena 1, a União Europeia está ciente que o país não passará de uma estrumeira onde poderão continuar a lançar lixo.

 

Anterior “Crime, hipocrisia, mentiras e cobardia Britânica”

C.S

publicado por regalias às 09:16
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
14
15

16

24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Atenção à comida e à frut...

. Taxistas dão tiros na int...

. Portugalex cede à ignorân...

. Grevistas da saúde, aliad...

. Parvalheira racista domin...

. Antena1, "Conversa Capita...

. Refugiados, solidariedade...

. Falar menos, produzir mai...

. Trump enganado por Ingles...

. Estivadores grevistas e o...

.arquivos

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds