Sábado, 13 de Julho de 2019

Depressão II é formada por um conjunto de obsessões

Se a pessoa está inquieta e preocupada tentar perceber o que se está a passar consigo, esta fase é passageira. Pode demorar alguns meses, mas passa, agora se começar a engolir drogas tudo se complica porque a seguir é o corpo que começa a dar sinais de desconforto.

Sejam quais forem as causas da depressão ela pode desaparecer tal como apareceu, basta para isso não lhe dar confiança.

Tirar da cabeça, por exemplo, os sinais de frustração que ela lhe apresenta como motivo para se envergonhar da vida por qualquer motivo a que deu mais importância do que devia é a maneira mais simples de recuperar a boa-disposição.

A verdade é que não há nada que seja impossível de resolver.

Há tempos escrevi um texto, que ainda não publiquei, mas onde demonstro que o homem só entende a 75% a vida a partir dos 60 anos. Entre os 50 e 60 é período de instabilidade. Até aos 60 andou a aprender a viver. A partir dessa idade pode reparar os erros cometidos se achar que são importantes.

É verdade que o homem a partir dos 84 fica mais lento, mas desde que não se deixe cair em depressão neurótica, ele resolve todos os problemas.

A saúde Mental é essencial para conseguir esse objetivo.

A Depressão provoca ansiedade e instabilidade. Todos os portugueses estão a passar por isso, desde que há 45 anos a estrutura organizada do Estado Português entrou em depressão. Ninguém sabe o dia de amanhã. Aquilo que pensamos realizar, às vezes, não se concretiza porque o Governo não tem uma estratégia definida e cada um puxa para o seu lado.

As pessoas não sabem o que hão de fazer e a Depressão entra com toda a facilidade em qualquer um. Perdem o interesse pelo estudo, pelo trabalho profissional e fazem tudo com sacrifício porque não conseguem sacudir a frustração que lhes bate no pensamento.

A seguir metem-se nas drogas para curar uma doença que não têm.

O assunto é psicológico não é físico, mas ao ensacarem-se de drogas o fim pode ser trágico.

Caso não se liberte dos pensamentos obsessivos junta-se à Depressão a neurose e tudo se torna mais complicado.

Ao deitar-se experimente pensar em coisas sem importância, por exemplo futebol ou lembrar-se de coisas interessantes que sabe o que são, mas não as recorda, vai ver que não recordar ou imaginar que é o melhor jogador de futebol ou de hóquei e faz dribles que ninguém o segura é um método para dormir descansado.

Durante o dia faça a vida normal. Quando lhe chega o desânimo, pare o trabalho, apanhe ar e respire fundo.

Evite pensar em assuntos que o preocupam. Faça férias e limpe os pensamentos negativos.

 

Anterior “Depressão aumentada por medicação errada”

C.S

publicado por regalias às 06:56
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Incentivar os trabalhador...

. Os Sindicatos, os Partido...

. Lesbos tem em Moria Campo...

. O circo e os novos palhaç...

. Os monstros do Mediterrân...

. O circo continua, a greve...

. Não há pachorra para atur...

. Ditadores sociais-fascist...

. Aproveite as insónias par...

. A pesca como terapia, far...

.arquivos

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds