Quinta-feira, 1 de Agosto de 2019

O Doutorado da Felicidade, da mentira e do engano

Li há poucos minutos um texto no Jornal Económico Digital, onde um Mota, Doutorado em Economia da Felicidade começa com uma boa ideia, mas borra a escrita quando ataca o feroz Ditador Salazar, que valia mais numa unha do que este Doutorado em mentiras e engano.

O Mota afirma que “Portugal é, cronicamente, um país com défice em formação académica. Um problema que começou nos tempos da ditadura de Salazar – que desvalorizava a educação do povo e que convivia bem com uma população largamente analfabeta”.

O analfabeto Mota mente com todos os dentes que tem. O problema não começou, já vinha do tempo da Monarquia, passou pela Primeira República, que tentou reverter a situação, mas que desistiu devido às greves, aos levantamentos militares, aos espancamentos, às prisões e às muitas mortes sem contar as do Presidente Sidónio Pais, Machado Santos, o fundador da Primeira República ,António Granjo, Primeiro-Ministro etc., a confusão não deu para ensinar mais nada do que fosse colocar bombas. Salazar nunca desvalorizou a educação do povo e rejeitava o analfabetismo dos Motas. 

Salazar entrou no Governo, da Ditadura Militar, dois anos depois da Revolução do 28 de Maio de 1926, como Ministro das Finanças e recuperou o país que estava muito pior que este.

Em 1932 foi convidado para Presidente do Conselho; em 1933 sai a Constituição de 1933, que o Mota deve ler para não continuar a falar do que não sabe.

Salazar preocupou-se desde início com o ensino. Verifica como há de arranjar gente para os serviços públicos. Nos quarteis aparecem as Escolas Regimentais que preparam os homens para onde era necessário gente. A seguir, como os professores eram poucos aparecem as regentes escolares, aumenta o número de professores com as Escolas do Magistério e quando já tem gente que sabe ler aparecem os livros sobre ensino, trabalhos agrícola, saúde, etç., etc., que o Grácio mandou queimar em auto sem fé nesta democrática, libertina e desmiolada Terceira República, onda há Motas, Soares e Barreirinhas Cunhal, que mentem com quantos dentes têm acusando um Homem que vale cem mil vezes mais que estes três exemplares juntos.

A Segunda República, que também tinha o nome de Estado Novo, para mostrar ao povo desconfiado da destrambelhada Primeira República Democrática, que podia confiar em quem Governava o País.

Muita da papelada do Governo assinala bem a palavra REPÚBLICA.

Mas os três querem eliminar o nome, porquê? Porque têm de arranjar diferenças, menores. Assim enganam mais. Julgam-se gente.

Continuando sobre o Ensino, diz o Mota que os seis anos de escolaridade obrigatória foi nesta pepineira em que vivemos que começaram.

O Mota nem se deu o trabalho de verificar sobre o que escreve. É deste tempo. É desta mentira com mais de 8% de desempregados, dois milhões e seiscentos mil pobres e outros tantos a entrar no buraco a quem o Mota quer continuar a enganar ao esconder a Telescola e a não dizer que os recursos de antes e os de hoje são totalmente diferentes.

Por isso, senhor Leite Mota, o senhor até teve uma boa ideia, só que quis agradar a quem? Ao Costa? O Costa está farto de apoiantes de chinela.

À esquerda? À das artistas que defendem o proprietário do BE que compra um prédio por 400 e vende por 5000?

O povo está farto de videirinhos.

Escreva verdades para ouvir outras verdades mais verdadeiras.

 

Anterior “Regionalizações, hesitações, referendos e política”

C.S

publicado por regalias às 20:15
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Fascismo sem fascistas e ...

. Cunhal teve ideias premon...

. António Ferro, como era d...

. Deputados palhaços ou Dep...

. Quanto tens, quanto vales

. Incompetência ou falta de...

. Isto não é um mundo de ge...

. Esplendor de Portugal atr...

. Catalunha é mais poderosa...

. No País dos loucos salvem...

.arquivos

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds