Quarta-feira, 31 de Março de 2021

Casal de árbitros, doentes do olho, prejudicam Portugal

Impossível que os dois árbitros destacados para o jogo Portugal-Sérvia não tenham visto o golo marcado por Cristiano Ronaldo.

A FIFA ou investiga o que se passou e colabora, de maneira isenta, em todos os passos daquela jogada e verifica, tal como milhões de espetadores que seguiam o jogo através das televisões ou o seu descrédito vai levar a que seja substituída por outra Organização mais idónea.

Ronaldo ainda foi muito contido nos seus protestos. Outro português seria capaz de atitudes bem mais graves para repor a justiça do resultado.

Os árbitros têm de ser investigados dos pés à cabeça para que isto nunca mais possa suceder.

Aquilo não é um erro humano involuntário, aquilo é um roubo à vista de milhões de pessoas e que é impossível de esconder e ter outra justificação que não seja fraude por motivo sentimental ou de grande capital.

Seja o que for é fundamental que as autoridades entrem em jogo.

Nenhuma Nação pode ser humilhada por um casal de árbitros sem vergonha.

Coloque a máscara. Esqueça esta Páscoa se quiser celebrar a do próximo ano.

 

Anterior "Antes que os irracionais se masturbem com as palavras"

C.S

publicado por regalias às 08:52
link | comentar | favorito
Terça-feira, 30 de Março de 2021

Antes que os irracionais se masturbem com as palavras

A China mostrou ao mundo como é possível atingir a felicidade sem grandes sobressaltos e sem nunca ceder a minorias revolucionárias, num universo de mais de um bilião e quatrocentos milhões de habitantes.

A Ditadura Chinesa, quanto a mim, é muito semelhante à Democracia Orgânica que Salazar adotou para recuperar Portugal da pandemia republicana, que entre 1910-1926, com greves, revoltas e fome engordaram políticos e enfraqueceram o povo.

A China pesou todo o seu crescimento, desde as dinastias hereditárias até à República em 1911.

Em 1949 desenvolveu uma estratégia para alcançar o bem estar do ser humano; e, com alguma rispidez, o povo imediatamente compreendeu os benefícios de uma Ditadura, com várias fases e vários sistemas que a partir de 1978, transforma a República Popular da China num país de grande crescimento económico. Tendo alcançado, tal como aconteceu em Portugal, entre 1950 e 1973, 6,5% ao ano. O que era comentado em todo o mundo como um feito extraordinário.

Na China, a taxa de pobreza baixou de 60% para 7% e nunca mais parou.

Hoje a China é considerada uma superpotência: tem o maior exército do mundo para se defender dos irracionais, que fazem da guerra um modo de vida para eles e de morte para quem náo lhes obedece.

Não consta que a China tenha ideias expansionistas, mas não deixa que ninguém lhe bloqueie as ideias no seu espaço.

Ela tem conquistado o mundo pelo seu esforço na realização do ser humano. Por esse motivo, quando alguns patetas incitam outros para a enfrentar como fizeram aqui em Portugal ao confundirem os Governos com esta Democracia de pobretanas em que vivemos, a China manda-os tomar juízo, sem mesmo comentar a parvalheira e assim evita que para cada cinquenta ricos, haja dez mil pobres.

Ela nunca pediu a devolução de Macau. Fomos nós que entregámos a Possessão por vontade dos políticos daqueles desvairados tempos.

Macau ficou melhor entregue. Reclamem os recalcitrantes desde que não provoquem distúrbios e estragos,. Masturbem-se com palavras, mas evitem os actos que lhes podem sair caros.

Coloque a máscara. Aquilo que me preocupa é Moçambique que foi entregue por uma seita de bastardos em nome de uma Descolonização de exemplar estupidez e morte, e uma Democracia irracional, pois sacrifica o ser humano em vez de o proteger.

 

Anterior “A Democracia e as sanções à China”

C.S

publicado por regalias às 09:17
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 29 de Março de 2021

A Democracia e as sanções à China

Churchill e Salazar sempre tiveram dúvidas sobre a Democracia de pernas abertas a toda a permissividade.

Tanto um como outro fizeram-no saber.

Salazar, concordando com muitas das linhas demcráticas, achava que lhe faltava a força e a ordem que garantiriam a segurança e o bem estar dos cidadãos.

Ao ser plebiscitada a Constituiição de 1933, verificamos que o Estado aceita uma Democracia Orgânica de cariz autoritário, mas não violento.

Como todos sabem, menos os ignorantes e aqueles que por estupidez teimam em negar, o sucesso foi total. O País que vivia em morte lenta, devido à miséria provocada pela Primeira República, 1910-1926, recuperou e em 1974, quando do 25 de Abril, apesar da Guerra no Ultramar, o escudo português era uma das moedas mais fortes do mundo. O progresso era evidente.

A ordem e o trabalho tinham realizado o sucesso.

Esta conversa vem a propósito do erro que a Europa cometeu ao impor sanções à China para agradar aos americanos. Claro que a China imediatamente retorquiu. Mas os políticos europeus, acomodados e subservientes aos americanos, ainda não compreenderam que tudo está na esburacada Democracia que os EUA praticam como querem, mas criticam e atacam os outros como entendem..

Pensem neste assunto. Nesta Democracia de rotos que está a minar o mundo, e pretende minar o sistema Chinês de aparência Ditatorial, mas que 95 por cento ou mais do povo apoia porque o bem-estar é evidente.

Coloque a máscara. Distraia-se não pensando sempre no mesmo.

 

Anterior “Moçambique nas mãos de assassinos e indiferentes”

C.S

publicado por regalias às 08:24
link | comentar | favorito
Domingo, 28 de Março de 2021

Moçambique nas mãos de assassinos e indiferentes

Quando da invasão criminosa do Iraque pela proclamada Democracia Americana tive um choque tremendo quando vi uma sargeta, não uma sargenta, de cigarro numa mão e um homem nu, à trela, na outra. Compreendi imediatamente que o mundo ia entrar noutra era.

Passado poucos anos, Obama, Sarkozy e Cameron, três monstros de maldade, invadiram a Líbia e esmagaram um país próspero e em franco progresso social e cultural, transformando-o no caos, na miséria e prenhe de autênticas seitas criminosas.

Obama e outros débeis contnuaram a bestialidade na Síria que só não esmagaram porque a Rússia se opôs.

Agora assistimos à tragédia em Moçambique. O desespero e os gritos de sofrimento chegam a todo o mundo, mas, tanto a França dos brancos Sarkozy e a Inglaterra do Cameron como a América do preto Obama continuam indiferentes à decapitação de Cabo Delgado, de Pemba, de Palma e de tudo que a besta humana possa destruir.

A hipócrisia Democrática, não faz nada? Os monstros supracitados que fizeram as guerras e mataram centenas de milhares para proteger umas dezenas, agora mantém-se indiferentes?

Estamos num mundo em farrapos depois de ter atingido as fraldas de um Deus cansado de milhões de anos totalmente inúteis para albergar o ser humano feliz.

O Corona tem feito o seu trabalho. Os Estados Unidos já vão nos 600 mil mortos e a caminho dos outros eliminados nas diferentes guerras que praticaram sem que delas viesse algum bem ao mundo.

Ouvem-se os gritos em Cabo Delgado, quem lhe acode? A apressada descolonização exemplar no erro também tem as suas culpas. Que resolvem os militares e os políticos?

Coloque a máscara. Serve para evitar os ataques do Corona e esconder a vergonha de um mundo de rotos e criminosos.

 

Anterior “Não tenha pressa de morrer. H+a muito para aprender”

C.S

publicado por regalias às 08:49
link | comentar | favorito (1)
Sábado, 27 de Março de 2021

Não tenha pressa de morrer. Há muito para aprender

Há mais gente nas ruas. Há mais movimento e há mais descuidos. Fazem mal os apressados. Aquilo que vinha desaparecendo rapidamente, começa de novo a subir.

O vírus espreguiça-se nos corpos, aloja-se nos pulmões e é com dificuldade que é contido e eliminado.

O ser humano que aparece no mundo quando ele já está todo equipado, veio para o conservar, alindar e usufruir.

Durante anos tentei compreender porque tinha vindo a este mundo que me desagradava devido às diferenças sociais que existiam e continuam a existir.

Resisti ao impacto devido a dois elementos: as mulheres que admiro e o estudo.

Ainda hoje aconselho que a melhor maneira de não dar em doido por causa deste invisível Covid 19 é viajar através da Internet e saborear o conhecimento.

Para descanar há sempre imensas pequenas coisas a fazer em casa. A rua só no essencial.

As festas são uma tentação que descontrolam os cuidados. Não se deixe descontrolar. Caso contrário não tem tempo de ir buscar o passaporte para o desconhecido e só regressar, se regressar, passados uns centos ou uns milhares de anos depois.

Tenha calma. O assunto é complicado e os antivírus deviam estar já espalhados pelo mundo inteiro. Não estão. O perigo continuará sempre a espreitar. Os mares estão cheios de porcaria que envenena tudo e o aquecimento Global está nos limites. 

A grande festa é a aprendizagem, o mergulhar no desconhecido e enfrentar o vírus sem o atacar.
Quer viver? Evite cometer erros.

Coloque a máscara. Siga as orientações do Governo.

 

Anterior “O Mundo adoeceu”

C.S

publicado por regalias às 09:23
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 26 de Março de 2021

O Mundo adoeceu

O ser humano ainda não percebeu que o vírus não passa de um aviso muito sério há sobrevivência deste planeta.

O ser humano tem atulhado os mares de milhões de toneladas de detritos que os contaminam e todos os dias matam milhões de peixes.

As grandes potências não têm passado de crianças a brincar com a morte nos diferentes Continentes.Elas juntam às criminosas guerras o despejo de lixo, transformando os mares em latrinas a céu aberto e propícias a desenvolver toda a espécie de doenças.

Se as grandes potências não sabem resolver este assunto podem propor às Universidades Portuguesas que o façam urgentemente.

Duvido que o Covid 19 largue os Continentes antes de uma limpeza profunda e geral,

Não acreditam? Eu acredito e não largarei o assunto.

Coloque a máscara. Esta pandemia pode ser travada, mas não eliminada. Siga a orientação do Governo se quer viver mais uns tempos.

 

Anterior “Maneira simples de alargar o conhecimento”

C.S

publicado por regalias às 08:39
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Março de 2021

Maneira simples de alargar o conhecimento

Passar o tempo com assuntos úteis e agradáveis é aquilo que desejamos neste tempo que demora a passar devido a muita teimosia e ignorância.

Neste momento o vírus subiu África, já está no Norte e se não tivermos cuidado voltará para uma outra vaga mais devastadora.

Como temos de passar o tempo em casa, os que gostam de futebol têm uma maneira simples de viajar, conhecer e aprender.

Quem sabe onde fica o Azerbaijão, o que lá existe e se a vida é cara ou barata?

Nada melhor do que viajar através da Internet e aproveitar para dar uma volta pelos outros países.

Eu se não tivesse outros assuntos a tratar, a Internet chegava-me e sobrava-me para passar o tempo e especializar-me naquilo que mais me atraísse.

É verdade que até há alguns anos atrás passava 14, 15 horas agarrado ao computador, agora, de duas em duas horas, quando os olhos começam a chorar tenho de parar e ir tratar das plantas, mexer em terra e regressar vinte ou trinta minutos depois.

Experimente. Vai ver que o confinamento nem é assim tão desesperante como dizem.

Coloque a máscara. Oiça a sua voz, Viva a vida. A Primavera já chegou e, daqui a poucos meses, o Verão pode trazer boas novidades, se tiver cuidado com a sua saúde e ouvir a sua inteligência.

 

Anterior “ Futebol, de barriga cheia, exige milhões ao Governo”

C.S

publicado por regalias às 08:16
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 24 de Março de 2021

Futebol, de barriga cheia, exige milhões ao Governo

Há dias ouvi um dirigente de futebol exigir mais uns milhões para sustentar o futebol profissional.

Julgo que o Governo já enterra mais de 65 milhões de euros, onde a maior parte vai engordar as contas dos futebolistas no estrangeiro.

Quando o Governo ainda hesita em acabar a pobreza em Portugal ao elevar a Reforma de muitos reformados para os 501 Euros, acho escandaloso, vergonhoso e imoral o monstruoso montante empregue no futebol quando há clubes que praticamente só têm jogadores estrangeiros.

Recordo-me que o Benfica ganhou fama e carinho por, durante muitos anos, só ter jogadores nacionais. Isso fez que os estádios se enchessem e o clube não precisasse de subsídios.

António Costa deve pensar primeiro nos Reformados e só depois resolver assuntos que estão naturalmente resolvidos pelos soberbos ordenados da grande maioria dos futebolistas da primeira Liga e de todos os dirigentes do chuto.

Coloque a máscara. O vírus está assanhado e precisa de cautela. Esqueça os ajuntamentos e a demagogia de quem a promove ao estar contra o confinamento.

 

Anterior “Evite festas e ajuntamentos, não deite tudo a perder”

C.S

publicado por regalias às 08:11
link | comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Março de 2021

Evite festas e ajuntamentos, não deite tudo a perder

Não vá na conversa de bastardos que incitam a festas, ajuntamentos e outros devaneios tal como aconteceu com o primeiro de Maio do ano passado e a festa do Avante que lhes custou a perda do Alentejo para o Partido do Chega que teve mais do dobro dos votos do Partido Comunista.

E isto porquê? Porque depois das festas supracitadas, o vírus entrou em força nas terras alentejanas e as pessoas verificaram quem tinham sido os culpados daquelas facilidades de gente sem escrúpulos que por estupidez coloca em risco a vida das populações.

O Governo também aprendeu a lição das aberturas de Natal e travou às quatro rodas.

Hoje estamos a verificar isso na Alemanha, em França e na Itália que voltaram a um confinamento forçado, mesmo depois de terem sido os mais vacinados. Com vacina e ajuntamentos, o vírus espalha-se com a mesma facilidade e as mortes aí estão para o provar.

Tenha paciência, não se deixe abater, distraia-se com o trabalho caseiro. Oiça rádio. Hoje e durante a semana, oiça o programa "Portugal em Direto" da Antena 1, depois do noticiário das 13. Costumava ser bom, experimente e viaje pelo País estando em casa. Eu preparo o livro,como ontem disse no blogue. para todos poderem participar, passar o tempo e até poderem compreender que somos todos escritores que falamos demais e escrevemos de menos. Saiba viver a vida. Seja inteligente. Surpreenda-se.

Coloque a máscara. Não facilite. Temos de resolver este assunto até ao fim do ano.

 

Anterior “O melhor antivírus para além da vacina é a imaginação”

C.S

publicado por regalias às 08:36
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Março de 2021

O melhor anti-vírus para além da vacina é a imaginação

O confinamento fez espevitar o pensamento e o conhecimento.

Uma boa parte do tempo que passo acordado, depois de fazer todos os trabalhos que me mantém vivo, penso como resolver os problemas das pessoas, fazê-las felizes, arranjar uma escapatória para as dificuldades.

A última que me veio à cabeça foi publicar num blogue destes, 50 ou 75 por cento de um livro, e quem quiser, e em todos os países do mundo, pode-o acabar e publicar ganhando dessa maneira, não só paz e confiança na vida, mas também o pagamento combinado com os editores do mesmo, além de aparecer na capa como o escritor que imaginou a obra. Eu saio do escaparate. A moeda que recebo em troca é saber que são felizes.

Explicando melhor; até ao final de Abril vou colocar aqui um livro que pode folhear, imaginar. e escrever o fim tirando rendimento do seu trabalho e da sua imaginação.

Eu vou fazer chegar a outros países, o mesmo livro e a mesma ideia. Tanto a podem aproveitar portugueses como estrangeiros que saibam português embora o livro possa ser publicado na língua materna de quem terminar o texto de maneira a cativar os leitores e rentabilizar a obra. Todos os direitos do livro serão de quem titular a capa do mesmo. Nos diferentes países.

Para qualquer esclarecimento utilizem a página de critica nos blogues. Eu responderei sempre para o geral.

Depois de publicar o primeiro arcaboiço, a estrutura em que assenta o livro, será mais fácil entender o objetivo que é fazer viajar por todo o mundo o pensamento português e evitar as sequelas da pandemia que deverá ser citada e explicada para o livro ficar situado neste tempo e o enredo ter um final correspondente aos graves problemas que afetam todos os afetos em tempos de confinamento.

Coloque a máscara. Ela é eficaz na sua proteção e estimula a imaginação.

 

Anterior “Nem beijos nem abraços, nem palmadinhas nas costas”

C.S

publicado por regalias às 08:34
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
23
24

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Portugal pode ser um país...

. Entre a pandemia, as alte...

. Ideias para um Novo Mundo

. Altice e Primeira Repúbli...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

.arquivos

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub