Domingo, 21 de Março de 2021

Nem beijos nem abraços, nem palmadinhas nas costas

Isto de não fazer nada é muito mais difícil do que trabalhar.

Estar em casa, e sujeitos a regras para meter o nariz fora de portas, custa que se farta.

Para não se dar em doido temos de arranjar esquemas. Os homens, mesmo aqueles que não são viciados no futebol podem experimentar dar uma espreitadela pelos relvados e compreender a razão que o Governo não abre as portas dos estádios. Está visto. Os abraços, os apertos de mão e as palmadinhas entre técnicos e jogadores podem ser tão perigosas como as festas e as greves, O Governo não arrisca. Quem não sabe o que fazer tem aqui um passatempo e ainda pode vibrar com uns valentes e certeiros chutos.

As mulheres têm muitos outros interesses, desde a leitura, a culinária e a pintura, o tempo passa muito rápido. Não podem é esquecer-se de evitar os beijinhos.

Há imensas coisas que podemos fazer em tempo de pandemia, mas temos a mania de nos lamentar por tudo e por nada.

Experimente fazer pequenos trabalhos agrícolas, cozinhar, ler, escrever as suas memórias e vai ver que a pandemia lhe fez descobrir qualidades que não imaginava.

Coloque a máscara. A vida são só dois dias e alguns anos.

 

Anterior “António Costa, incite o povo a trabalhar”

C.S

publicado por regalias às 08:26
link | comentar | favorito
Sábado, 20 de Março de 2021

António Costa, incite o povo a trabalhar

António Costa, o senhor ganha todas as eleições se conseguir colocar todos os Reformados nos 501 Euros de reforma mínima e convencer os proprietários agrícolas a cultivar as terras ou a arrendá-las a quem as trabalhe.

Para o povo é indiferente quem Governe o País desde que o Governe bem. O povo não é ingrato,

Ainda há gente que se lembra de ier comido sopa de ervas para matar a fome, nos finais da desastrada Primeira República e nos primeiros anos da Ditadura Militar. Os pais não tinham mais para lhes dar a comer.

Quando apareceu Salazar foi como se Deus tivesse descido à terra.

Um amigo meu, grande socialista, que faleceu com 96 ou 97 anos, não admitia que ninguém falasse mal de Salazar. Foi por esse motivo que Salazar foi eleito o maior Português de sempre. Muitos que votaram nele eram de Partidos à Esquerda e muito à Esquerda.

Ponha o António Costa os campos a produzir e os seus produtos a serem vendidos em Portugal evitando as importações e as más disposições que muitos produtos importados provocam e verá que tem Governo para mais vinte anos.

Revolto-me quando como maçãs importadas que, além de não terem qualquer gosto, são farinhentas e intragáveis quando temos as saborosas e saudáveis maçãs de Alcobaça, e por todo o país hà fruta que não tem igual nos países da Europa, como as cerejas, os morangos, as uvas, etc.

Por favor, incite o povo a trabalhar.

Coloque a máscara. Coma as amêndoas da Páscoa, mas evite ajuntamentos, mesmo que esteja vacinado.

 

Anterior “Biden, o imaturo, e o verdadeiro assassino”

C.S

publicado por regalias às 09:09
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 19 de Março de 2021

Biden, o imaturo, e o verdadeiro assassino

Biden ao acusar Putin, Presidente da Rússia, de assassino, cometeu um tremendo engano e um perigoso erro.

Putin é um político sensato, não deixou cair a idiotice em saco roto, mas não admitirá muito mais ofensas.

Biden tem como seu principal conselheiro um dos maiores assassinos destes últimos dois séculos.

Barack Obama ao atacar e destruir a Líbia tornou-se o símbolo mais asqueroso e infame do género humano. Ao desfazer um país próspero e feliz, ao matar centenas de milhar de inocentes e o Presidente do país, transformou uma nação próspera num país miserável, onde o caos e o crime se instalaram.

Ao dizer que Joe Biden é imaturo, lembrei-me do programa “A Mosca” do dia 18, onde o pequeno texto de 40 segundos traz à baila a vontade de dar voto aos jovens de 16 anos. Perante a admiração por não serem ainda maduros, a jovem que contracena riposta que os adultos são um bocadinho imaturos.

Achei assertiva a palavra e concordo plenamente. Por mim me confesso. Mas um Presidente dos EUA é que nunca pode fazer afirmações descabidas, tendo ele em casa um verdadeiro assassino.

Admiro os EUA, o padrinho dos meus filhos, Edwin Budge Mead, tudo tentou para eu ir para a América. Mas nem a oferta de uma fortuna imensa me convenceram a trocar Portugal pelo país onde corre o rio dos petrodolares.

Biden tem de evitar as gafes, agora é Presidente da maior potência mundial. Tem de ter tento na língua,.

Coloque a máscara. Tape a cara, não só por causa do vírus, mas pela imaturidade que ataca, principalmente, os homens.

 

Anterior “Bloco de Notas e a miséria no Estado Novo”

C.S

publicado por regalias às 08:37
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Março de 2021

Bloco de Notas e a miséria no Estado Novo

Os comunistas sempre se serviram de Salazar para ganhar a atenção das pessoas.

Os coitadinhos são vítimas da própria imaginação. Felizmente que a Direita Babaca e a Esquerda dos copos lhes deu uma ajuda para completar a ladainha dos miseráveis infelizes.

A ideia comunista é atrativa, mas muito difícil de aplicar. A URSS para levar a cabo o projeto sacrificou e matou mais de 50 milhões de desgraçados. Quando quase tinha atingido o objetivo, de cansaço, veio a Perestroika e acabou com o sonho.

Em Portugal, o atrasado mental Álvaro Cunhal conseguiu o apoio dos imaturos e infiltrou todos os organismos de Estado com subservientes que desde os Caminhos de Ferro até à Antena 1 por lá se encontram. Os restos amparam o Jerónimo para que ele, sem saber, amparar a pandemia e a faça crescer.

No Bloco de Notas do dia 16, a Investigadora Magalhães Ramalho dissertou sobre o Cônsul Aristides Sousa Mendes e, caso raro, foi a única que se aproximou da verdade sobre o número de vistos que o Aristides passou, cerca de 2000, num universo familiar de aproximadamente dez mil pessoas.

Antes o número atingia entre os 30 e 40 mil, o que era uma falsidade. Eu trabalhei no Consulado de Portugal em Paris, fiz bastantes passaportes. Os lançamentos nos livros de registos levam bastante tempo.

Por outro lado, o Vice-Cônsul, João Carvalho da Silva conversava bastante comigo no intervalo do almoço e por acaso, um dos assuntos abordados foi, muitas vezes, o Aristides, bom homem, mas com os defeitos naturais desta espécie.

O Cônsul perdeu-se pelo exagero e pela falta de dinheiro. Um banqueiro Judeu, depois de se ter apanhado com o visto, em Lisboa foi acusá-lo de lhe ter extorquido uma quantia razoável. Foi isto, mais do que a denúncia dos Ingleses e o medo dos Alemães que fez que o processo contra o Aristides seguisse em frente. O irmão César, que era muito amigo de Salazar, ia colocando água na fervura. O resultado já sabemos qual foi, apesar do mesmo ter sido rasgado do livro, onde estava, depois do tresloucado 25 de Abril, quando valia tudo no tempo dos II, III, IV e V Governos do Vasco Gonçalves acolitado pelo sabujo do Cunhal.

O que me fez voltar ao Aristides, nem foi ele, por quem tenho simpatia. Aquilo que me fez citar o Bloco de Notas foi pelo aproveitamento que muitos, comunistas e não Comunistas, fazem quando falam da miséria vivida nos primeiros anos do Estado Novo.

A escabrosa miséria tinha desaguado da Primeira República, onde quase três milhões de pobres, doentes, esfomeados e a maioria cheios de parasitas entrou na Segunda República pelas mãos da Ditadura Militar em 1926.

Salazar chegou dois anos depois, em 1928 como Ministro das Finanças. A miséria continuava porque não havia dinheiro para acudir ao mínimo e só em 1932, quando Salazar foi convidado para Presidente do Conselho (Primeiro Ministro) e em 1933 sai a Constituição aparece o Estado Novo. A partir deste momento aumenta o combate à miséria que a Primeira República tinha petrificado.

Reverter esta situação leva décadas. Dizer que foi o Estado Novo que a criou é mais uma infâmia dos inocentes e uma canalhice comunista.

Salazar salvou Portugal. Eu vivi esse tempo e também fui enganado. No meu segundo livro, publicado em 1961, cheguei a dizer que no Governo estava uma cambada de pulhas.

Nunca me trataram mal, nem me chamaram à pedra. Nos jornais cortavam-me os artigos, mas nos livros só havia censura se alguém fizesse queixa. Depois do 25 de Abril, por um artigo em que avisava os militares de estarem a ser manipulados pelos políticos levaram-me a tribunal.

Deixem de acusar e o Estado Novo. Se havia miséria ela tinha vindo da Primeira República. E o Ditador assumido em livro; sempre simpático e de cigarro na mão, era Óscar Carmona por ser o Presidente.

Coloque a máscara. A ponte Salazar, que capeia a revolução, passou a 25 de Abril por apropriação indevida; mas isso pouca importância tem se você se souber proteger do vírus e ouvir só as sugestões do Governo.

 

Anterior “Palavra de Honra. Vale a pena ouvir o programa”

C.S

publicado por regalias às 08:50
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 17 de Março de 2021

Palavra de Honra. Vale a pena ouvir o programa.

Antena1 tem todas as terças-feiras o programa “Palavra de Honra”. Ontem os dois esgrimistas: Raquel Varela e Joel Neto bateram-se contra e a favor da utilização do telemóvel nas escolas.

Os dois são excelentes. A argumentação é muito rica. Não cansa, é útil e clara. Deve ser ouvida por Professores, pais e jovens. Todos vão alargar a sua opinião e o seu conhecimento.

O Blogue que já tinha programado para hoje, imediatamente o substituí para chamar a atenção sobre esta conversa sobre a formação complexa da linguagem, as classes dirigentes, a interação entre o jovem e o telemóvel, como otimizar a discussão no espaço escolar.

Foi uma viagem através da inteligência proporcionada pela Raquel e pelo Joel no dia 16 de Março pelas 19.20 na Antena 1.

Coloque a máscara se sair de casa. Se optar por ouvir o programa basta escrever no Google “Palavra de Honra” Antena 1. Neste momento o programa está à sua disposição. Eu fui verificar.

 

Anterior “Evite as falhas de memória”

C.S

publicado por regalias às 09:33
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Março de 2021

Evite as falhas de memória

A partir da meia idade despontam pequenas falhas de memória a que não damos muita importância, mas depois dos 75-80 anos elas tornam-se tão frequentes que há muita gente que desespera.

A maneira de esfregar a memória para ela estar mais ativa é treiná-la desde que comece a dar sinais de esquecimento.

Todas as vezes que se esquece de algo que ia fazer ou se quer lembrar, nada melhor do que não a deixar preguiçar. Enquanto não se lembra do que pretende não a largue. Faça um circuito à volta do que queria fazer. Nunca se aborreça. Ria das dificuldades. Vai ver que dificilmente envelhece, evita as rugas e a memória, que também goza, não abusa das dificuldades.

Quando chega aos oitenta e os ultrapassa verificará, que só esquece aquilo que quer esquecer.

Vamos. Temos que contar uns com os outros. A felicidade é desejar e possibilitar que todas as pessoas sejam felizes.

Coloque a máscara. Siga os conselhos do Governo. A escória que fala e tenta confundir só o faz por ignorância. Verifique aquilo que acontece em países como a França, a Itália e a Irlanda e facilmente compreenderá o que pretende o cano de esgoto que odeia tudo quanto vive à sua volta.

 

Anterior “Concha ainda acredita na violência de Salazar”

C.S

publicado por regalias às 09:05
link | comentar | favorito
Domingo, 14 de Março de 2021

Concha ainda acredita na violência de Salazar

A inocência e a ignorância são muitas vezes aproveitadas por outros não menos ignorantes, mas subservientes e oportunistas como os Comunistas de hoje. Verdadeiro social-fascista só o canalha Cunhal e os Sindicalistas que mesmo com a defesa da população pelo Governo, insistem no erro e na confusão, até a propósito do Vírus que come os do engano. Mas isto de lavar cabeça a burros é gastar sabão e perder a paciência.

Ao ler o comentário da jovem Concha sobre uma frase de Salazar “O Governo deve ser tão forte que não precise de ser violento”, a jovem retorquiu “O regime de Salazar foi de extrema violência, de que só a tortura foi só uma face”.

Podia-lhe responder imediatamente que maior tortura foi a dos 400 jovens do MRPP e muito maior ainda a de Marcelino da Mata, o Oficial mais condecorado do Exército Português, as mortes de 18 inocentes, os roubos de um milhão e duzentos mil hectares de terras, o desfazer de todo o tecido industrial depois do 25 de Abril por um bando de estúpidos que ficaram sem trabalho.

Espero que a Concha venha dizer-me de ciência certa onde esteve a violência de Salazar.

Na defesa do Povo? Queria que ele continuasse o caos, a miséria a fome, a morte e as greves da Primeira República?

Concha. Num só dia morreram mais Portugueses na Flandres do que em treze anos de Guerra Colonial, estranhamente para proteger Brancos e Negros e proporcionar mais tarde uma verdadeira descolonização.

Salazar não fez mais do que defender as Colónias tal como a Primeira República fez e por elas a Primeira República entrou na Primeira Guerra mundial. O pai, do pai da Democracia de pandeireta e dos bastardos que o adotaram, o padre Soares foi Ministro das colónias, o filho foi quem descolonizou sem qualquer cuidado. Não se esperava outra coisa do filho de um padre.

A seita esconde as verdades, corrompe-as e distribui-as através de uma Comunicação Social de oportunistas, que, quando acabar a mama, se mudam para quem puderem servir e chupar.

Faça perguntas, dê opiniões, evite a ignorância, diga o que entender, mas seja acima de tudo amante do seu País e dos portugueses.

Coloque a máscara. Evite ajuntamentos e o propagandista do sindicato médico que ele, bem mais que o Governo, confunde o povo.

 

Anterior “França e Itália cedem ao Corona”

C.S

publicado por regalias às 10:11
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 13 de Março de 2021

França e Itália cedem ao Corona

Com cem mil mortos, a Itália não faz mais experiências nem cedências aos grupos de galfarros que devido à ignorância e à estupidez não respeitam quaisquer regras.

Tanto o Governo Italiano e o Francês tudo têm feito para contentar todos. O que é impossível. Todos somos diferentes. Só a escola iguala; mesmo assim há quem escape.

Estes governos acabaram por decretar regras mais duras e gravosas para quem as infringir.

A escola equilibra as pessoas. A China tem conseguido isso sem ligar às criticas dos outros países que gritam por Democracia, mas a verdadeira Democracia é aquela que defende o ser humano, e o ser humano não pode ser defendido se não compreender que a sua liberdade tem de respeitar a vida e liberdade dos outros. Se isso não acontece, os Governos  decretam medidas de defesa e proteção. Só assim a Democracia se percebe e aceita.

Quando Salazar, na sua tomada de posse, afirmou que o Estado tinha de ser suficientemente forte para não ser violento. Os sociais-fascistas comunistas tentaram perverter a afirmação; todas as pessoas bem-formadas compreenderam que tínhamos de estar submetidos às regras do Governo e saber que as liberdades de uns estão dependentes dos outros.

António Costa ao abrir as portas à economia foi sempre avisando que ninguém podia exagerar nem retirar a máscara e, Marcelo, conciliador acrescenta que o tempo não é de liberdade total. Há regras que, enquanto toda a gente não for vacinada, não podem ser ultrapassadas. E...mesmo depois de vacinadas têm de ter cuidado. A vacina leva uns dias a criar defesas.

Para aqueles que só acreditam vendo, sugiro que espreitem o que aconteceu a 140 vacinados na Madeira e que por não terem respeitados os devidos cuidados, foram visitados pelo Corona.

Coloque a máscara. Siga as regras Decretadas. Aproveite o Equinócio da Primavera que também está desejoso de saborear Portugal a partir do dia 20.

 

Anterior “Guiné Equatorial, a preocupação da CPLP”

C.S

publicado por regalias às 10:36
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 12 de Março de 2021

Guiné Equatorial, a preocupação da CPLP

Depois do trágico acidente em Bata, a Guiné Equatorial concitou as atenções de todo o mundo.

A CPLP disponibilizou medicamentos e outros países fizeram o mesmo, coordenando os envios de modo a uns movimentos não prejudicarem os outros-

Há no entanto uma grande campanha contra a corrupção na Guiné e muitas acusações contra o filho do Presidente Obiang a quem foram apreendidos muitos carros no valor de vários milhões de dólares.

A corrupção está assim a ser comparada à pandemia viral que também está a devastar o país.

Portugal tem andado de um lado para outro tentado convencer os países a ajudarem um país em sérias dificuldades e com o Presidente Teodoro Obiang incapaz de resolver as dificuldades por falta de conselheiros que o ajudem neste momento de grave crise.

Portugal tem feito tudo para salvar o país, que muitos acusam de ser uma feroz Ditadura e por isso não desejam colaborar.

Quem sofre? O povo e o Presidente que gostaria de fazer o melhor para ficar como recordação de todos os guineenses como alguém que fez o melhor que sabia.

Teodoro Obiang ainda pode modificar a ideia de todo o Mundo. A Guiné Equatorial tem força reprodutiva.

Se puder e tiver tempo escreverei um livro sobre o pensamento e o Governo do Presidente Teodoro Obiang.

Coloque a máscara. Não entre num desconfinamento apressado. Este vírus não tem pressa e só se irá embora quando todos tiverem juízo.

 

Anterior “Guerra Colonial manteve a paz e o progresso”

C.S

publicado por regalias às 11:18
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Março de 2021

Guerra Colonial manteve a paz e o progresso

A chamada Guerra Colonial foi mais provocada por agentes estrangeiros do que pelo povo das ex-colónias.

O resultado hediondo do que está a suceder em Cabo Delgado deve-se, em parte, aos países ricos do Norte da Europa que forneceram dinheiro, demagogia e ódio a um povo maravilhoso e que ainda hoje adora a memória de Baltasar Rebelo de Sousa, pai do nosso Presidente da República, como o Governador que tratava tanto brancos como negros de maneira igual. Lourenço Marques era considerada a melhor cidade de África, seguida por Luanda.

A Demagogia e a traição de Melo Antunes, como Spínola considerava o espantalho que modificou o fraco pensamento dos seus camaradas, ao transformar uma reivindicação corporativa numa exigência de descolonização imediata e sem regras para impedir que grupos de bestas sanguinárias invadissem Moçambique e cometessem os bárbaros crimes que estavam e estão a ser executados.

A Descolonização levada a cabo pelo Mário Soares, o Almeida Santos, o Melo Antunes e outros incompetentes foi secundada por Forças Armadas onde o social-fascista Álvaro Cunhal conseguiu infiltrar comunistas nos II,III,IV e V governos do incapaz Vasco Gonçalves, mais oportunistas que comunistas pois de ciência política sabiam zero. É esta tropa fandanga que se recusa a voltar a África para serenar ânimos e fazer uma descolonização segura e protegida contra a voracidade estrangeira.

Cabo Delgado, assim como todo o Moçambique está a viver momentos trágicos. É urgente que Portugal ajude a repor a paz para que aquela gente seja preservada ao martírio que o laxismo e a infâmia de alguns portugueses não souberam evitar.

Coloque a máscara. Não vá em pressas. Gatas apressadas sempre pariram gatos cegos. As festas são propícias às delícias do vírus. Coloque a máscara e evite ajuntamentos, mesmo que sejam permitidos.

 

Anterior “Descolonização exemplar em inconsciência e leviandade”

C.S

publicado por regalias às 08:57
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13


24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Portugal, País de marinhe...

. Acredito na inteligência ...

. Todos mandam, ninguém se ...

. “Liga” perde combate na c...

. Em 146 a.C destruíram Car...

. O fim da guerra com estro...

. Estupidez criminosa alime...

. Tanto quis ser pobre, que...

. Português -Russo, 145

. Português -Russo. 144

.arquivos

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub