Domingo, 2 de Maio de 2021

Não há países pobres. Há políticos que não prestam

Vamos começar a nossa conversa com calma para ver se nos entendemos.

Nestes blogues já aqui mencionei o nome de países paupérrimos como Singapura, Coreia do Sul, Taiwan que em poucos anos passaram a países que sacudiram a pobreza e hoje são aquilo que todos conhecemos. Não mencionei Portugal, do tempo de Salazar e Marcello Caetano para que não digam que é mentira, sendo uma verdade que vivi e posso testemunhar.

Mas falemos dos antes supracitados. Neles, a riqueza apareceu devido a políticos que pensaram em todos, que envolveram todos num esforço exaustivo sem se deixar perder pelos apetites dos próprios e seus amigos.

Portugal, tal como Marcello Caetano escreveu, preparava-se para ser uma nova Suíça quando a loucura da ignorância e da infâmia o tomou de assalto, depois de ele ter pensado que resolvida a questão do Ultramar, os políticos teriam todas as condições para seguir em frente sem problemas e democraticamente. Não foi isso que aconteceu. Os acontecimentos são recentes e é fácil demonstrar, com provas, que as festas e os foguetes dos Sociais fascistas Comunistas e da tropa fandanga que os acompanha para tentar esconder o falhanço dos desgovernos, mesmo que comentadores e restante Comunicação Social, enquanto receberem muito acima do povo que produz a riqueza, continuem a bufar mentiras e descaramento.

Portugal é um País perdido? Hesito. Acredito na inteligência e honestidade de Marcelo Rebelo de Sousa e em António Costa. Embora continuem com rodriguinhos em vez de partirem para os finalmente, puxar pelo trabalho, aumentar significativamente os Reformados e os trabalhadores ativos para que toda a parte económica passe a funcionar a bem de todos.

Com mais dinheiro em circulação, o Estado, bem governado, depressa atingirá níveis de riqueza semelhantes aos da Holanda, Bélgica, Suíça, Dinamarca, Suécia, Finlândia.

Marcello Caetano ao permitir o 25 de Abril, quando antes tinha, de maneira simples feito abortar o levantamento das Caldas, avisou Spínola do que aconteceria se voltassem a fazer novo Golpe. O velho e convencido General não acreditou. A história é interessante e dramática. De dois capitães da altura tive o relato das tentativas de Spínola em convencer Marcello a voltar atrás. Um, que ainda está vivo e estava no Quartel do Carmo, nesse dia fatídico, porque mal aproveitado, e o outro, o Salgueiro Maia que foi desterrado pelas inteligências de pá e guedelha que juntamente com o Otelo que depois de herói do 25 de Abril se juntou a uma seita de criminosos e conseguiu ser herói do crime julgado, metido em prisão e perdoado pelo Mário Soares, que não deixava cair homens de mão.

Não há países pobres. Há políticos que não prestam.

Costa e Marcelo têm a palavra. Juntem-lhe Guterres e Portugal voltará a ter futuro.

Coloque a máscara. O vírus espera para ver. Marcelo e Costa têm a última palavra.

 

Anterior “Compreensão evita o vírus e as depressões”

C.S

publicado por regalias às 08:17
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Sociais Fascistas à beira...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

.arquivos

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub