Sábado, 5 de Junho de 2021

Amália Rodrigues, uma lição de vida

Tenho de agradecer ao futebol ter colocado disquetes para o substituir.

Normalmente gravo programas sempre que desconfie que eles possam desaparecer.

Penso que foi no dia da Festa que fizeram no Brejão, Odemira, para celebrar Amália que achei mal organizada, e esqueci, que gravei duas cassetes sobre Amália.

O musicólogo Frederico Santiago foi entrevistado por Frederico Moreno e responde com a sabedoria dos homens sensíveis e competentes, às perguntas sobre Amália.

Começa por lembrar o milagre musical que Amália era, desde a voz, à montagem dos espetáculos tudo saía perfeito.

Quando lhe é perguntado se a nova geração se poderá interessar, ele responde naturalmente: a nova geração não se interessa por nada para além de ante-ontem, mas tem a certeza que a obra vai ficar tal como ficaram os poemas de Camões.

O que é interessante é que em “Eu Amália, que está no Arquivo da Rádio e Televisão de Portugal” Amália se desnuda com uma naturalidade invulgar e completa tudo o que Santiago sentiu,

Amália fala da sua vida, da maneira como cantava e porque tudo lhe saia bem. Punha em tudo o que fazia a sua alma. Como o fado era, por assim dizer o seu estado de espírito, ela cantava-o como o sentia.

Liga às coisas simples da vida; aos carapaus, à sopa com couves de que tem saudades quando está fora de Portugal.

Ela canta-se a si e à vida sem se importar se os regimes políticos mudam ou não. O que lhe interessa é o amor. "Amar, amar perdidamente", sem se importar com os preconceitos da vida, como dizia Florbela Espanca.

Amália recebeu em troca o afeto de noventa por cento dos Portugueses que viram com orgulho ela subir ao Panteão Nacional, para daí continuar a inspirar este País de sonhadores que, quando põem no que fazem o melhor da sua vontade e da sua alma conseguem vencer todos os obstáculos por mais difíceis que eles sejam.

Coloque a máscara. Não tenha receio de coisa nenhuma. Os vírus só se tornam perigosos se nos distrairmos.

 

Anterior “O Teletrabalho com Tele conversa comunista”

C.S

publicado por regalias às 08:07
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
23
24

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Portugal pode ser um país...

. Entre a pandemia, as alte...

. Ideias para um Novo Mundo

. Altice e Primeira Repúbli...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

.arquivos

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub