Segunda-feira, 7 de Junho de 2021

Nascimento, reis e crescimento de Portugal I

O País nasce de um pedaço de terra oferecido pelo rei de Leão, Afonso VI, como prenda de casamento à filha bastarda Teresa e a Henrique, nobre Borgonhês que o tinha ajudado na luta contra os mouros.

O Condado ficava na dependência da Galiza. As pessoas que o compunham eram muito poucas e a ajuda entre a Galiza e aquele pequeno espaço entre o Douro e o Coa a Oriente e o Mondego e o Zêzere a Sul estavam constantemente a mudar de mãos; umas vezes eram árabes, pouco tempo depois eram cristãos conforme a sorte das guerras.

Quem lá vivia habituava-se e, se eram os cristãos que perdiam, eles tomavam o nome de Moçárabes: se perdiam os árabes estes adaptavam-se aos costumes e às Leis e tomavam o nome de Mudéjares.

A função de Henrique e da mulher Teresa era defenderem aquele pedaço de terra e alargá-lo.

Teresa, como filha de rei incitava o marido a bater-se por um sonho maior. A ideia não podia ser só de batalhas, tinha de ser também política. Naquela época sem a aprovação do Papa não era reconhecida a independência a qualquer território. Henrique coloca à frente das Dioceses de Braga e Coimbra, dois monges franceses, devido à indicação do seu familiar, o abade de Cluny (Borgonha-França) para agradar ao Papa.

O filho, Afonso Henriques, nasce por volta de 1111, mas o pai morre em 1114. D.Teresa, mulher desembaraçada e ambiciosa, imediatamente toma conta do Governo daquelas terras e declara-se rainha de Portugal. Em 1120 D. Teresa dá ao Bispo do Porto, D. Hugo, o burgo e o couto daquela região.

Mas nem o Papa nem os seus familiares da Galiza, Leão, Castela e Aragão lhe deram qualquer importância. Os mouros, e também as desavenças entre eles eram demasiado grandes para se ocuparem do que se passava no Condado Portucalense. Só que o filho de D.Henrique tinha herdado o temperamento dos pais.

Coloque a máscara. Amanhã continua a sua história. Ela é a história dos seus antepassados.

 

Anterior “O sabor da vida está no saber”

C.S

publicado por regalias às 08:08
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
23
24

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Portugal pode ser um país...

. Entre a pandemia, as alte...

. Ideias para um Novo Mundo

. Altice e Primeira Repúbli...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

.arquivos

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub