Quarta-feira, 9 de Junho de 2021

Nascimento, reis e crescimento de Portugal III

Dinis, 1278-1325, foi um homem de sorte. Teve uma educação excelente e até casou com uma “santa”.

Em 1285 aparece o Livro velho de Linhagens para se fixar a história e saber o que acontece num país desde o seu nascimento.

Em 1288 funda o Estudo Geral, embrião da Universidade de Lisboa. O português passa de português arcaico, mesclado de galego, a português moderno. Em 1296 passa a escrita oficial.

Portugal cresce a olhos vistos em corpo, cultura e pensamento.

Dinis cria feiras francas por todo o País. Decreta que os fidalgos e nobres não percam nobreza e honra ao tornarem-se lavradores, mas proíbe que as Ordens religiosas adquiram bens de raiz para a terra ser melhor dividida. Em 1308 cria uma considerável frota marítima-comercial que lhe proporciona aumentar as trocas comerciais e Diplomáticas com a França, a Flandres, a Grã-Bretanha e aumentar os rendimentos.

O pequeno país é tão bem orientado económica e financeiramente que D. Dinis faz, por três vezes, empréstinos vultuosos ao rei de Castela.

Em 1319 cria a Ordem dos Templários com sede em Tomar, para onde transfere todos os bens dos valorosos Templários.

D Dinis soube sempre utilizar as grandes riquezas dos Portugueses: a inteligência, a vontade e o trabalho. Sucedeu.lhe, Afonso IV, muito Bravo, mas bastante nervoso e precipitado. Em 1331 instituiu os chamados Juízes de fora. Não eram daquele concelho ou região. Assim evitava pressões e corrupção.

D Afonso IV mostra a sua inteligência e bravura ao ajudar o genro, que ele detestava por tratar mal a filha, mas quando ela lhe pediu em 1340 para ajudar o marido quando o reino estava a ser invadido pelos reis de Marrocos e de Granada, imediatamente o socorre. Na sangrenta Batalha do Salado, derrota os inimigos e não fica com os ricos despojos, por eles deixados no campo de Batalha.

Mas, se não permitia a violência doméstica, permitiu que os fidalgos Pero Coelho, Álvaro Gonçalves e Diogo Lopes Pacheco matassem a amante do filho, a doce Inês de Castro. O filho, louco de dor revoltou-se contra o pai e só as pazes assinadas em Canaveses, o abrandaram, mas não o fizeram esquecer a infâmia cometida contra uma mulher.

D Pedro I - o Justiceiro, 1357-1367. foi curto e próspero o reinado, deste rei sensato, sensível e magoado.

Percorreu todo o País para administrar a justiça, morigerar os costumes e Governar. Numa das suas estadias, em Elvas, 1361, reuniu Cortes. Como o povo se tivesse queixado dos abusos da Santa Sé sobre assuntos internos que prejudicavam as populações, D. Pedro Imediatamente institui o “Beneplácito Régio” pelo qual qualquer Documento emanado da Cúria Romana, não tinha qualquer validade sem a aprovação do Rei.

Os dez anos de Governação de D. Pedro I foram de paz e desenvolvimento, mas não esqueceu os assassinos de Inês de Castro, A Pero Coelho arrancou-lhe o coração pelo peito. A Álvaro Gonçalves arrancou-lho pelas costas. Escapou Diogo Lopes Pacheco que se escondeu por terras do centro da Europa.

Pedro e Inês repousam no Mosteiro de Alcobaça. “É assim o amor em Portugal”.

Coloque a máscara.

 

Anterior “Nascimento, reis e crescimento de Portugal II”

C.S

publicado por regalias às 08:09
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
23
24

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Portugal pode ser um país...

. Entre a pandemia, as alte...

. Ideias para um Novo Mundo

. Altice e Primeira Repúbli...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

. Primeira República 1910-1...

.arquivos

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub