Sexta-feira, 4 de Junho de 2021

O Teletrabalho com Tele conversa comunista

Uma comunista da CGTP serve-se da Antena 1 para falar contra os malefícios do Teletrabalho, como se a CGTP percebesse alguma coisa das reações de cada um.

Depois de 47 anos de baboseiras seguidas por ignorantes, até estes já perceberam que a CGTP, o que lhe interessa é fazer a propaganda do social-fascismo comunista. A Antena 1 colabora. Os sociais-fascistas podem dizer tudo quanto entenderem, a Instituição contínua minada.

Ainda há tempos escrevi que o "Bloco de Notas" devia ser um serviço público isento e honesto, a flor, insistia. em afirmar que as mulheres só tiveram direito a votar depois do conturbado e incapaz 25 de Abril.

As mulheres passaram a ter direito a voto desde a Constituição de 1933, com Salazar.

A Ditadura Militar terminou depois de ter sido promulgada a Constituição que transformou a Ditadura numa Democracia Orgânica, com o nome de Estado Novo, cuja honestidade e segurança não tem qualquer paralelo com os roubos, destruições e assassinatos cometidos depois do 25 de Abril, por mais que comunistas e parasitas associados tentem esconder o que tem acontecido.

Um tipo gorduroso veio até dizer que se devia Guardar a memória do passado, o gorduroso não quer que a memória das infâmias depois do 25 de Abril fiquem registadas.

Esta casta sai ao canalha Cunhal, que eu, frente a frente com o repugnante, lhe disse que entre ele e o Al Capone não havia diferença.

O País quase chegou a perder a identidade. O monstro e os imbecis queriam que Portugal desaparecesse.

O Covid 19 fez menos estragos do que esta seita.

O Teletrabalho será ou não decidido entre empresas e trabalhadores. Já ninguém ouve a ignorância, seja ela constantemente badalada na Antena 1 ou não, Enquanto houver vírus a rabiar, as enchentes em transportes públicos e outras condicionantes serão os motivos para se tomarem as decisões sobre o Teletrabalho.

Coloque a máscara. O abuso começa a fazer perder a paciência.

 

Anterior “Tudo aquilo que puder poupar, poupe”

C.S

publicado por regalias às 08:13
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 3 de Junho de 2021

Tudo aquilo em que puder poupar, poupe

Para se compreender bem o título supracitado devia ter vivido alguns anos depois do fim da Primeira República,1910-1926.

As cinco palavras que mais se ouvia eram: “Produzir e poupar manda Salazar”

Todo o povo seguia à risca o apelo. Não havia importações. O Governo não tinha dinheiro para pagar, a pronto, fosse o que fosse e os países estrangeiros não fiavam.

Desde a entrada no primeiro ano, em Abril de 1928, de Oliveira Salazar para o Governo, a situação melhorou um pouco, mas só em 1940 o povo começou a respirar, embora, a ladainha não saísse da cabeça.

Os carros e as máquinas trabalhavam até ao fio. Não havia peças importadas e a habilidade e o querer dos portugueses fazia milagres.

Neste momento estamos numa situação idêntica. Talvez mais perigosa. Alguns alarves continuam a esbanjar o que o Governo pode não conseguir pagar, e a dívida lhe seja exigida.

Agora, muitos vivem à míngua, a miséria pode matá-los à fome.

Temos de ajudar o Governo, seja ele qual for, de Esquerda ou de Direita tanto faz; os Governantes sabem que estão sempre com a cabeça a prémio. Têm de Governar bem. O povo está de olhos escancarados. Cuidado.

Coloque a máscara. Vamos pensar sugestões. Ontem, segundo me contou uma amiga, assustada e escandalizada, tinha ouvido um preto de Moçambique gritar,  completamente desnorteado, maldita descolonização!

 

Anterior “Com Governos fracos, a loucura contínua”

C.S

publicado por regalias às 08:29
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 2 de Junho de 2021

Com Governos fracos a loucura contínua

Dizia há dias um conhecido comentador que a degradação moral tinha sido trazida por Cunhal ao ser contaminado pelo Fogaça.

Eu como detesto aquele infame fiquei de pensar no assunto.

Na verdade, o Social-Fascismo que o canalha tentou esconder impondo aos comunistas oportunistas pela boa vida, julgando que ela durasse sempre, insultassem todo o povo chamando-lhe fascista, cuja palavra. 90 por cento nunca tinha ouvido.

O certo é que os insultos enfraqueceram Governo e povo e o País está em frangalhos.

Contínua a permitir-se a greve indiscriminada sabendo que foram as greves dos ferroviários, as grandes culpadas da queda da Primeira República, 1910-1926. Elas impediam que o povo se deslocasse para os locais de trabalho e a fome provocou violentas revoltas e milhares de mortos.

Desde o 25 de Abril, a pandemia da ignorância e da infâmia não tem deixado Governar Portugal. Continuamos nesta saga há 47 anos!

Agora vem mais uma greve das Infraestruturas ou dos ferroviários. Começou com uma greve do Metro por causa de salários.

Sabe quanto é que os maquinistas do Metro ganhavam em 2011? Não sabe? Ganhavam  3883 €uros, segundo o que veio publicado.

Os Governos se continuarem com paninhos quentes e com beijinhos e abraços, ainda acabam por se escaldar.

Coloque a máscara. O povo já ferve por baixo do tapa boca.

 

Anterior “Não há países pobres. Há países mal Governados”  

C.S

publicado por regalias às 08:12
link | comentar | favorito
Terça-feira, 1 de Junho de 2021

Não há países pobres. Há países mal governados

A pandemia está a terminar e as desculpas também.

Não é possível viver mais 47 anos com Governos frouxos sempre à espera de milagres e de água benta.

Ninguém pode reivindicar mais Democracia se a Democracia está a morrer de fome.

Democracia é riqueza, nunca pode ser fome.

Democracia não é Demagogia de falcatos, sucessores de um PREC (Processo Revolucionário em curso), que roubou, assaltou, assassinou, esventrou o País e houve populistas que tiveram o descaramento de os condecorar para se protegerem dos seus tiros. O resultado é este onde nos encontramos.

A infâmia é tão descomunal que a cabeça do 25 de Abril, o homem mais forte do COPCON, Otelo Saraiva de Carvalho, ainda vivo, se colocou depois à frente de um grupo de bandoleiros que roubou milhares de contos (na altura ainda havia contos, moeda forte) e, não contentes, a seita do Otelo, assassinou mais 18 inocentes.

Perante todos os atos infames do PREC e das seitas associadas, os Governantes nunca tiveram coragem de Governar o País.

Não há países pobres. Há países mal Governados. Sejam por medo ou por incapacidade,

Portugal está um farrapo.

O ano 2021 tem de ser o começo da recuperação. O Costa e o Marcelo têm de compreender isto.

Todos os portugueses têm de dar o seu máximo e o Governo tem de definir objetivos e impor tarefas a velhos e a novos.

É um tempo de exceção.

Democracia não é bandalheira, O povo está exausto. A fome é má conselheira. O Governo tem de Governar com confiança!

Não queira que todos façam como eu que, no livro “Tu cá, Tu lá” publicado em 1961, penso que ainda está na Internet, sugeri que no Governo estava uma cambada de pulhas.

Hoje estou arrependido, Salazar valia muito mais do que a pepineira destes 47 anos de roubos e fracassos.

Coloque a máscara. Portugal precisa de todos nós.

 

Anterior As Universidades espevitam a riqueza dos povos”

C.S

publicado por regalias às 08:15
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13


24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Portugal, País de marinhe...

. Acredito na inteligência ...

. Todos mandam, ninguém se ...

. “Liga” perde combate na c...

. Em 146 a.C destruíram Car...

. O fim da guerra com estro...

. Estupidez criminosa alime...

. Tanto quis ser pobre, que...

. Português -Russo, 145

. Português -Russo. 144

.arquivos

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub