Terça-feira, 8 de Junho de 2010

A Mocidade Portuguesa e o B.E

O Bloco de Esquerda pretende que não se faça a revisão da História. O Bloco tem razão. Se a revisão da História for já feita, o Estado Novo aparecerá como o salvador de Portugal e dos seus filhos que morriam de fome, de pancada ou, muitos milhares deles, fechados em cadeias imundas da Primeira República.

Se o Bloco não sabe ou finge não conhecer esta parte da História e o que Salazar fez para mudar totalmente a situação, nós podemos avivar-lhe a memória com factos reais e comparações entre as três Repúblicas, sendo a Segunda também conhecida por Estado Novo.

Mas hoje falo, muito ao de leve, da Mocidade Portuguesa.

A Mocidade Portuguesa foi a organização que, naquele tempo e desde 1936, quando a miséria vinda da Primeira República, não tinha sido totalmente debelada, foi instituída e nela integrada toda a juventude, escolar e não escolar, sendo obrigatória para os rapazes dos 7 aos 14 anos. Em 1938 aparece a Mocidade Portuguesa feminina.

Devido aos largos benefícios que usufruíam os jovens, quem o desejasse podia pertencer à Mocidade Portuguesa até aos 25 anos.

Por hoje vou só indicar as actividades de que os jovens podiam beneficiar sem pagar um único cêntimo. Até a farda era oferecida a todos que a requisitassem.

Tanto os jovens do continente como os das colónias tinham as mesmas regalias.

Querem saber, os do Bloco, o que todos podiam praticar na Mocidade Portuguesa? Hipismo, aeromodelismo, canoagem, esgrima, tiro ao alvo, futebol, voleibol, basquetebol, xadrez, damas, música, teatro, ginástica e acampamentos em todo o espaço português.

A Mocidade Portuguesa Feminina tinha Educação Física, Trabalhos manuais, Higiene, Economia Doméstica, Canto Coral, Puericultura, Enfermagem, Línguas Vivas, Dactilografia, Costura e Corte, Jardinagem e outras actividades, que de momento não recordo porque estou com pressa, mas se o ignorante Deputado sobre estas valias não as conhecer, terei todo o prazer em alargar esta nota.

Por agora fica por aqui pois tenho outros afazeres e não esperava ler na Internet que a Revisão da História é inaceitável.

Então como ensinamos os do futuro se lhe escondemos ou mentimos sobre o passado?

C.S

 

publicado por regalias às 16:45
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13


24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Portugal, País de marinhe...

. Acredito na inteligência ...

. Todos mandam, ninguém se ...

. “Liga” perde combate na c...

. Em 146 a.C destruíram Car...

. O fim da guerra com estro...

. Estupidez criminosa alime...

. Tanto quis ser pobre, que...

. Português -Russo, 145

. Português -Russo. 144

.arquivos

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub