Quarta-feira, 22 de Dezembro de 2010

Conversas em família

A Antena 1 é companhia que não dispenso. Por esse motivo oiço os 27 mil dias. Se respeitam o registo, respeito-os, caso contrário defendo os atacados que não podem contestar os enganos. Atacar quem não se pode defender é cobardia.

Hoje falaram das "Conversas em família" do Professor Marcelo Caetano. Foi bom tê-lo recordado. Só lamento que o locutor das manhãs, com voz roufenha e riso descabido, ao anunciar os trabalhos, diga tanto disparate. Ao noticiar os 27 mil dias, quer meter uma graça e diz que Marcelo Caetano estava "a passar a mão pelo pêlo dos emigrantes". O bom homem não diz isto por mal, porque ele nem consegue distinguir entre o lugar que ocupa e a conversa descontraída entre amigos. Na peça a seguir, ao falar com Bagão Félix diz-lhe: "não tenho para troca" depois dá mais um pontapé no pensamento a que o Bagão não se dignou responder. Ele quer agradar, mas não sabe. Admira-me como ainda ali se mantém. Por mim dava-lhe um lugar de deputado, ou então obrigava-o a ter lições de dicção com o coordenador dos 27 mil dias. Este pode ter muitos defeitos, mas tem boa voz e sabe-a colocar.

Mas eu vinha mesmo falar dos 27 mil dias de rádio. Ao recordar Marcelo Caetano lembro que ele continuou a era de progresso que vinha do Doutor Oliveira Salazar. "Assistiu-se a uma melhoria social, acentuada com a atribuição do 13º mês de pensões aos trabalhadores rurais. Reforma para as empregadas domésticas e às profissões mais modestas, melhoria de vida dos aposentados. Institui a ADSE para os funcionários públicos, etc, etc." Marcelo Caetano era adorado pelo povo.

Em 1 de Abril de 1974, o Professor Marcelo Caetano assiste, em Alvalade, ao jogo Sporting - Benfica. O estádio estava apinhado. A multidão ovaciona-o efusivamente. Quando se deu o 25 de Abril, que ele deixou concretizar, de outra maneira teria abortado, Marcelo Caetano passou de Homem amado a homem injustiçado. Aqui parafraseio Carlos Rates "a grande massa inerte adapta-se a todos os regimes"

É por isso que não quero deixar de lembrar à Catarina limão que Marcelo Caetano não estava "engraxando os emigrantes". Além de recordar a família distante, o Professor Marcelo Caetano fazia aquilo que qualquer político honesto faz: acarinha os seus concidadãos. Hoje, infelizmente, os políticos andam de mão estendida Europa fora para que a Catarina possa comer todos os dias. Marcelo Caetano deixou os cofres cheios, o país seguro e feliz. Pense no assunto. Estude. Vá ver quem foi Carlos Rates. Apesar de não ser da minha simpatia, concordo com ele: "a grande massa inerte adapta-se a todos os regimes.

C.S

publicado por regalias às 08:45
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Sociais Fascistas à beira...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

.arquivos

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub