Quinta-feira, 28 de Julho de 2011

A imitação da insanidade na besta humana

O ser humano é a imagem repetitiva do seu semelhante. Em 20 mil anos pouco evoluiu mentalmente.

Os erros e as falhas cometidas são idênticas com menor ou maior gravidade.

O ser humano continua a ser um animal feroz e sanguinário.

Enquanto a mulher perdeu o carácter impulsivo agressivo devido à maternidade que a torna paciente e dócil, o homem continua bravio, muitas vezes bruto e cego de entendimento perante as consequências dos seus actos.

Sem saber porquê, o homem reage com os seus piores instintos em ocasiões de cio e ódio. E tanto reage assim um desgraçado sem eira nem beira como um político de nome, um economista de excepção ou mesmo um Chefe de Estado.

Os crimes horrorosos, que aquela besta humana, a quem deram o nome de Anders Behring BreiviK, cometeu na pacata Noruega, são fruto de uma montanha de ódio acumulado durante anos.

O monstro Breivik praticou aqueles crimes hediondos por imitação da insanidade da besta humana.

A revolta do anormal não é contra árabes, islamitas ou negros. A revolta é contra a própria raça branca que massacra os outros povos.

Os ataques foram quase todos dirigidos contra crianças, como se deste modo execrando, ele quisesse chamar a atenção da humanidade para os crimes sem punição e sem justificação tal como foram os ataques ao Iraque com a morte de quase 900 mil árabes e agora os ataques aos árabes da Líbia sem que a raça branca se preocupe com as consequências e achando tudo natural.

Os contactos que este infame fez e os apoios que recebeu faz prever que estejamos todos sobre um vulcão imenso que explodirá em momentos imprevisíveis.

A desconfiança entre uns e outros vai ser muito maior, mas a tendência para que os extremistas aumentem todos os dias e em todas as nações é mais que provável.

Ninguém estará seguro nem nos braços de Deus.

O homem tomou os destinos do mundo à sua conta.

Este monstro matou cem, mas os outros matam milhares todos os dias e o mundo fica indiferente. Esta foi a sua abominável mensagem.

A estupidez humana é infinita.

C.S

publicado por regalias às 07:17
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13


24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Portugal, País de marinhe...

. Acredito na inteligência ...

. Todos mandam, ninguém se ...

. “Liga” perde combate na c...

. Em 146 a.C destruíram Car...

. O fim da guerra com estro...

. Estupidez criminosa alime...

. Tanto quis ser pobre, que...

. Português -Russo, 145

. Português -Russo. 144

.arquivos

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub