Sexta-feira, 29 de Julho de 2011

O preço exagerado dos livros escolares

Tudo aponta para que o abandono escolar aumente exponencialmente no próximo ano escolar e naqueles que se seguem.

Os livros estão a preços proibitivos.

O esbanjamento é escandaloso.

Cada chafarica escolhe os livros a seu belo prazer. O desper­dício é imenso.

Se o programa é igual para cada disciplina, em todo o território, os livros deviam ser todos iguais, do Minho aos Açores, mas não. Cada professor escolhe o autor que pretende. Como há muitos, e todos com músicas diferentes, mas seguindo a letra geral imposta pelo Ministério, as tiragens são reduzidas.

Uma tiragem de 5 mil exemplares não pode ser vendida ao preço de uma com 60 mil.

Com 60 mil o preço da unidade diminui, com 5 mil, o preço da unidade aumenta, o que torna o custo do conjunto dos livros incomportável para famílias a viver no fio da navalha.

Por outro lado as famílias que têm apoio escolar para a compra de alguns livros, muitas vezes esperam todo o primeiro perí­odo que eles cheguem.

É espantoso que isto aconteça num Paí­s que tem uma Constituição que aponta o caminho para o Socialismo.

Mas Socialismo só para Comunistas, Socialistas, Sociais-Democratas e outros que a votaram e apoiam, embora na Assembleia da República tivessem o cuidado de aumentar os salários como quiseram e entenderam. De socialista só as intenções.

Não foi a TROIKA que disse que a principal causa da situação portuguesa foi o aumento exagerado dos salários? Cortem-se para metade e aumentem-se os das classes mais desfavorecidas. Só assim se pratica o socialismo.

É impossível elevar o nível da população, quando 13 por cento de privilegiados ganha tanto como os 87 por cento restantes.

Outra barbaridade: num País onde a fome aperta, os livros deviam ter uma duração mí­nima de 7 anos, de modo a evitar que famílias com três e quatro filhos se vejam forçadas a novas reposições e a esforços desumanos para equilibrar o barco e evitar a canseira e o desconforto da mão estendida e do atraso.

É certo que hoje o mundo muda todos os dias e, no fim do ano, o hoje é totalmente diferente do ontem, mas se houver necessidade de fazer actualizações fundamentais, basta avisar durante o ano corrente que vai haver mudança de livros nesta ou naquela disciplina para que Escolas, autores e editores estejam preparados para nova fornada.

Julgo que não é preciso dizer mais para que o Ministro da Educação fique com a pulga na orelha, de outro modo sujeita-se a que as Escolas voltem a ficar às moscas, por mais que o ensino seja obrigatório e tendencialmente gratuito.

C.S

publicado por regalias às 08:54
link | comentar | favorito
1 comentário:
De Peixe Frito a 29 de Julho de 2011 às 09:37
Bom dia. Esta situação é deveras preocupante. Ainda há dias, uma pessoa se lamentou que estava a contabilizar que ia gastar 300 e tal euros em livros, não sei se para ambos os filhos mas é provável, e em como é inadmissivel que todos os anos ande a adquirir livros novos. Que antigamente sempre aproveitava os livros de uns para outros. E atenção... é alguém que têm o emprego em risco e que todos os meses não sabe se recebe ordenado. Como pode calcular, esse dinheiro faz-lhe bastante diferença independentemente de ser em educação. Vamos lá a ver, é importante investir na educação, mas o Min. Ed. bem que podia ver esta situações, e o impacto que têm no orçamento familiar, como você até refere acima. Têm algum contrato com gráficas é? :)
Bom fim-de-semana.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13


24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Portugal, País de marinhe...

. Acredito na inteligência ...

. Todos mandam, ninguém se ...

. “Liga” perde combate na c...

. Em 146 a.C destruíram Car...

. O fim da guerra com estro...

. Estupidez criminosa alime...

. Tanto quis ser pobre, que...

. Português -Russo, 145

. Português -Russo. 144

.arquivos

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub