Sábado, 24 de Dezembro de 2011

Feliz Natal para quem ama Portugal

Ao contrário do que alguns pensam, Portugal é um país de grandes potencialidades pouco exploradas.

Os portugueses sempre se sentiram maiores do que o País, e por isso mergulharam nos mares, entraram pelas matas africanas e pelos sertões brasileiros numa procura ansiosa da sua identidade espalhada pelos quatro cantos do mundo.

Aparentemente, Portugal, nunca foi bem governado, mas a culpa disso têm-na os próprios portugueses.

O português, antes e depois do nosso tempo sempre foi um homem tremendamente livre e senhor do seu nariz. As leis e os governantes sempre puderam determinar o que quisessem, que o português calava-se e fazia o que muito bem lhe apetecia desde que isso fosse possível. Quando não era, mal o Governo se descuidava ele já estava do outro lado, a salto ou de passaporte na mão, caso tivesse passaporte e dinheiro para o pagar.

Portugal é fundamentalmente um país de emigrantes e de turismo.

De emigrantes porque temos os genes das aves migratórias. Emigramos porque saímos à procura nem sabemos de quê, mas que há-de ser melhor do que temos de momento. Se não for, logo se vê. E com este logo se vê, corremos o mundo.

Somos um fabuloso país de turismo. Apontem-me outro, com um clima igual ou semelhante ao nosso. Tome-se, como exemplo, este inverno azul onde o Sol veio passar o Natal.

Somos um País rico, ameno, agradável. O melhor país do mundo. Mas o português só trabalha e bem na sua terra quando sente alguém mais inteligente que ele e com autoridade para o fazer.

Em quase 900 anos de história só quatro ou cinco estadistas fizeram de Portugal um dos países mais admirados do mundo.

O português, já o tenho referido, é um ser hábil, disciplinado, cumpridor e honesto. A Europa e o resto do mundo conhece os nossos méritos porque já os demonstrámos sobejamente em terra alheia. Por que não aplicar, neste momento, na casa Lusitana, o método que sempre utilizámos e pelo qual somos queridos, louvados e admirados?

Ao desejar um feliz Natal a quem ama Portugal peço um pequeno esforço aos jovens para que estudem e tenham orgulho nas suas capacidades, e aos mais velhos que lancem mão da inteligência e do trabalho. Ganhar dinheiro é a coisa mais simples que há. Esta terra está prenhe de riquezas. Experimente pensar um pouco e verá que encontra trabalho e dinheiro mais rápido do que pensa.

Feliz Natal.

C.S

publicado por regalias às 06:57
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Temos de privilegiar a qu...

. António Costa não tem que...

. Os amigos da onça e a sal...

. Antena1 ajuda a combater ...

. Cercados por mar, terra e...

. Os que ficam para além da...

. Evite a tristeza, o stres...

. Evite o supérfluo para se...

. Trinta Casas assistiam 60...

. Todos pensam salvar Port...

.arquivos

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds