Sexta-feira, 25 de Dezembro de 2015

A doença hospitalar é de teimosia no desperdício

As irresponsabilidades dos responsáveis.

Aproveitando a fragilidade mental e a gangrena pulhitica que tem comido tanto a sanidade de corpo e alma como a hombridade de muitos portugueses que preferem berrar como capados do que pensar um pouco e, em vez de embarcarem em repetições constantes, feitas pela propaganda que instila o erro e o transforma num benefício, verificarem que aquilo que eles vendem é produto hiperinflacionado sem se importarem em sacrificar vítimas inocentes para depois gritarem contra os cortes do Governo, quando os irresponsáveis das responsabilidades podem perfeitamente resolver os problemas.

Rui Vaz é claro: “o serviço falhou”. E falhará sempre que incompetentes e inconscientes só pensem em quanto podem ganhar mais, nunca se importando com os que ganham menos devido ao desperdício.

Não. Eles querem receber grandes vencimentos e agradar à caterva de imbecis que teima em governar um país totalmente descapitalizado para o descapitalizar ainda mais até o afundar.

A morte de um jovem que vai para um hospital onde não existe neurocirurgia nos fins de semana, em vez de o encaminharem diretamente para hospitais onde a especialização funciona com os melhores cirurgiões é não só escandaloso como devia ser passível de grave punição. Mas neste país de idiotas é proibido proibir a estupidez e a maldade.

Querer neurocirurgiões em todos os hospitais para eles treinarem sem competências para o fazer é o mesmo que condenar os pacientes a lesões graves ou a morte certa.

Sei do que falo. Uma namorada com quem vivi nove anos e era saudável, ela tinha 47 e sete anos e eu setenta e três. Um dia foi visitar a família e telefonou-me que o médico a ia operar a um aneurisma sem importância, tentei demovê-la a que não o fizesse. O médico garantiu-lhe que era uma remoção simples. Foi tão simples que faleceu. A minha dor ainda hoje me enche de raiva por ver como tudo neste país se degradou apesar das muitas promessas e dos milhões que encheram os bolsos destes bandalhos revolucionários que, vestindo o país com a roupagem da moda por tuta e meia ou menos, proclamam progresso quando o retrocesso é evidente.

É raro o dia em que não oiço: Salazar valia mais numa unha dos pés do que esta cambada de rotos e garotos que todos os dias e em todos os sectores desgraçam Portugal e os portugueses.

 

Anterior “Os amigos do Costa dão-lhe a primeira estocada”

C.S

 

 

publicado por regalias às 12:06
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Portugal é um país de ana...

. EUA usam a força para tra...

. Radicais Livres ...de aud...

. Greves, egoísmo, ignorânc...

. Sábado, Parque Mayer e os...

. Os velhos e o esqueciment...

. Greves, Moody's e três em...

. Jornais e revistas afunda...

. Der Spiegel, a coscuvilhi...

. Estivadores não sejam bur...

.arquivos

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds