Quinta-feira, 28 de Março de 2019

A família: mulher, filhos, netos, netas e os patetas

Salazar tirou o país da miséria ao tomar como sua a bandeira: Deus, Pátria e Família.

Com esta base motivou 95% de Portugueses e conseguiu aquilo que ninguém julgaria ser capaz.

Para atingir os seus objetivos teve de convencer os militares a aumentarem o rancho para que em todos os lugares onde houvesse um quartel, as populações mais carenciadas pudessem ter pelo menos uma refeição. A seguir incitou o povo ao cultivo dos campos e ao trabalho, enquanto ele acertava as contas públicas.

De tal maneira desempenhou as funções, que em 1932 é convidado para Presidente do Conselho, onde se conservou 36 anos.

A algazarra que os Partidos têm feito contra o Costa por causa da família Socialista que o Governo alberga é algo inimaginável e muito pior que as reuniões no Parlamento Britânico sobre o Brexit.

Costa começou a ganhar estatuto e firmeza na condução do barco.

O Homem do Leme, o Centeno, dá cartas e distribui jogo. Quem sabe do lagar é o lagareiro e ele mantém-se firme e escudado pelos seus colegas europeus que lhe elogiam o trabalho dentro e fora de portas.

Costa olha indiferente os Partidos e é complacente com tanta parvalheira.

Os portugueses pouco se importam se os Governantes vivem no Palácio de São Bento com as famílias ou em suas casas.

Aos Portugueses o que lhes interessa é que governem bem e os tirem deste sufoco que os pode arrastar para a loucura.

Nada mais imprevisível do que um povo que não dá sinais de desespero. Quando rebenta a bernarda há pernas e braços por todo o lado.

Por causa do caos da Primeira República foram barbaramente assassinados, Machado Santos, o Homem a quem se deve a República, e também o Primeiro-Ministro António Granjo com outros políticos.

Um dos intelectuais que pediu, em 1925, um Governo de Ditadura foi Fernando Pessoa para que os patetas soubessem distinguir o trabalho e o bom senso da cretinice democrática que então pululava.

A conclusão é simples: se o Governo é mais eficaz com familiares inteligentes, honestos e interessados, qual a razão para os arruaceiros fazerem tanto barulho?

Esperem. As eleições estão próximas e têm três andamentos…O povo não desgruda das televisões, das rádios e dos jornais. Mas é a barriga que dá horas.

 

Anterior “Facilidades sim, excesso de facilidades não”

C.S

publicado por regalias às 05:37
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.posts recentes

. Nascimento, reis e cresci...

. Sociais Fascistas à beira...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Nascimento, reis e cresci...

. Radicais Livres, quase se...

.arquivos

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub