Segunda-feira, 27 de Abril de 2015

A fé dos homens e o Cristo supersónico

Uma das coisas que me irrita é a falta de pontualidade, a outra são os parasitas que não trabalham e se encostam aos Governos, às franjas dos mesmos Governos ou aos colegas de profissão.

É frequente ouvir “A fé dos homens” ao domingo, na Antena 1, depois do noticiário das seis e que devia terminar impreterivelmente às sete, o que nunca acontece. É uma fé abusadora e reincidente por quem prepara o programa e acha que pode fazer o que entender que ninguém contesta.

Esta falta de profissionalismo por um lado e falta de autoridade do outro fazem subir os azeites e a crítica direta ao programa.

Ontem, o Xeique Munir, Imã da Mesquita de Lisboa veio-me revelar algo que nunca me tinha passado pela cabeça: Cristo não morreu nem foi crucificado, mas foi levado, vivo para o Céu por dois ou quatro mensageiros de Deus que lhe serviram de motor para entrar no reino eterno a alta velocidade. É o Cristo Supersónico.

Eu sabia e já tinha lido que Maomé tinha preferido visitar o céu no seu cavalo branco, não sabia é que havia mais astronautas e tantos pataratas a acreditar nestas histórias da carochinha, que não passam de patranhas e que o próprio Alcorão divulga.

O problema não é serem histórias nem patranhas, o grave é haver gente, altamente colocada e aparentemente sensata, a afirmar tais dislates que fatalmente têm de manter a ignorância e o fanatismo que ainda hoje matam milhões de inocentes por assassinos, crentes na estupidez que os mentores dos segredos divinos, continuam em pleno século XXI a divulgar como se estivessem no século VII.

As religiões, Católica-Cristã e o Islão, serviram de união e de expansão. Em Portugal as Cruzadas foram um dos pilares da sua formação. Quando dos descobrimentos a cruz de Cristo foi o esteio para que os navegadores não desistissem de empreitadas tão difíceis como arrojadas.

O Islão serviu de motor à grande expansão muçulmana.

Nos nossos dias já não se justificam muitas das fantasias que tanto a Bíblia como o Alcorão propagam para incitar a amar e a temer a Deus.

O Papa Francisco já entendeu isso e aos poucos vai desmistificando muitos dos segredinhos que em vez de fazerem bem fazem mal a um mundo aberto onde tudo se desmonta e se justifica cientificamente.

Ao ouvir o Xeique Munir fiquei preocupado. Se ele, um homem culto, ainda divulga algo em que ninguém civilizado acredita e só o faz para não desiludir os crentes, mal vai o Islão.

O Xeique não se pode comparar à porcaria de um Vasco Abrilista ou às mentiras da Catarina toucinho quando fala do Ministro do Interior do Estado Novo, que ela ouviu dizer que tudo estava bem nas vésperas da desgraça.

O Dr. César Moreira Baptista valia bem umas dez mil Catarinas.

C.S

publicado por regalias às 05:16
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. No País dos loucos salvem...

. Profissionalismo, a admir...

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

. Portugal, políticos, poli...

. Portugal nas mãos de Cost...

. Cavaco e os pindéricos co...

. Legislativas foram uma de...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds