Quarta-feira, 26 de Março de 2014

A mais imunda vasa humana a vir à tona

Miguel Torga, que sempre fora considerado um homem de esquerda, ao ver o rumo que a revolução tomava, não hesita em escrever aquilo que tanto militares como políticos não queriam ouvir, mas que era a triste verdade que vivíamos e que iria gangrenar o país até aos dias de hoje:

“A mais imunda vasa humana a vir à tona, as invejas mais sórdidas vingadas, o lugar imerecido e cobiçado tomado de assalto, a retórica balofa a fazer de inteligência”.

O país está exangue. Tinham sido aprovados os tribunais revolucionários para que não existissem dúvidas sobre o que aconteceria àqueles que discordassem dos métodos adotados pelos militares do MFA e do seu tutor.

O povo sente que algo de grave se vai passar. O comércio das armas aumenta e cada um trata de arranjar a sua defesa sem que políticos e militares, envolvidos em polémicas e insultos se tenham apercebido que o terceiro elemento do país também teria uma palavra a dizer caso a situação desse para o torto e fosse desencadeada a guerra civil.

Depois do 11 de Março tudo se precipita.

A Junta de Salvação Nacional é substituída pelo Conselho da Revolução com o apoio do PC, que deste modo segura Vasco Gonçalves nos quarto e quinto Governos, mas cuja radicalização irá ser mais prejudicial do que benéfica o que permitiu que as forças moderadas se fossem organizando ao mesmo tempo que os civis do interior do país faziam o mesmo.

Mas Álvaro Cunhal não pára. Está em todas as frentes. Em Angola tinha conseguiu impor Rosa Coutinho para Presidir à Junta Governativa. De lá virão oficiais de grande capacidade e fidelidade ao PC e que tornaram o Verão Quente mais forte na área comunista: Arnão Metelo, Correia Jesuíno, Alfredo de Moura e José Emílio da Silva. 

O verdadeiro homem de mão de Cunhal é Melo Antunes. Sem nunca dar nas vistas, este foi sempre reportando a Cunhal tudo o que ele necessitava de saber para conseguir o seu grande objetivo: a independência das colónias para ficarem na área de influência da URSS.

Spínola é o único que descobre as intenções de Melo Antunes e as denuncia sem ir ao fundo de toda a estratégia.

Spínola no “País sem Rumo” escreve:

“Completando este quadro de alta traição a Portugal…Melo Antunes, então Ministro sem Pasta…e termina repisando as palavras alta traição.”

A verdade é que Spínola não tem coragem de denunciar o maquiavélico camarada de armas e os camaradas pagam-lhe elevando-o a Marechal.

Cunhal e os militares que lhe são afetos só não tomam conta do país porque as palavras inflamadas de Vasco Gonçalves ao acirrar à violência vai voltar contra eles os civis do Norte e Centro do país.

Melo Antunes, que estava informado dos movimentos dos civis e das intenções dos seus camaradas de armas se oporem a qualquer tentativa de tomada do poder de forma ilegal, conta as armas, junta-lhes os civis e vê que a situação é desfavorável para a Esquerda Comunista. Convence Cunhal a não reagir.

Melo Antunes antecipa-se aos moderados, escreve o chamado Documento dos Nove e fica com autoridade para proteger o Partido Comunista e evitar o seu desaparecimento.

Esta é minha leitura sobre o que aconteceu. Vivi esta época. Confesso que estava disposto a resistir a qualquer loucura que pusesse em causa a sobrevivência de Portugal e a esmagar ainda mais o Povo Português.

C.S

publicado por regalias às 06:57
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13


24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Portugal, País de marinhe...

. Acredito na inteligência ...

. Todos mandam, ninguém se ...

. “Liga” perde combate na c...

. Em 146 a.C destruíram Car...

. O fim da guerra com estro...

. Estupidez criminosa alime...

. Tanto quis ser pobre, que...

. Português -Russo, 145

. Português -Russo. 144

.arquivos

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub