Domingo, 23 de Junho de 2019

A saúde mental dos portugueses continua a diminuir

Estou francamente preocupado com Portugal e os portugueses. A sua saúde mental não está nada bem e eu receio ficar contaminado.

Deixar o País está fora de hipótese. Amo tanto ou mais Portugal do que amo os meus filhos. Nele vive a minha família alargada a dez milhões.

Ultimamente só tenho encontrado gente desesperada, stressada e a fazer depressões que alguns médicos se encarregam de agravar com medicação totalmente escusada. Já me convenci que é verdade, o que muitos dos medicados para colesterol, diabetes, depressões etc., tinham afirmado: haviam sido enganados.

Um deles disse-me: agora compreendo porque existem tantos médicos e enfermeiros, eles têm de ter clientela para justificar a profissão.

O 25 de Abril foi a maior desgraça que aconteceu a Portugal. Podia não ter sido. A grande maioria das pessoas recebeu a revolução com naturalidade. Eu que assisti a tudo posso garantir que também não fiquei nada preocupado com a revolução.

Mas fiquei bastante preocupado com a chegada do social-fascista, Álvaro Cunhal, não pela sua chegada, mas por tudo o que começou a acontecer depois de ele pôr pés em terra e contaminar imediatamente os mais ignorantes e os parasitas que aproveitaram a ocasião, para, apoiando o social fascista que falava de fascismo, lançar uma ofensiva inesperada. Poucos tinham ouvido falar de fascismo no regime anterior e a classe trabalhadora que nunca se tinha vergado à ditadura como o social-fascista queria fazer crer, nunca deu sinais de si porque a Ditadura não passava de ordem e autoridade, tal como qualquer Governo faz em todo o mundo.

Sugiro que façam comparação com a maioria de todos os Governos. Com exceção dos Governos Nórdicos, todos os países bem governados tinham o mesmo sistema de segurança que o português.

Quando chegou o social-fascista Cunhal o país desnorteou; os insultos, as provocações, a destruição das Indústrias e os roubos foram o apanágio desse calhorda social-fascista. A partir desse momento, a saúde mental de milhares de Portugueses baixou tanto que nunca mais recuperou, e hoje, passados 45 anos de plena liberdade todos podem verificar que a libertinagem ultrapassou todos os limites.

Basta ouvir o povo de Norte a Sul do País. Depois de todas as injúrias e lamentos pelo que aconteceu a Portugal, só desejam que Costa, Centeno e Marcelo consigam salvar Portugal e os Portugueses, não cedendo a chantagens e a ameaças.

 

Anterior “Greve teatral no país das greves, da fome e desespero”

C.S

publicado por regalias às 06:13
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Incentivar os trabalhador...

. Os Sindicatos, os Partido...

. Lesbos tem em Moria Campo...

. O circo e os novos palhaç...

. Os monstros do Mediterrân...

. O circo continua, a greve...

. Não há pachorra para atur...

. Ditadores sociais-fascist...

. Aproveite as insónias par...

. A pesca como terapia, far...

.arquivos

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds