Quarta-feira, 15 de Setembro de 2021

Alguns médicos e outros egoístas são insaciáveis

Como os médicos da Assembleia da República não respondiam às violentas críticas que o saudoso Vasco da Gama lhes dirigia, eu comecei a ficar cansado.

Levantei o braço, sem bem saber o que dali ia sair.

Vasco da Gama perguntou-me o que queria dizer, pois eu não era médico.

Com angélica expressão perguntei-lhe se ele era capaz de dizer o mesmo dos seus colegas advogados.

Vasco da Gama hesitou, pigarreou e por fim, para meu espanto, faz um rasgado elogio do Deputado que bastas vezes tinha admoesteado pelo meu comportamento, sempre que se tratavam de assuntos que prejudicavam o povo..

Vasco da Gama tinha ido comigo e outros Deputados a Cabo Verde, onde na Assembleia Nacional tinha feito um discurso, algo emocionado, por ter publicado, em 1961, o livro “Tu cá, Tu lá”. Um dos personagens era Cabo Verdiano. O livro, ainda hoje pode ser lido na Internet.

Tinha conhecido muitos jovens das ilhas e das outras colónias nos Acampamentos da Mocidade Portuguesa e eles tinham-me impressionado pela inteligência e solidariedade que demonstravam.

Perante a resposta do Deputado Vasco da Gama, de quem eu era muito amigo; cinco dias depois de estar na Assembleia por me ter querido proteger de ir a Tribunal por causa de um Artigo no “Templário”, “Atrás do Militares” em que eu os avisava que estavam a ser enganados pelos políticos.

Em vez de me agradecerem e corrigirem, meteram-me em Tribunal.

Não segui os Conselhos do Presidente da Assembleia da Repúnlica, mas fiquei seu amigo, e disse que antes do 25 de Abril tinha dito e escrito tudo quanto pensava. Como me cortavam os artigos de Jornais comecei a escrever livros, que nunca eram censurados, a menos que os Editores para lá os enviassem ou alguém fizesse queixa ao Ministério Público do conteúdo dos mesmos.

Na verdade alguns médicos abusam da sua condição e exageram. Agora até nos dentes.

Os egoístas, tanto médicos como outros, andam há 47 anos a destruir o Estado, impedindo que ele funcione normalmente. Os políticos, por medo ou incapacidade, com raras exceções, deixaram que a vida em Portugal esteja num estado insustentável.

Governar não é deixar destruir o Estado, fazendo tudo o que dá na cabeça à trupe que vive respaldada por outros salafrários.

Governar é reparar o que o PREC destruíu e não deixar que as seitas continuem a abusar da maioria dos portugueses.

Coloque a máscara.

 

Anterior “Portugal continua de luto enquanto houver pobres”

C.S

publicado por regalias às 08:06
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Livro à procura de autor,...

. Livro à procura de autor,...

. Livro à procura de autor,...

. Livro à procura de autor,...

. Livro à procura de autor,...

. Livro à`procura de autor,...

. Livro à procura de autor,...

. Livro à procura de autor,...

. Livro à procuea de autor,...

. Livro à procuea de autor,...

.arquivos

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub