Quarta-feira, 23 de Julho de 2014

Coniventes e corruptos na Comunicação Social

É frequente alguns jornais, rádios e televisões deturparem factos enquanto decorrem para fazer pender o apoio das populações para o lado que mais podem beneficiar quem lhes paga.

Foi assim na invasão do Iraque pelos Estados Unidos e pela Grã-Bretanha que foram uma verdadeira monstruosidade cujos efeitos ainda hoje se fazem sentir em sofrimento para as populações e destruição de um país e de uma sociedade organizada.

Foi assim com a Líbia onde um povo próspero foi arruinado pela ganância e infâmia do Sarkozy, do Cameron e do Prémio Nobel da paz, o confuso Obama, com a bênção protetora das bombas da NATO.

Tanto num caso como noutro, a Comunicação Social foi conivente.

Aquilo que está a acontecer na Palestina, Israel e no caso do avião da Malaysia vão ser outros acontecimentos para estudar.

É um erro grave pressionar a Rússia através das trombetas dos média.

Em Portugal aconteceu precisamente o mesmo depois do 25 de Abril, com raríssimas exceções.

A Comunicação Social e autênticos chulos da mentira, da hipocrisia e da ingratidão para com o regime anterior tornaram-se democratas de longa data, até os comunistas-fascistas vestiram a camisola para engordarem à custa de um povo que, ao apoiá-los, festejava a sua própria desgraça.

Bastaria ao povo folhear as revistas e os jornais na Internet através das hemerotecas, desde 1910 até aos dias de hoje para compreender a miséria do país entre 1910 e 1928, a estabilização entre 1928 e 1932, ano em que Salazar é nomeado Presidente do Conselho (Primeiro-Ministro) e dá-se o desenvolvimento extraordinário de todo o País que saiu de uma Primeira República (1910-1926) totalmente devastado, com dezenas de milhares de pobres, descalços, esfarrapados, esfomeados, sem crédito externo e cerca de 75% de analfabetos, com a Grande Depressão provocada pelos Estados Unidos, com a Guerra Civil Espanhola, 1936-1939, que Salazar teve de ajudar para que Portugal não fosse engolido pela Espanha Republicana e comunista tal como eles tinham ameaçado caso vencessem.

Mal acabou a guerra em Espanha começa a II Guerra Mundial 1939-1945. Todos estes acontecimentos tiveram de ser geridos com muita sabedoria, cautela e inteligência ao mesmo tempo que tentava fazer que o povo tivesse confiança nele próprio, por esse motivo abriu escolas em todo o País, criou Escolas regimentais nos quartéis, lançou a Telescola. Os Liceus encheram-se de jovens. Quando deixou o Governo em 1968, o analfabetismo andava pelos 20%. Quando se deu o 25 de Abril com Marcello Caetano já rondaria os 17 ou 18%. Nestes quarenta anos da Abrilada, com toda a alta tecnologia disponível baixámos muito pouco para tanta vontade em vencer a ignorância. Devemos estar em 10 ou 11%.

Só o estudo impede que a verdade se transforme em mentira como pelos exemplos, sucintamente apresentados, se pode comprovar.

C.S

publicado por regalias às 06:07
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. No País dos loucos salvem...

. Profissionalismo, a admir...

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

. Portugal, políticos, poli...

. Portugal nas mãos de Cost...

. Cavaco e os pindéricos co...

. Legislativas foram uma de...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds