Domingo, 26 de Janeiro de 2020

Contraditório da Antena1 preterido pelo futebol

O programa "Contraditório" lamentava-se por, em duas semanas seguidas, não ter analisado e comentado o que de muito importante havia para dizer sobre os acontecimentos que fazem borbulhar o ser humano.

O futebol come o tempo do "Contraditório", do "Esplendor de Portugal", do "Ponto de Partida" e de todos aqueles que estejam para além das 19 horas e sejam substituídos por uns chutos na bola e paleio de criança, para entreter o pagode.

O gasto em eletricidade é enorme. Mas o país está rico em dívidas. Em vez dos jogos se processarem em pleno dia, a partir das 15 horas, por exemplo, ninguém se preocupa nem com o gasto nem em cultivar um povo que desde 1974 vive em roda livre, demagogia e muita miséria.

O mundo aceita, com mais facilidade, uns biliões de escravos ignorantes do que gente instruída e pensante. Portugal não foge à regra.

O futebol é o meio mais simples de entreter sem grandes problemas. Por vezes lá aparecem umas tochas, uma ou duas centenas de espezinhados por adeptos mais exaltados, mas nada que se compare com a turbulência das greves, dos pedidos para melhores salários ou do holocausto.

O "Contraditório" das sextas, normalmente entre as 19;15 e as 20 horas, fez no dia 24 a análise da Empresária Isabel dos Santos. O bom e o menos bom foi conversado e analisado naturalmente.

Gostei do que ouvi. Isto de criar riqueza, postos de trabalho e desenvolver um país, tem que se lhe diga.

Isabel dos Santos teve a proteção do pai, mas com a sua inteligência e capacidade de trabalho soube distribuir riqueza.

Gostei ainda mais de Isabel dos Santos, embora os analistas não a tivessem poupado.

É nesta linha de isenção e conhecimento que servem os comentários colocando muitas pessoas a pensar nestes assuntos.

Os Governantes Angolanos e Isabel dos Santos saberão encontrar a via certa para que Angola receba o que tiver a receber e Isabel dos Santos continue a trabalhar a favor do desenvolvimento do seu país.

O futebol, que come a cultura, bem pode escolher novos horários para que Portugal possa pensar com pés e cabeça,

Q “Amigo da Verdade”, um pequeno jornal, em A4, do Outeiro de São Miguel, Guarda, tinha como subtítulo “Nem só de pão vive o homem”. Foi nele que, meu pai e minha mãe, me ensinaram as primeiras letras.

É fácil ser feliz quando sentimos os outros felizes.

 

Anterior “Vírus, a fragilidade do ser humano”

C.S

publicado por regalias às 08:53
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. Em Portugal até os burros...

. Afaste-se do Corona, mas ...

. Acudam aos refugiados Sír...

. A Europa arrisca-se a mor...

. Aproveite o Corona para r...

. É tempo de Abril mostrar ...

. A pequenez do ser humano ...

. O Criador e as suas fúria...

. O que é demais é moléstia

. Os heróis da Limpeza em T...

.arquivos

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds