Sábado, 30 de Maio de 2020

Conversa de corda e propaganda na Antena1

Era ainda muito pequeno, devia andar na segunda ou terceira classe, 7 ou 8 anos, 1942-1943. Minha mãe e uma amiga conversavam à janela, que dava para a varanda, enquanto viam passar uma procissão. Eu estava na varanda, distraído com os pensamentos e sem ligar aos penitentes que, estrada acima, iam trauteando a ladainha do padre, escava-terra, como era conhecido pelos penitentes e impenitentes. Eu gostava dele. Emprestava-me livros, julgo que da biblioteca do senhor José Carlos Trindade. Tinha-os de todas as qualidades, e o padre, por mais que me queira lembrar do nome, não consigo. Eu até nunca me referia a ele como escava-terra, mas o ser humano recorda com mais facilidade a alcunha do que o nome de uma pessoa que nos merecia todo o respeito.

De vez em quando ouvia a minha mãe e a menina Adília, as duas eram da mesma idade, mas Adília, ficou sempre menina, julgo que por não ser casada. Era simpática. Era tia do meu amigo António Fonseca, que já não vejo há bem mais de sessenta anos e que tinha a mania de ir aos pardais, com uma espingarda de chumbo e de mostrar a excelente pontaria, à Guilherme Tell. Convencia os amigos a pôr qualquer coisa na cabeça e ele chumbava o objeto.

Eu recordo-me bem do excelente atirador; tenho a marca no meio da testa e o susto que ele, o José Rossa e o saudoso Fernando Portugal apanharam. Limpámos o sangue, tirámos o chumbo e jurámos segredo.

A minha mãe e a menina Adília conversavam sem conteúdo. Eu comecei a ficar nervoso. O badalo da procissão já tinha entrado na igreja e as duas ouviam-se perfeitamente.

“Não podem mudar de conversa?” Minha mãe, olha para mim, olha para a menina Adília, que não devia ter ouvido, e diz sem azedume:

 “Nós temos de conversar sobre qualquer coisa”.

Tínhamos. Hoje o mundo mudou imenso. Continuamos a perder tempo com ninharias e temos tudo para, finalmente, todo o ser humano viver feliz, bem-estar, trabalho e prosperidade.

Como?

De maneira muito simples, colocando todos os meios de difusão Digital, rádios e televisões ao serviço de todos os povos, tirando gente de onde sobra e colocando-a onde ela falta, ao mesmo tempo que se educam os povos mais atrasados.

Não se pode é fazer como na Antena1, que parece mais uma federação de Estados, onde cada um diz e faz o que quer, sem medir o alcance do dislate, mesmo que venha com roupagem cultural.

Falo neste assunto e refiro a Antena1 porque dia 27 e ontem dia 29; pelas 20-21 horas, em tempo de poesia, os poemas lidos, um de Cesariny, paneleiro assumido, e o outro da Judite, lésbica consagrada, têm como finalidade infiltrar a liberdade sexual através da mais abjeta publicidade.

Esta cultura de inconsciência, devia ter feito perder centenas de ouvintes e confundido centenas de miúdos.

A pornografia àquela hora apanhou muitas crianças e jovens, sempre abertos a experiências e sofrimentos.

Escrevi, antes deste, um texto, que rasguei, por respeito pela antiga Emissora Nacional, Fiquei com um nó na garganta.

A Comunicação Social não pode proceder levianamente, com a desculpa da Democracia e da Liberdade.

Aceito a Democracia, mas não a credibilizo quando ela é de fancaria. E a propaganda da liberdade misturada com a libertinagem de um paneleiro e de uma lésbica não merecem desculpa.

Quando os filhos e os netos dos garimpeiros da Comunicação Social começarem a ser comidos pelos vírus anais, talvez compreendam melhor onde se estão a meter.

 

Anterior “Jovens mais felizes e mais competentes”

C.S

publicado por regalias às 06:12
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9



28
29
30


.posts recentes

. António Guterres, António...

. O arborícidio na Serra d...

. Pandemia futebolística da...

. Cometemos erros por ignor...

. A organização do Mundo. C...

. "O da Joana" no programa ...

. Salário mínimo e Reformas...

. Afaste doenças e medos co...

. O aproveitamento dos velh...

. O plástico, as regras e o...

.arquivos

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds