Terça-feira, 3 de Setembro de 2019

Costa e Jerónimo não brincam em serviço

Os debates televisivos prometem inteligência e contenção.

Costa e Jerónimo deixaram os golpes, as rasteiras, o fogo-de-artifício para pensar Portugal que vive num mundo globalizado e faz parte da União Europeia, que é o mesmo que dizer: largou as colónias, mas o território em vez de diminuir aumentou.

Tudo podia ter sido feito sensatamente. Marcello Caetano deu todas as possibilidades para que a Revolução fosse um êxito. Pelo contrário foi pouco mais do que uma pocilga onde afocinhou toda a libertinagem de um Cunhal desejoso de degredar o país sem se preocupar em o recuperar de maneira ordeira e em prosperidade.

O Jerónimo, apesar de contaminado pela infâmia do infame e asqueroso Cunhal tem conseguido segurar, à tona, o Partido Comunista.

Mostrou inteligência e diplomacia sem fugir demasiado à ladainha que desmoronou o Comunismo Soviético.

Inteligência, delicadeza, firmeza. Se a CGTP não tivesse exagerado em muitas das suas ações, diria mesmo que Jerónimo e o Partido Comunista faziam falta, depois da saída do impróprio Cunhal que não passou do “Olhe, que não, olhe que não.” para o matreiro Soares que morreu podre de rico e deixou o país podre de pobre.

O Costa e o Jerónimo há muito tinham chegado à conclusão que o bate-boca tinha de acabar rapidamente.

A Europa bate palmas ao desempenho do Centeno, mas todos os portugueses percebem que é insuficiente.

Mas é insuficiente porque os insuficientes mentais que o têm governado desde 1974, com raras exceções, não mostraram capacidades governativas.

Portugal tem Orçamentos menores do que uma dezena, ou pouco mais, de empresas Americanas, Chinesas e Japonesas.

Governar Portugal só requer amor ao País, inteligência e honestidade.

Salazar foi um exemplo elogiado pelos grandes do mundo, e por todos aqueles que tinham saído da Primeira República cobertos de percevejos, pulgas, chagas, tuberculose etc., e viram como ele desenhou uma estratégia que foi considerada um Porto Seguro para os que vinham de fora e os que cá viviam.

Tudo com ordem, com segurança, com inteligência, com saber, com amor.

Costa e Jerónimo deram o mote. Sigam-lhes o exemplo; em vez de falarem dos outros Partidos e assim lhes fazer a propaganda, falem do que são capazes e podem realizar.

Esperamos para ouvir, ver, apreciar e votar.

Não brinquem em serviço.

 

Anterior “Salazar e a desfaçatez de uma ignorante Bioética”

C.S

publicado por regalias às 16:21
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. No País dos loucos salvem...

. Profissionalismo, a admir...

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

. Portugal, políticos, poli...

. Portugal nas mãos de Cost...

. Cavaco e os pindéricos co...

. Legislativas foram uma de...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds