Sábado, 26 de Outubro de 2019

Deputados palhaços ou Deputados competentes?

Antena1 ao pedir, a Raquel Varela e a Adelino Maltez, para fazer a análise deste dia histórico de apertos de mão e palmadinhas nas costas entre os artistas que vão estagiar e preparar workshops de bagatelas, pensei imediatamente como seria ter estes dois, competentes e honestos pensadores, para depois dos primeiros oito dias em que assenta a poeira, serem convidados para conversar com os Deputados, em outro anfiteatro daquela enorme e mal empregada casa, quando não é utilizada para os fins que lhe estão atribuídos: trabalhar com competência a bem de Portugal e dos Portugueses.

Eu falo por experiência própria. Fui Deputado na Primeira Legislatura, 1976-1979. Foi um verdadeiro falhanço. As inutilidades e a chicana fizeram que eu recusasse continuar.

Estes de hoje deram o mote: a palhaçada das cadeiras, o vestido de outro Partido que, além da natural gaguez da representante, acha que deve apimentar a representação; já dá a ideia do que aí pode vir. Os Deputados não estão ali para representar, estão ali para trabalhar assuntos sérios.

Querem divertir-se? Divirtam-se fora do Parlamento.

Eu tive um aluno que era gago. Quando o chamava, ele era um simpático cábula, o Henrique começava: pó… pó… dddddde…rerrrrepepepppp….tir..

Um dia em que a aula estava a terminar disse-lhe:

- Ó Henrique, se eu gaguejasse como tu ganhava uma fortuna.

- Co…co…co..mo?

- Tu conheces a minha casa. Na varanda, virada para a Rua da Sociedade Nabantina, colocava um cartaz com letras garrafais a dizer:

SEJA DIFERENTE DE TODAS AS OUTRAS PESSOAS, APRENDA A GAGUEJAR COM O PROFESSOR C.S.

Tocou a campainha no momento exato. As gargalhadas saltaram alegres. O Henrique veio ao pé de mim agradecer.

- Ooooooobribri…ga—

- Os amigos são para as ocasiões. Como vais para Económicas, já podes ir preparando a fonte de rendimento.

- Mui—mui—mui

- Está certo. Depois da brincadeira…não te esqueças de estudar.

- Na…na….na…

Os Deputados de 2019 a 2023 são a minha esperança. Tenham eles a cor e os tiques que tiverem e estejam no Partido que estiverem.

A primeira vez que a Assembleia da República fechou à força foi pelo desespero de ver o caminho que o País estava a seguir e eu não ser capaz de travar aquilo que veio a suceder.

A história é simples e pode ser lida no Diário da Assembleia da República de 18 de Julho de 1979. Um dos Deputados passou imenso tempo a defender bagatelas. Como o Presidente do meu Grupo Parlamentar não chamasse a atenção para o que estava a suceder, fui tremendamente desagradável. Primeiro disse: isto não é a Assembleia da República, é a Assembleia da vergonha. Como ele retorquisse, acrescentei: o Sr não é um Deputado, é a carraça do povo português.

O Presidente da A.R, Teófilo Carvalho dos Santos, homem excecional, pediu-me para retirar as palavras. Eu pedi-lhe desculpa mas não podia retirar porque quem estava a sofrer era o Povo Português.

Teófilo Carvalho dos Santos fechou o Templo das inutilidades.

Para que tal não volte a suceder incito todos os Deputados a trabalharem com inteligência e honestidade a favor deste País que tanto amamos.

 

Anterior “Quanto tens, quanto vales”

C.S

publicado por regalias às 16:53
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Esplendor, PISA, Um dia n...

. A morte da felicidade

. "Portugueses no mundo", n...

. Francisco Assis, o 25 de ...

. Censura sobre livros, não...

. Historietas de historiado...

. Democracia do amiguismo, ...

. Joacine, rodeada de chaca...

. Doutoradas frustradas em ...

. Joacine, não largue São B...

.arquivos

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds