Domingo, 24 de Janeiro de 2016

Eleições menos importantes que futebol

O desinteresse pela política atingiu um grau tão elevado que o próprio Governo parece ficar contente com o desviar das atenções para outros eventos sem relevância para a condução do país.

Ao terem sido programados quatro jogos de futebol no domingo, dia 24, entre as 16 horas e as 20,30 cujo final será por volta das 22 e 15 e sabendo-se que o povo, para não viver em stress, tem de ter algo que o distraia, a Federação e Governo não arranjaram melhor lenitivo do que lhe dar futebol que até o faça esquecer de votar e muito menos ouvir os comentários dos politólogos depois das 20 horas e que, ingenuamente, ensinam ao povo o que aconteceu, porque aconteceu e todos os quiproquós que levaram àqueles resultados.

Para os árbitros, os prélios ficam isentos de críticas. Cada um decidirá como entender. A culpa dos erros será sempre das eleições e nunca daqueles anjos que, muitas vezes, mesmo que queiram, o gene do club impede-lhes assinalar as faltas da paixão e distinguir as do rival.

Em Castelo Branco havia, não sei se ainda é vivo, o maior apaixonado pelo Benfica que alguma vez encontrei em qualquer lugar.

Era vendedor de jornais, ardina que percorria a cidade de lés-a-lés, entregando os jornais em lojas e casas particulares. Fazia dezenas de quilómetros com a sacola atulhada e que enchia várias vezes por dia.

Os jovens admiravam-no. Embora fosse de poucas falas, bastava falar-lhe no Benfica para dar uma lição entusiasmada do glorioso.

Tinha outra particularidade. Jogo do Benfica em Lisboa, ele metia-se a caminho e para poupar o dinheiro de comboio ia em passo estugado até à capital. Regressava pelos mesmos meios. Ele sentia-se orgulhoso de honrar e mostrar o amor pelo clube fazendo a viagem a butes.

Já eu tinha saído de Castelo Branco quando soube que tinha comprado uma papelaria no centro da cidade. Fiquei feliz. O homem tinha cumprido os sonhos da sua vida. Saíram-lhe do corpo, mas ele, nunca deu por mal empregue o esforço.

Se recordo com prazer o ardina, as suas alpergatas e a cara enxuta de suor, mesmo depois de ter despejado já as duas primeiras sacadas de jornais e ter vencido a vida; da mesma maneira me envergonho dos políticos videirinhos que sem dignidade representam o país.

Nada lhes importa, esteja bem ou mal, o que interessa é caçar votos sem chatices ou quaisquer problemas que eles achem que são de lana-caprina e nunca para a dignidade do Estado e para defesa do cidadão.

 

 Anterior “Saúde e dinheiro são escoras para uma vida longa”

C.S

publicado por regalias às 07:53
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

14

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Portugueses no Mundo, ama...

. Dois milhões e seiscentos...

. Portugal, país de atrasad...

. LGBT nas escolas e prosti...

. Lésbicas e lésbicos têm d...

. Sociais-fascistas do BE e...

. Exércitos perdidos no tem...

. Auditem-se Forças Armadas...

. Maldade é própria dos fru...

. Portugal, país do poucoch...

.arquivos

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds