Sexta-feira, 29 de Dezembro de 2017

Esplendor de Portugal arrasa a encapotada Ditadura

Sem chamar o nome aos boys, o “Esplendor de Portugal”, programa que passa na Antena 1 todas as quintas-feiras entre as 17h13 e as 20, falou sem inibições.

Ontem, o último programa de 2017, terminou com chave de ouro.

Agarrando a pouca vergonha Parlamentar, que continua a descredibilizar totalmente esta Democracia de fancaria, que só existe para tapar toda a casta de esbulhos, o “Esplendor de Portugal” foi impecável ao desmontar ponto por ponto aquilo que acontece com a Lei do Financiamento dos Partidos, gerada durante nove meses e que pariu mais um monstro de enganos.

Gizada no mais profundo secretismo, própria, mais de uma Ditadura, do que de um Estado Democrático com coluna vertebral, os Deputados mostraram do que são capazes.

PS, PSD, PCP, BE e Verdes, submissos ao PC, aproveitaram as festas para mais uma vez mostrar ao Povo, a razão porque a Primeira República, 1910-1926, foi um amontoado de intenções, caos, greves, revolucionetas que intelectuais denunciaram e que o General Umberto Delgado zurze, sem piedade no livro “Da pulhice do Homo Sapiens” onde advoga e elogia a Ditadura como o único meio para colocar o País no caminho do ressurgimento.

A Ditadura Militar aconteceu mais para proteger o povo da corja que só se entendia para defender os seus próprios interesses, tal como hoje continua a acontecer com PSD, PS, PCP, BE e Verdes parasitários.

Salva-se o CDS. Também em 1976 votou contra a Constituição inquinada por militares, comunistas, socialistas, sociais-democratas que misturaram o bom com a insensatez e deu o que tem dado; país confuso e aparvalhado com tanta falta de decoro.

A gula partidária, nunca ou raramente conseguiu resistir a usar o poder para fazer passar ou tentar fazer passar as suas venalidades.

Ontem o Ronaldo falou, um pouco encolhido, mas falou na negação da Democracia.

A Virgínia denunciou uma Lei cozinhada sem atas, registos escritos e sem relator. É o forrobodó, o despudor, a certeza da impunidade.

O Jair lembrou o crescimento nulo ou muito baixo e daí as frequentes enxaquecas deste país de tontos par(a)lamentares.

Até-que-enfim que o desespero fez saltar a tampa aos comentadores e analistas que, indiferentes a pressões e a represálias, não hesitaram em desmascarar os conluios partidários.

Na Legislatura 1976-1979, um Deputado do CDS, várias vezes, alertou para o que não podia acontecer. O Freitas, tentou fazer-lhe um processo disciplinar, que perdeu. Ficou muito zangado. O assunto vem descrito no livro “Portugal, um País ingovernável”.

Aquela casa continua inquinada com os vírus da Primeira República. O Deputado, visceralmente afetado pela nojeira, recusou o convite do Dr. Menéres Pimentel para integrar outro Partido, não aceitou; como foi referido quando ainda ele era vivo, para não subsistirem dúvidas.

De trambolhão em trambolhão, o “Esplendor de Portugal”, não teve receio de também se referir à escandalosa, perigosa e duvidosa entrada protetora da Santa Casa no Montepio.

Vale a pena ouvir o programa na Internet e pensar nestes assuntos.

Portugal, de queda em queda, caminha para um futuro sem futuro. Os parlamentares estão viciados no esbulho, na garotice, no desbaratar dinheiros públicos sem senso nem pudor.

A esperança está em Marcelo. O desgaste do Homem é preocupante. Façamos votos que a hérnia umbilical não descaia e aproveite os dias de descanso para desenhar o croqui dos próximos anos.

Marcelo tem de ter…os... pensamentos bem oleados e em su sítio para aguentar tão desvairada gente.

 

Anterior “Dignidade Ucraniana e votos das mulheres em Portugal”

C.S

publicado por regalias às 05:30
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. No País dos loucos salvem...

. Profissionalismo, a admir...

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

. Portugal, políticos, poli...

. Portugal nas mãos de Cost...

. Cavaco e os pindéricos co...

. Legislativas foram uma de...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds