Terça-feira, 25 de Dezembro de 2018

Estado deve pagar aos prejudicados pelas greves

A libertinagem substituiu a liberdade prometida na Democracia.

A Democracia finge que é democracia, transformou-se em demagogia, laxismo Governamental e Parlamentar.

O povo não conta. Ninguém defende o seu direito ao trabalho, impedido pela boçalidade da ignorância que impõe greves sempre que o Partido ordena que as façam.

O povo e Portugal são os grandes prejudicados. O povo porque é impedido de ir trabalhar quando os incompetentes da Soflusa, da CP, do Metro e dos Transportes Públicos, subsidiados pelo Estado paralisam.

Portugal é prejudicado porque aumenta, de forma abissal, a dívida e desse modo condiciona a vida e o futuro de todos os portugueses.

Quando os anestesistas exigem quinhentos euros à hora, sabendo que isso é praticamente o ordenado de um trabalhador a salário mínimo, o povo está a ser enxovalhado no seu trabalho, pago a 3 euros a hora.

A cáfila dos gananciosos iguala-se à dos boçais ignorantes.

Estamos à beira do cataclismo, que deve suceder pelos tempos mais próximos apesar das lamechices de alguns governantes mais macios, para não os apelidar de babosos.

Andamos assim há 44 anos empurrados pelos oportunistas. Ao avisar os militares num artigo de jornal que estavam a ser manipulados pelos políticos, os desgraçados meteram-me em tribunal.

No tempo da Censura, que os militares dirigiam, não concordassem, cortavam e eu tinha de escrever outro artigo se quisesse, mas sem qualquer penalização. Pois nesta seráfica Revolução, os heróicos revolucionários porque não compreendessem a linguagem clara com que eu escrevi ou porque se aconselharam com os algoses que os bandarilhavam forçaram-me a ir a tribunal. Se fosse condenado eram vários anos de cadeia.

As bestas ignorantes ou os que agem de má-fé não querem saber de avisos. Quanto maior for a confusão, melhor para os animais.

Quer o Estado português morrer na praia, sem honra nem glória? Pois então continue a permitir “democraticamente” as greves, mas pague a todos os prejudicados por impedimento de ir trabalhar ou de fazer a operação marcada e não a faz, com perigo para a própria vida ou de algum familiar.

Percebeu o Governo, ou prefere a Ditadura Militar?

Repito, para não haver dúvidas:

As greves prejudicam o povo. Há dois milhões e seiscentos mil pobres. Pague os dias que não trabalham por causa das greves, ou faça-as pagar aos grevistas e aos Sindicatos que as fomentam.

 

Anterior “Democracia comida pelos ignorantes grevistas”

C.S

publicado por regalias às 14:05
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Vale de Cabrão pode ser a...

. Políticos corruptos: ou m...

. Padres, pedófilos e virge...

. Rui Rio e a Peregrinação....

. Ser bom aluno para ter tu...

. Enfermeiros descobriram m...

. Num lado o PSD em frangal...

. Corja de garotos interess...

. Estivadores e a democraci...

. As crianças inconscientes...

.arquivos

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds