Sexta-feira, 6 de Julho de 2018

Fascismo inventado pelos ladrões sociais-fascistas

Os ladrões sociais-fascistas sabem que o fascismo nunca existiu em Portugal.

Quando Rolão Preto tentou implantar a ideia foi imediatamente travado por Salazar.

Rolão Preto exilou-se em Espanha por vontade própria.

O fascismo nasceu e morreu no mesmo dia.

Os sociais-fascistas, vulgo comunistas, e os da UDP, conhecidos por Unidos Dividiremos as Pratas, hoje Bloco de Esquerda, resolveram logo a seguir ao 25 de Abril e depois da chegada do maior infame da história portuguesa, o social-fascista Cunhal, começarem a chamar fascistas a todos os que eles achavam serem da Direita.

Como ninguém se sentia fascista, e noventa por cento nem sabia o que isso era ou tinha sido, os únicos que sentiram o toque foram os militares, que tinham feito o pronunciamento militar e que desde 1926 sempre tinham apoiado, primeiro a Ditadura Militar e depois o Estado Novo.

Fizeram-se desentendidos. Os militares mais ignorantes, apoiantes dos comunistas e da UDP, quando faziam a segurança dos roubos das herdades e do incendio e roubo da Embaixada de Espanha, gritavam também contra os espoliados, chamando-lhes fascistas.

Esta introdução vem a propósito de uma tentativa de engano e esbulho para isentar militares sociais-fascistas de todos os roubos e assassinatos cometidos e que Soares e Sampaio amnistiaram e louvaram pelo estado em que Portugal se encontra, mas de que eles, Soares e Sampaio foram os grandes beneficiados.

Marcelo Rebelo de Sousa promulgou um Projeto de Lei do Bloco de Esquerda para reintegrar militares e ex-militares que “combateram o regime fascista” roubando e matando ou protegendo quem o fazia.

Mal vai este país se o PS na Assembleia da República se junta ao PC e ao BE para viabilizar a ideia e o Presidente da República promulga o Diploma sabendo que nunca o regime foi fascista e conhecendo os atos pelos quais esses ex-militares não tinham sido reintegrados nas fileiras das Forças Armadas.

Aquilo de que só anteontem tomei conhecimento pelos noticiários das 22 e 23 horas da Antena1 leva-me a pensar que Portugal continua a chafurdar na lama e a caminho do seu desaparecimento.

Os dois homens, Costa e Marcelo, em que havia uma esperança de dignidade, bom senso, afinal não passam de protetores de tipos como o Camilo Mortágua, ex-assaltante do Banco de Portugal na Figueira da Foz, que juntamente com Palma Inácio, António Barracosa e Luís Benvindo foram para Paris espatifar parte do pecúlio com prostitutas e vinho verde.

Destes e dos camaradas a que eles se juntaram deve sair um Marechal depois de reintegrados.

Bem podem o Marcelo e o Costa limparem as mãos à parede.

A história não os poupará.

Baltasar Rebelo de Sousa voltará a morrer de vergonha.

 

Anterior “Antena1 pode ajudar Portugal repetindo programas”

C.S

publicado por regalias às 06:15
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
14
15

16

24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Atenção à comida e à frut...

. Taxistas dão tiros na int...

. Portugalex cede à ignorân...

. Grevistas da saúde, aliad...

. Parvalheira racista domin...

. Antena1, "Conversa Capita...

. Refugiados, solidariedade...

. Falar menos, produzir mai...

. Trump enganado por Ingles...

. Estivadores grevistas e o...

.arquivos

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds