Sexta-feira, 23 de Outubro de 2015

Helena Roseta é a mais indicada para o Parlamento

O voto é meu e a mensagem não influencia ninguém daquele ermitério. Nele habitavam 50 frades. Hoje são 230 bem pagos, cheios de mordomias, confusos e incapazes de compreender o Costa das ambições sem nexo.

As constantes desavenças fazem daquela casa, que foi mosteiro de S. Bento, um lavadouro público difundido em direto pela televisão para todo o país. Começa hoje a tentativa do engano tripartido: Costa, Catarina, Jerónimo. O descaramento é total.

Na Primeira República foi-lhe dado o nome de Palácio do Congresso. O General Humberto Delgado, que era incontido de boca chamava-lhe a tasca de S. Bento. Não hesitava em os insultar abaixo de cão.

Com Salazar e depois da Constituição de 1933, o Mosteiro passou a albergar a Assembleia Nacional onde se discutia tudo o que fazia falta no País e aquilo que interessava fazer. Como não havia rádio e muito menos televisão, só os jornais, que podem ser consultados nas hemerotecas, traziam muito do que se fazia naquela casa.

A hemerotecadigital.cm-lisboa.pt estava bem apetrechada sobre as publicações mais antigas. Digo, estava, porque tem desaparecido tanto material informativo, que não sei o que se passa. Desde 2009 que não a consulto.

Quando em 1935 apareceu a rádio, Salazar explicava o que tencionava fazer para, se alguém assim entendesse, reclamar ou apresentar melhor sugestão.

Nos Discursos de Salazar, em seis volumes, encontra todas as iniciativas para o desenvolvimento do País.

A Democracia ciumenta e mentirosa conseguiu esconder que afinal a autoridade é fundamental para uma democracia que deseja proteger o povo e não os políticos. Todos estavam unidos na Assembleia Nacional. Nem faltavam lá os comunistas. Aquele que agora me lembro é do Carlos Rates. Todos eram livres para dizer o que entendessem. Se os colegas os apoiassem as leis seguiam as suas ideias.

E eu estou a fugir da minha. A Arquiteta Helena Roseta é das pessoas mais habilitadas a dirigir a Assembleia da República. Certamente todos os deputados a aceitariam e o Parlamento teria uma mulher competente a dirigi-lo.

A Helena sabe arranjar consensos. Como é extraordinariamente inteligente, facilmente abre caminhos. A sua experiência como autarca em Cascais e em Lisboa é outra das suas grandes valias.

No meio do fogo intenso que nos abrasa pelo desmiolado Costa e pelos videirinhos que o seguem, Helena Roseta, como Presidente do Parlamento, seria a voz da moderação e do bom senso.

 

Anterior “Vladimir Putin e Bashar-Al-Assad em Moscovo”

C.S

publicado por regalias às 05:16
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

. Portugal, políticos, poli...

. Portugal nas mãos de Cost...

. Cavaco e os pindéricos co...

. Legislativas foram uma de...

. Diarreia mental de batráq...

. Votação, Câmaras, competê...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds