Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2017

Ignorância e manigância em Portugal há mais de 42 anos

Recuso-me a acreditar que seja só a ignorância que faz os pés rapado defender aquilo que está à frente dos olhos.

Quando nestes quase 43 anos de desgraça e misérias continuadas se continua a defender canalhas que desbarataram milhões em viagens, passeatas e sabiam que o povo que governavam passava mal devido ao trautear da palavra Democracia, que uns idiotas deram como pai, deles, o Soares, que democraticamente chamou cabrão a Eanes e filho da puta a um popular no Tramagal, isto só para apresentar dois casos conhecidos por milhares. Mas estes empedernidos mentais que defendem esta malta ou estão loucos ou na verdade são totalmente estúpidos.

Como é possível perdoar-se alguém que ensacou milhões das mais diferentes maneiras e é Presidente da República, Primeiro-Ministro, Ministro, Deputado ou outro qualquer cargo ligado ao Estado e o povo vive na escabrosa miséria em que se encontra?

Isto não é ter inveja, seja de quem for. É constatar um facto e reprová-lo.

Os detentores de cargos públicos têm de ser escrupulosos ao cêntimo.

Infelizmente o país está na vergonha em que se encontra desde o 25 de Abril de 1974. Digo infelizmente, porque há milhões a viver mal desde essa data e continuaram a defender a palhaçada e os enganos em que todos foram envolvidos.

Quando o povo diz alguma coisa que não agrada a políticos há sempre quem os venha defender.

Se um Presidente da República, um Primeiro-Ministro, um Ministro, um Deputado, ou qualquer funcionário de Estado apresentar fortunas exageradas e esconda atrás de testas de ferro, muito mais do que aparenta quando o povo passa fome, tem imensas dificuldades e se engana com ninharias como foram os 10 euros e os 25 euros apregoados como se fossem grandes favores políticos, têm de se desmascarar os energúmenos como foi o caso do Sousa Tavares, pai, que saiu do Governo por um assunto destes, e que Mário Soares limpou do embaraço.

Ninguém se preocuparia se um Deputado ganhasse 10 mil euros e o povo trabalhador dois mil e quinhentos, mas isto não acontece.

A diferença entre o trabalhador do salário mínimo e a fortuna que muitos apresentam é totalmente escandalosa!

Os casos são imensos. Não são só defendidos pelos barões da Esquerda, e da Direita. As extremas são iguais e peritas em esgrimir a Democracia.

Ainda ontem ouvi o tipo da CGTP dizer que os patrões ganham muito. Ganhavam, davam trabalho e não havia desempregados.

Quando a CGTP começou a funcionar como correia de transmissão do PC acabou com os empresários, com as empresas e é uma das grandes culpadas da desgraça em que os trabalhadores se encontram.

Se ganhassem o mesmo que o Arménio ganha, todos estariam contentes.

 

Anterior “Peço perdão ao povo do Iraque. Portugal não tem culpa”

C.S

publicado por regalias às 06:39
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Incompetência ou falta de...

. Isto não é um mundo de ge...

. Esplendor de Portugal atr...

. Catalunha é mais poderosa...

. No País dos loucos salvem...

. Profissionalismo, a admir...

. O ser humano comete erros...

. Não deixem morrer a exper...

. Direita e Esquerda domina...

. Aproveitem a ocasião: ins...

.arquivos

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds